Espanhol Português Inglês
Novidade - Cotação Online
GUIA ONLINE
DE FORNECEDORES
Consumíveis Não Cons. Serviços Empresas
Busca Geral
Participe agora mesmo
CADASTRE-SE AGORA MESMO!


Voltar

Pizzarias


27/10/2017
Dom Sebastião é a 1ª pizzaria de MT a virar franquia; saiba quanto custa abrir uma
O Dom Sebastião completou dez anos de existência no último dia 23, e para comemorar e continuar trabalhando, os proprietários lançam ainda este ano uma franqueadora do negócio. A primeira franquia abre as portas em meados de novembro, no Pantanal Shopping, e promete ter produtos de mesma qualidade que os da matriz.Durante estes dez anos sempre foi nossa intenção franquear. Não é um projeto novo, é um projeto antigo. Mas precisou de dez anos pra gente amadurecer os conhecimentos do ramo, pra poder finalmente montar a franqueadora, explicou Paulo Leite, pai do chef Paulo Vitor e um dos sócios do Dom Sebastião.A primeira franquia será inaugurada no mês de novembro, no Pantanal Shopping, e na mesma data será lançada a franqueadora. Depois de lá, a intenção é ir para o interior do estado de Mato Grosso e para Rondônia, onde o Dom já conta com vários clientes. Vale lembrar que a empresa será a primeira pizzaria do estado a se tornar uma franquia.Mato Grosso é um estado muito rico, o interior é muito rico, e essas pessoas que produzem essa riqueza estão muito conectadas com o mundo. Não só com Cuiabá, São Paulo, Rio, mas com o mundo, afirma o sócio. Então elas não querem mais comer o produto sem qualidade. Elas querem comer uma boa pizza, um bom prato, um bom sanduíche, um bom salgado. Essas pessoas começam a ficar exigentes no consumo. Não da mais pra ter um alimento amador, garante.A franquiaO Dom Sebastião vai trabalhar com três tipos diferentes de modelo de negócio, com um custo inicial de R$200 mil: o primeiro, com o menor investimento, será o quiosque. Mas com todo o padrão Dom Sebastião. Então, se a gente tem 80 produtos que vendemos aqui, o quiosque vai ter uma quantidade menor?, explica Paulo.O segundo modelo será o de loja para shopping, galeria comercial ou de rua, e o terceiro, para hotel, já que desde 2015 o Dom comanda o restaurante do Hotel Transamérica, e desde 2016 o do Hotel Intercity.De acordo com Paulo, o quiosque inaugurado no Univag em agosto de 2017 foi um protótipo. A gente testou uma série de coisas pra poder chegar nesse ponto de franquiar, explica.Desta forma, o principal objetivo agora é vender franquias similares ao quiosque. Focar em lojas pequenas com todos esses produtos que ele falou. Começando com a pizza, porque nós temos hoje um equipamento que nos permite trabalhar dentro de um shopping, num quiosque, onde a gente não precisa colocar um forno a lenha com exaustão. Os equipamentos são muitos compactos, e temos um portfólio rico dentro de um espaço pequeno, explica o chef Paulo Vitor. Segundo ele, o espaço mínimo para uma loja dessas é de 26 metros quadrados.O empresário que se interessar em comprar a franquia deve entrar em contato com os proprietários do restaurante. Segundo Paulo Leite, é necessário uma conversa para que ambos os lados saiam satisfeitos.A pessoa vai fazer um investimento, colocar recursos dela e é um sonho de ter um negócio, então tem que ter muita responsabilidade dos dois lados, afirma. Por este motivo, antes de fechar qualquer negócio, o Dom precisa disponibilizar aos compradores da franquia uma Circular de Oferta de Franquia (COF), com todo o detalhamento, tendência de mercado, tendência de vendas, legislação tributária sobre o comércio e diversas outras informações.No caso do Dom Sebastião, especificamente, uma das vantagens é que o franqueado não precisa ser chef ou saber cozinhar, já que todos os produtos serão feitos pela matriz e enviados pré-prontos para a franquia. A franquia vende conhecimento. A pessoa que vai comprar vai ter todo o conhecimento adquirido em dez anos repassado para ela. Os riscos dessa pessoa diminuem muito, finaliza o sócio.
[+ detalhes]
19/10/2017
Rua do Espinheiro ganha nova pizzaria nesta sexta (20)
