Espanhol Português Inglês
Novidade - Cotação Online
GUIA ONLINE
DE FORNECEDORES
Consumíveis Não Cons. Serviços Empresas
Busca Geral
Participe agora mesmo
CADASTRE-SE AGORA MESMO!


Últimas Edições


Veja mais Notícias

Últimas Notícias

26/06/2017
Mais que Um App de Delivery
Consumidor "Pede" e Ifood Expande com Serviço de CuradoriaO mercado de delivery de comida online está em crescimento e ainda há muito espaço para conquistar. É nisso que acredita o Ifood. Em entrevista exclusiva ao Jornal Giro News, Carlos Moyses, CEO da plataforma, informou que o consumidor está mais exigente e que foi preciso se movimentar para atender às novas necessidades dele. "Há algum tempo, constatamos que os clientes querem mais que um aplicativo de delivery de comida. O que esperam é um serviço completo de curadoria, que os inspire, os guie e os auxilie sempre que precisarem se alimentar em casa", diz. Desde o momento em que o cliente faz o pedido até a entrega, passando, inclusive, pelo pagamento, o serviço tem que ser completo, adverte Carlos Moyses. O mercado precisa acompanhar essa tendência tendo como princípio três pilares: qualidade do serviço, rapidez e constante melhoria em todos os processos.Captou a MensagemE o Ifood acompanhou essa exigência, explica o executivo: "Disponibilizamos, por exemplo, a aba Descobrir, ou seja, uma curadoria - que funciona como guia de restaurantes e experiências gastronômicas - uma funcionalidade inédita em apps de delivery de comida. Criamos também um recurso que permite ao restaurante avisar ao consumidor quando o pedido saiu para ser entregue". Com isso, embora não informe os número, o CEO garante que o Ifood mais do que dobrou de tamanho em 2016. Pizzas e lanches estão no topo dos cardápios mais procurados. Em terceiro lugar, está a comida brasileira. Modelo ConsolidadoPerguntado sobre o quanto o crescimento dos aplicativos de delivery próprios de redes atrapalha o iFood, Carlos se diz tranquilo. "Nosso modelo está cada vez mais consolidado. Há muitos benefícios para os restaurantes e as redes que fazem parte do iFood. Em especial, há o acesso a milhões de usuários do aplicativo", conta. Além disso, segundo ele, os consumidores também preferem o Ifood. "Pelo aplicativo, o consumidor pode, por exemplo, ter acesso a promoções exclusivas do iFood, que não são encontradas nos restaurantes quando os pedidos são feitos por telefone", explica.
[+ detalhes]
21/06/2017
Café do Ponto amplia portfólio.
JDE Reposiciona Marca e Busca Valorizar o Mercado de Café.
[+ detalhes]
21/06/2017
Marca Investe em Congelados
Nestlé Compra Participação na Freshly A Nestlé anunciou, nesta terça-feira (20 de junho), que comprou uma participação minoritária na Freshly, empresa que vende refeições saudáveis nos EUA usando um modelo de assinatura. A participação foi adquirida por US$ 77 milhões. A companhia, fundada em 2015, vende diretamente aos clientes por meio de um serviço online semanal que oferece um menu rotativo com opções sem glúten, com alto teor de proteína, baixo teor de carboidratos e vegetarianas. Além de ampliar a oferta de produtos da Nestlé, a participação na Freshly dá à companhia acesso direto aos dados dos clientes. Além disso, a Nestlé terá acesso aos dados analíticos e à rede de distribuição da Freshly, enquanto a companhia norte-americana se beneficiará da experiência da Nestlé em pesquisa e desenvolvimento e nutrição. "Embora a maioria das escolhas alimentares ainda seja feita nos supermercados, está claro que os consumidores estão respondendo a um crescente universo de opções de vendas diretas", afirma Paul Grimwood, CEO da Nestlé nos EUA.
[+ detalhes]
21/06/2017
Menos Açúcar Mais Vitamina
Del Valle Frut Renova Fórmula e EmbalagensA Del Valle, marca da Coca-Cola Brasil, apresenta a nova fórmula do seu produto Del Valle Frut, que agora conta com Vitamina C e 40% menos açúcar em sua composição. Além na novidade na fórmula, que ressalta os sabores de Tangerina, Uva, Citrus Punch e Limão, a bebida está de cara nova, com embalagem modernizada de 450 ml e ergonômica. Segundo a Coca-Cola FEMSA Brasil, o objetivo é oferecer um portfólio mais completo de bebidas aos consumidores cada vez mais preocupados com o bem-estar, sem deixar de lado a praticidade de consumo. O novo Del Valle Frut pode ser encontrado nos mercados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.
[+ detalhes]
20/06/2017
Ponto de Venda Temático
Nissin Investe em PDV com Tema São João A Nissin Foods do Brasil investe, no período de festas juninas, em materiais de ponto de venda com a temática de São João. Segundo a empresa, o objetivo é incentivar o uso de uma cenografia alinhada ao tema dos festejos, para expor os produtos, transformando as lojas em um grande "arraiá". "Temos também uma ligação forte com o Nordeste, região estratégica para a companhia. Por isso, investimos muito em pesquisa e na produção de sabores regionais, como por exemplo, a linha Nosso Sabor", explica Vivian Ebihara, gerente de marketing da empresa. Entre os novos materiais de PDV estão as bobinas para envelopamento das barraquinhas e bandeirolas de São João, que foram distribuídas para quase 10 mil varejistas pelo Brasil.
[+ detalhes]
20/06/2017
Temperos Contaminados
General Mills Anuncia Recall de Kitano A General Mills anunciou o recall de lotes da páprica doce Kitano (embalagens de 12 gramas, 50g e 58g) e da páprica com pimenta calabresa Kitano (embalagens de 12g e 50g), com prazo de validade de 8 de dezembro de 2016 e 26 de novembro de 2017, devido ao excesso de uma substância provocada por bolor. Segundo comunicado da empresa, o excesso da substância Ocratoxina A pode representar risco à saúde e, se consumida em demasia, ocasionar desconforto intestinal e alterações na função renal. A General Mills afirmou que todas as medidas já foram tomadas para a retirada dos produtos e destacou que irá realizar a troca ou reembolso do produto.
[+ detalhes]


Produtos Prontos

EMPRESA EM DESTAQUE


Veja mais Artigos

Artigos

26/06/2017
6ª Marca Mais Comprada
Italac Se Destaca Em Ranking da Kantar Sempre em busca de inovação, a Italac comemora o 6ª lugar no ranking do estudo Brand Footprint 2016, desenvolvido pela Kantar Worldpanel. A marca já havia se destacado em 2015 após alcançar a 8ª posição do top 10 do ranking das marcas mais compradas no Brasil, lançando uma nova identidade, modificando as embalagens e expandindo o portfólio. No total, foram 249,3 milhões de consumidores em 2016 com uma penetração de 75,4% dos lares. Já a frequência de compra ficou em 6,3%. A Italac agradece a preferência, também na sua gôndola!(Informe Publicitário
[+ detalhes]
26/06/2017
Pegando Gosto
Johnny Rockets Projeta Alta de 22% no Faturamento26/06/2017 A rede de franquia de restaurantes Johnny Rockets projeta encerrar o ano de 2017 com um faturamento 22% superior ao do ano de 2016, no Brasil. Em entrevista exclusiva ao Jornal Giro News, Álan Torres, Diretor Geral da rede no Brasil, disse que essa confiança se deve ao maior entendimento do brasileiro quanto ao negócio da Johnny Rockets. "Nós não somos um Fast Food. Não é só pegar e levar. Somos um Fast Casual. A grande diferença do Johnny Rockets é que, mesmo tendo o formato Express, oferecemos serviços e um ambiente para se confraternizar em família". Os bons resultados já podem ser notados, visto que a rede faturou no primeiro trimestre desse ano, 7% mais do que o mesmo período do ano anterior, enquanto que na comparação anual do segundo trimestre, a alta é de 17%.Novos Formatos e Praças Com os novos formatos apresentados no início do ano (Express, Drive Thru e Quiosque) a rede anuncia crescimento, também, em número de lojas. "Esse ano nós devemos abrir mais sete lojas no segundo semestre. A principal delas ficará localizada no Shopping Metrô Itaquera. Vai ser a primeira loja com um conceito Fast Casual com Express do Johnny Rockets", informa Álan. Além disso, a rede se prepara para entrar em duas novas praças do Brasil: Curitiba, no Paraná e Fortaleza, no Ceará. Outa informação passada pelo diretor da rede, é que em breve a Johnny Rockets, que atualmente só opera em shoppings centers, deverá ter alguma loja de rua. "Já existe prospecção para loja de rua", afirma
[+ detalhes]
31/05/2017
Dificuldades na Gestão de Pessoas no Setor de Alimentação
A base mais difícil numa gestão dentro da Área de Alimentação é com certeza a equipe de funcionários, ter uma equipe bem entrosada, motivada e aplicada é uma missão desafiadora para todo administrador.Cada Serviço de Alimentação procura sempre desenvolver o seu próprio modelo de gestão, muitos profissionais conseguem desenvolver este processo com mais facilidade, outros tendem a demorar um pouco mais de acordo com suas experiências e habilidades pessoais.Quando estudamos o comportamento humano conseguimos ver além do que nos é solicitado, um bom modelo para isso é sabermos o como e o quando o nosso colaborador se sente motivado em estar ali naquele local trabalhando conosco.O quanto o funcionário se sente a vontade em estar no restaurante, e o quanto ele se mostra motivado a indicar, até mesmo promover este restaurante onde ele é parte da equipe que faz o trabalho acontecer. As etapas e processos da formação de um eficiente quadro de mão de obra devem ser realizados com base de como o serviço funciona e de quais são os objetivos ou o propósito do Restaurante.Uma boa prática é estar sempre consciente que funcionários são seus colaboradores e são pessoas com necessidades particulares e diferentes. Esta parte é a mais exigente pelo fato de não levarmos em conta que as pessoas têm manias, hábitos e que muitas vezes são difíceis de abandonar. Em analise realizada junto ao setor, verificamos práticas que podem auxiliar no desenvolvimento de uma boa gestão de pessoal Setor de Alimentação: - Fale com a equipe! Comunique-se para garantir ao grupo a assimilação dos objetivos e o propósito do Restaurante. É muito importante também ouvir o que cada um tem a dizer . Estabeleça uma relação de confiança entre o gestor e a equipe, mantenha canais de comunicação entre o Restaurante e os colaboradores, sempre procurando manter relações de confiança e respeito;- Procure identificar os fatores que afetam o bem-estar, a motivação e a satisfação dos seus funcionários. O completo entendimento do seu quadro de colaboradores é fundamental para que sejam desenvolvidas atividades, projetos que estejam de acordo com as necessidades do colaborador e que possam efetivamente auxiliar no aumento da produtividade, criando forças na busca por bons resultados;.- Invista nas habilidades e nos conhecimentos dos seus funcionários. Entender as suas competências auxilia no desenvolvimento de suas atividades diárias como forma de garantir a eficiência e o bom trabalho em equipe; - Promova programas de capacitação com base em um plano de carreiras e nas metas estipuladas pelo Restaurante. E por fim mas não menos importante, incentive a busca pela constante capacitação e reciclagem do seu colaborador
[+ detalhes]
26/05/2017
EXPOVINIS 2017
EXPOVINIS 2017 - Única feira de vinhos no Brasil reconhecida mundialmente mostra panorama do mercado em 2017Principal portal de contato entre o mundo do vinho e a América do Sul, o ExpoVinis Brasil 2017 persiste em meio ao atual cenário econômico e confirma sua 21ª edição, que será realizada entre 6 e 8 de junho no Pavilhão Branco do Expo Center Norte, em São Paulo (SP).Entre as empresas participantes estão vinícolas do Brasil reunidas pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) - Casa Venturini, Peterlongo, Rasip/RAR, Don Guerino, Vinícola Batalha, Vinícola Aracuri, Capoani, Zanella, Don Candido, Cavalleri, Sanjo, Lucano, Campos de Cima, Marco Luigi e Dom Pedrito -, além de Pericó e Laurentia, que participam com espaços próprios.Também já confirmaram presença produtores de Portugal (AEP), Chile (Wines of Chile), Itália (Câmara do Comércio Ítalo-Basileira), Eslovênia, Reino Unido, Argentina e Espanha, e as importadoras Premium, Casa Flora, Adega Alentejana, Bodegas Selecionadores de Vinhos, Vino Italia, Vinissimo e Galeria dos Vinhos.O ExpoVinis é a única feira de vinhos realizada no Brasil que integra o calendário mundial de eventos dedicados aos tintos, brancos, rosés e espumantes; reúne, anualmente, empresários e produtores dos principais países da indústria vitivinícola. Recebeu, em sua última edição, um público formado 95% por profissionais do setor. Dos mais de 8 mil visitantes em 2016, 75% eram influenciadores ou responsáveis diretos pela compra em seus estabelecimentos. É também o único evento do País a promover discussões sobre o setor, encabeçadas por importantes nomes do mundo do vinho.Reforçando esse protagonismo no desenvolvimento e qualificação do segmento, o ExpoVinis 2017 vai montar o ?Terroir do Conhecimento?, um ?wine lounge? onde serão ministrados conteúdos relevantes e de interesse do público visitante (restaurantes, sommeliers, varejo), que poderá participar gratuitamente (as inscrições serão realizadas previamente).Entre as novidades de sua 21ª edição, a feira atende a uma demanda do público e traz a Loja ExpoVinis: os visitantes poderão comprar vinhos na saída do evento, de forma que estendam a experiência vivida no ExpoVinis. Na loja, os apreciadores encontrarão até 5 rótulos diferentes de cada expositor.Também novo é o Wine Bar ExpoVinis, espaço onde o público poderá adquirir vinhos em taças para degustações mais completas, ampliando seu contato com o vinho e, ao mesmo tempo, reduzindo, para o expositor, o volume de degustações em seu stand, otimizando os contatos que a feira promove e a movimentação do público nos espaços das marcas. Cada expositor terá direito a expor 1 rótulo para comercialização em taça no Wine Bar.As aguardadas degustações gratuitas voltam a ser realizadas em 2017 e serão comandadas pela Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-SP) e a Enocultura. A grade de temas e horários será divulgada em breve em www.expovinis.com.br.?Acreditamos que essas implementações estejam alinhadas com as características e interesses do setor brasileiro de vinho e contribuirão para que o ExpoVinis se consolide, cada vez mais, como o principal evento brasileiro do segmento vitivinícola e cumpra o seu compromisso com o mercado divulgando o vinho, aproximando pessoas e potencializando a realização de negócios?, resume Clélia Iwaki, diretora do evento, que organizado pela Informa Exhibitions.O acesso à feira também traz novidades: a partir deste ano, os visitantes que são profissionais do setor devem adquirir o ticket para participar do evento, preferencialmente entre 13 e 16 horas. O consumidor final terá acesso à feira exclusivamente mediante aquisição de convites e em horário estrategicamente definido após a visitação dos profissionais: a partir das 16 horas.Os valores são:- profissionais do setor: R$ 30,00;- consumidor final: entre R$100,00 e R$ 130,00 nos lotes antecipados e R$ 150,00 na feira.Todos os visitantes pagantes terão direito a uma taça para degustação e 10% de desconto nas compras realizadas na Loja ExpoVinis. TOP TEN EXPOVINIS BRASILUm dos concursos mais aguardados e respeitados no Brasil, o TOP TEN ExpoVinis é outra atração com novidades. Este ano, o resultado será anunciado no segundo dia do evento, 7 de junho, e os expositores terão a possibilidade de inscrever amostras de acordo com a metragem de seu espaço na feira: a cada 10m², dois vinhos poderão ser inscritos em qualquer uma das categorias que formam o TOP TEN.São elas: Espumantes nacionais, Espumantes Importados, Brancos Nacionais, Brancos Importados, Rosados, Tintos Nacionais, Tintos Novo Mundo, Tintos Velho Mundo I (Portugal e Espanha), Tintos Velho Mundo II (Itália, França e outros) e Fortificados e Doces.Como tradicionalmente acontece, o júri será capitaneado pelo especialista Jorge Lucki, único membro brasileiro da tradicional Académie Internationale du Vin. SERVIÇO:ExpoVinis Brasil 2017 | 21º Salão Internacional do Vinho6 a 8 de junhoDias 6 e 7, das 13 às 21 horas. Dia 8, das 13 às 20 horas.O evento é aberto ao consumidor final nos 3 dias de realização, a partir das 16 horas.Expo Center Norte - Rua José Bernardo Pinto, nº 333, Vila Guilherme / São Paulo - Pavilhão BrancoInformações sobre horários do Fórum ExpoVinis, palestras e degustações, acesse: www.expovinis.com.brDivulgação: CH2A Comunicação
[+ detalhes]
25/05/2017
Fispal Food Service - A tendência é o autoatendimento: feira apresenta tecnologias que trazem mais autonomia para bares, restaurantes e clientes
Conectadas às novidades tecnológicas, as feiras Fispal Food Service, Fispal Sorvetes e Fispal Café, levarão aos visitantes de sua 33ª edição uma série de soluções não apenas para restaurantes, cafés, bares, sorveterias e demais estabelecimentos dedicados à alimentação, como também para os clientes, cada vez mais antenados em opções modernas.Com criações como o WonderFi, inovação em serviço de internet inteligente, e o Robô Cube, máquina automatizada de sorvete que faz todo o serviço ao toque de uma tela, o evento traduz sua aposta em uma das tendências do segmento para os próximos anos: a autonomia compartilhada entre consumidores e estabelecimentos. Para atender a quem está do outro lado do balcão, a Fispal Food Service irá apresentar uma série de lançamentos em ?autoatendimento? através de dispositivos touch. Um deles é o FACILITE, sistema que estará disponível para pizzarias, padarias, lanchonetes, restaurantes e bares, e com o qual o cliente poderá realizar o pedido de forma rápida e conveniente: diretamente do Smartphone. É de forma semelhante que funciona o Goomer (foto à esquerda), um tablet que fica na mesa para que o cliente visualize o cardápio do estabelecimento e faça o pedido quando quiser e da forma que mais gosta. Na prática, é um garçom dedicado e disponível 100% do tempo. Isso reduz atrasos de atendimento, melhora a qualidade do serviço e aumenta as vendas. Ainda na onda do ?ao toque de uma tela?, outros destaques da edição prometem conquistar os consumidores diretamente pelo estômago. É o caso do Robô Cube (foto à direita), que traz um sistema altamente tecnológico para (auto)servir guloseimas como sorvete, açaí e frozen yogurt. O cliente faz o pedido no painel, selecionando tamanho, estilo (mesclado ou em camadas), sabores e cobertura, e, após efetuar o pagamento, recebe a sobremesa em copos colecionáveis. Dos doces para os salgados, os amantes da culinária japonesa também serão surpreendidos pelas Sushitops, máquinas para a produção rápida de sushis e nigiris, duas das especialidades nipônicas mais adoradas pelos brasileiros. ?Como mais importante evento do segmento de alimentação, a Fispal Food Service busca antecipar as tendências que atendam às demandas de empreendedores e clientes. Nosso compromisso será sempre com a expansão do setor, por meio de novidades que acompanham o movimento de modernização dos processos e, claro, da relação dos participantes deste amplo universo do food service?, comenta Clélia Iwaki, Group Director da feira.Outro lançamento superaguardado é o WonderFi, uma poderosa ferramenta para promover ações de marketing em estabelecimentos que disponibilizam o ? sempre! ? almejado serviço de WiFi. Ao ser conectado no celular do cliente, o software capta informações e automatiza a comunicação com o consumidor. Um dos pontos fortes do serviço é o incentivo da avaliação do estabelecimento pelo cliente no site Tripadvisor, com o objetivo de manter sua posição em crescimento no ranking avaliativo. Além disso, o WonderFi registra as visitas dos clientes e envia convites ou alertas sobre promoções via e-mail, funcionando como um serviço de pós-venda automatizado. Compra coletivaEntre os destaques trazidos pela feira, está a primeira plataforma online direcionada às compras coletivas Business to Business: a Ganhejunto, desenvolvida para reunir e tornar mais vantajosas as operações de pequenas e médias empresas, com um processo aprimorado que oferece diversas vantagens. Por meio de um serviço de geolocalização, o sistema cria grupos formados pelas empresas compradoras ? por critérios como volume de compra e perímetro logístico ? que, por sua vez, convidam fornecedores cadastrados na plataforma para participar da Ordem de Compra, formando um cenário de compra coletiva que permite a obtenção de melhores condições comerciais. Cada cliente tem autonomia para negociar forma de pagamento, data de entrega e quantidade do pedido com o fornecedor individualmente. Com o serviço, os benefícios tornam-se amplos para todos os participantes: compradores adquirem alto poder de negociação e conquistam preços mais competitivos; fornecedores reduzem os custos com logística, distribuição e comissões de venda. Fispal Food Service | Fispal Sorvetes | Fispal CaféA Fispal Food Service, Fispal Sorvetes e Fispal Café acontecem paralelamente e ao ExpoVinis Brasil ? principal evento de vinhos na América Latina. As feiras são complementares e formam um panorama completo do setor, trazendo um amplo cenário das inovações e tendências em produção, insumos, maquinário e acessórios. O salão internacional do vinho complementa o calendário de feiras voltadas à cadeia produtiva de alimentos e bebidas, apresentando os destaques do promissor mercado vitivinícola aos profissionais já envolvidos na cadeia de food service, ampliando, assim, os intercâmbios que as feiras promovem.Sobre a Informa ExhibitionsA Informa Exhibitions é uma unidade negócios do Grupo Informa, maior organizador de eventos, conferências e treinamentos do mundo, com capital aberto e papéis negociados na bolsa de Londres. O grupo possui 100 escritórios espalhados por 40 países, empregando cerca de 9000 funcionários em todo o mundo. Nos últimos quatro anos, a Informa Exhibitions investiu cerca de R$ 400 milhões no Brasil em aquisições de eventos, marcas e títulos no segmento de exposições e feiras de negócios. Com escritórios em São Paulo (sede) e Curitiba e cerca de 230 profissionais, a empresa possui em seu portfólio eventos como Agrishow, Fispal Tecnologia, Fispal Food Service, ForMóbile, FutureCom, ABF Franchising Expo, Serigrafia SIGN FutureTEXTIL, Feimec, ExpoMafe, Plástico Brasil, High Design Expo, entre outros, perfazendo um total de 23 feiras setoriais. www.informaexhibitions.com.br SERVIÇOFispal Food Service | Fispal Sorvetes | Fispal Café6 a 9 de junho de 2017De 6 a 8, das 13 às 21 horas; dia 9, das 13 às 20 horasExpo Center - Norte Rua José Bernardo Pinto, nº 333, Vila Guilherme / São PauloInformações, credenciamento e novidades: www.fispalfoodservice.com.br E-mail: fispalfoodservice@informa.comA feira tem entrada franca e é exclusiva para os profissionais do setor(necessário apresentar identidade e comprovante profissional).
[+ detalhes]
23/05/2017
A POLÊMICA SOBRE A LEI DA GORJETA NOS RESTAURANTES
Por Percival Maricato.O ato de conceder gorjeta é muito antigo, utilizado em várias atividades com o propósito de gratificar um prestador de serviço, com um valor não incluído no preço estipulado pelo produto.Nos bares e restaurantes, espontânea ou sugerida como ?taxa de serviço não obrigatória?, a gorjeta vinha provocando inúmeras polêmicas.O principal motor de incompreensão esteve no fato da Justiça do Trabalho interpretar a gorjeta dada pelo cliente ao garçom, como remuneração paga pelo estabelecimento. Em muitos casos o empresário sequer tinha ciência do total de gorjetas recebidas por seus funcionários. Uma vez que o juiz considerava gorjeta como sendo remuneração, sobre o total recebido pelo funcionário, a empresa era condenada a pagar encargos: FGTS, INSS, férias acrescidas de 1/3 e 13º salário, em alguns casos horas extras e adicional noturno.Portanto, o empresário combinava de pagar um salário ao funcionário ou pagava conforme a convenção coletiva de trabalho (CCT), mas na reclamação o juiz decidia que esse salário era o dobro ou bem mais. A exemplo, se o garçom recebesse R$ 1.000,00 por mês como gorjeta com repasse total, a empresa ainda teria que pagar valores expressivos de encargos sobre essa verba. Se o garçom ganhasse por vários anos a gorjeta sem que a empresa lhe pagasse os encargos, ao final este reclamava e a empresa sofria condenações difíceis de serem cumpridas, devido ao valor acumulado e sobre o qual incidia correção monetária, juros, multas e verbas previdenciárias. A maioria das empresas sempre concordou em repassar a totalidade das gorjetas para os funcionários, mas jamais em pagar sobre o valor da gorjeta, dada voluntariamente pelo cliente. No sentido de evitar divergências e manter a harmonia, imprescindível para criar um clima de paz e tranquilidade, os empresários e trabalhadores fizeram um acordo: as empresas reteriam da receita da gorjeta valores suficientes para pagar os encargos: férias, 13°, FGTS e INSS.O INSS é pago diretamente a União, mas beneficia o trabalhador com melhor aposentadoria no futuro. Trata-se de proposta com a qual todos os sindicatos laborais concordaram; fizeram-se convenções coletivas com essa cláusula em todo o país.No entanto, essa fórmula foi mal compreendida, trabalhadores e clientes nem sempre entendiam, acabando por acusar os empresários do setor de apropriação de parte da gorjeta dos funcionários. Claro que há maus empresários, como em qualquer setor de atividade, mas a maioria preferia seguir a convenção, para não ter problemas com a equipe, de quem dependia o bom atendimento ao cliente, e para evitar problemas com as fiscalizações dos sindicatos, promotores, fiscais do Ministério do Trabalho e Justiça do Trabalho ou mesmo passivo trabalhista.As denúncias continuaram e também as condenações da Justiça do Trabalho, que não aceitava as convenções coletivas. Para resolver a questão, empresários (no caso da ABRASEL com votação favorável de presidentes das 27 seccionais existentes pelo país), e trabalhadores representados (sindicatos, federações e confederações) por suas entidades, se mobilizaram para apoiar uma lei que regulamentasse a gorjeta.O resultado após muitos anos de debate foi a Lei nº 13.419, que entrou em vigor dia 13 de maio deste ano, com o propósito de regulamentar a distribuição da gorjeta.Com conteúdo muito semelhante às convenções coletivas existentes, a lei permite que as empresas que estão no SIMPLES retenham 20% e as que estão fora desse sistema de tributação (lucro real e lucro presumido), retenham 33% da receita da gorjeta para pagar os encargos referidos. O percentual destas últimas é maior por terem elas que pagar INSS, que no SIMPLES já é recolhido com percentual único sobre faturamento. Ou seja, todo o valor arrecadado como gorjeta será pago ao trabalhador ou encargos em seu benefício.Vale ressaltar, que a lei é genérica e não especifica certos detalhes:· Não informa se no período atual prevalece a convenção ou a lei, ambas em vigor.· Divisão - não esclarece quanto da gorjeta será deferida a cozinha e quanto ao salão, e como será distribuída entre os funcionários, se proporcional ao saláriofixo pago pela empresa (chefs/maítres ganham mais) ou de forma igualitária.Para disciplinar esta distribuição a lei previu a possibilidade de se ter assembleias de funcionários. Haverá ainda comissões de empregados para fiscalizar a aplicação das regras. A União foi a mais beneficiada, pois passa a receber 8% de INSS do trabalhador sobre o montante arrecadado como gorjeta e também receberá INSS das empresas que estão fora do simples; incluindo imposto de renda de muitos trabalhadores cuja remuneração ultrapassa o teto de isenção. Será recolhido FGTS, verba controlada pela União e que será disponibilizada ao trabalhador somente no caso de demissão sem justa causa, na aposentadoria ou em situações específicas.A gorjeta continua voluntária; pode até ser sugerida como taxa de serviço, mas continua não obrigatória, fica a critério do cliente, que pode deixar 10%, mais ou menos. O estabelecimento insere essa sugestão na nota de consumo (como consta na lei), a que é entregue para ser conferida pelo cliente. O cliente, mesmo pagando a gorjeta, tem direito à nota fiscal, mas sem o valor da gorjeta, pois este não conta como faturamento do estabelecimento, é totalmente entregue ao funcionário ou pago como encargos.Após a adequação à lei certamente haverá mais harmonia, empresários e funcionários terão mais segurança jurídica. A União deve dar-se por satisfeita, por receber FGTS, INSS e imposto de renda, além de aumentar a arrecadação do FGTS, dessa imensa massa salarial. O cliente também pode ficar mais tranquilo, por saber que a gorjeta vai beneficiar o trabalhador. ABRASEL-SP - Associação Brasileira de Bares e Restaurantes ? São PauloPercival Maricato ? Presidente e advogado especialista no setor
[+ detalhes]


DESEJA RECEBER NOSSA NEWSLETTER?
DIGITE SEU E-MAIL ABAIXO E CADASTRE-SE




Lançamentos

Telefone:

+55 11 5524-6931

Fique conectado:

Curta nossa Fanpage:
facebook.com/Revista-Pizzas-Massas

© EDITORA INSUMOS LTDA.

Av. Sargento Geraldo Santana,
567 – 1º andar
CEP 04674-225
São Paulo, SP - Brasil

001
script>