Conhecida de muitos moradores da Zona Norte pela unidade do Garage Food Trucks, um dos primeiros food parks do Recife, a Hasta La Pizza está se expandindo e abre as portas, nesta sexta-feira (20), da sua primeira unidade fixa. A casa da Rua do Espinheiro vai ter um novo cardápio, que reúne mais de 40 sabores com opções tradicionais e até pizzas veganas.A pizzaria terá uma decoração vintage assinada pela designer Lu Maia e menu elaborado pelo empresário Marcelo Carneiro Leão em parceria com o chef argentino Marcelo Ludeña. Entre os destaques, sabores inusitados que a casa oferece como queijo parma e geleia de pimenta e queijo brie com geleia de damasco.Além disso, as pizzas veganas da Pizzalize agora não serão tão exclusivas, porque a nova casa tratá também alternativas veganas. Das opções oferecidas, os destaques vão para a maçã verde caramelizada com gorgonzola, compota de berinjela e shitake.Resolvemos nos especializar ainda mais e agregar um diferencial, renovando o cardápio e trazendo sabores exclusivos que a região ainda não conhece, destaca o empresário Marcelo Carneiro Leão. Com administração familiar, além do ponto fixo, a Hasta La Pizza possui trailers nos food parks: Nas Ubaias, Villa Cardeal, Garage Food Trucks e no estacionamento do Shopping Recife.Inauguração Hasta La PizzaSexta (20), às 18hRua do Espinheiro, 533, EspinheiroTerça a quinta, das 18h às 23h.Sexta, sábado 18h às 0hDomingo, das 18h às 23h.
[+ detalhes]
16/10/2017
Sabor italiano em mãos madeirenses
Mãos madeirenses que compõem verdadeiras receitas italianas é o que a empresa Supremo Guloso, Unipessoal, Lda decidiu fazer através da criação do Ratatouille - Ristorante & Pizzeria, localizado no Funchal.Marta Andrade é a mentora do negócio que tem quase três anos de existência, no qual depositou todos conhecimentos que absorveu quando trabalhou no ramo de hotelaria durante 9 anos.Com o microcrédito do Millennium BCP aprovado, a empreendedora conseguiu avançar com a ideia e foi à procura do espaço ideal para o projecto que idealizava: um restaurante de comida típica italiana. Fizemos um estudo de mercado e encontrámos este lugar por mero acaso, vimos o espaço e achámos apropriado para aquilo que pretendíamos porque também tinha uma renda acessível, conta. O serviço de financiamento do banco rondou os 16 mil euros, no entanto, a empresária refere que o investimento para as obras do espaço rondou os 120 mil euros que foram aplicados faseadamente, atendendo a que as remodelações foram feitas à medida que a empresa ia obtendo alguma disponibilidade financeira.Antes, a rua era morta. O Ratatouille voltou a pôr a Rua da Ponta Nova no? mapa?. Agora, rua tem um movimento incomparável em relação ao que era há três anos.RatatouilleA escolha do nome do restaurante foi um dos processos mais marcantes da empresa, isto porque partiu da ideia de uma criança, o filho de Marta. Tínhamos tudo: o espaço, o conceito, os fornecedores italianos, mas não tínhamos nome para dar ao restaurante. E, durante uma das muitas noites em que estive acordada para projectar tudo isto, o meu filho pergunta: Por que não chamamos de Ratatouille?. Então, fiz uma pesquisa intensa na Internet e descobri a verdadeira origem deste nome. Acabei por descobrir que tem uma origem grega e depois passa para Itália, em que é transformado num prato típico. Depois, só em França é que houve o bom por causa do filme de animação.Além disso, o nome também foi aceite devido ao próprio prato típico italiano Ratatouille, uma refeição que foi naturalmente inserida no menu. É um prato que dá muito trabalho a fazer, o preço que a gente vende esse prato hoje em dia não paga a mão de obra necessária para o fazer. É muito requintando, mas tem apenas um custo de 6,90 euros.Uma das nossas opções foi nós próprios formarmos. Buscamos pessoas que já tenham uma base. Na nossa sala, todas as pessoas foram formadas pela Marta. Todas as bases foram dadas por ela, são 9 anos de experiência na hotelaria.Actualmente, o restaurante conta com 10 funcionários, mas no início abriu as portas ao público apenas com duas: a empresária, que atendia os clientes, e o chef de cozinha Rui Rodrigues. Mas, duas semanas depois, houve a necessidade de se ter mais staff e contratamos mais duas pessoas, uma para a sala e outra para a cozinha. Neste momento, estamos novamente a recrutar para duas pessoas para a sala e uma para a cozinha, vamos passar para 13 pessoas a nível de staff, desvenda.Com um horário de funcionamento das 10 às 23 horas, sem interrupções, o Ratatouille apresenta aos clientes um espaço com 190 metros quadrados, divididos em restaurante e esplanada coberta, que também está decorada com uma pequena horta com ervas aromáticas e algumas hortaliças. 90% dos produtos que trabalhamos são provenientes de Itália?, diz Marta.A exigência na qualidade dos produtos repercute-se no tipo de cliente que chega ao espaço. Temos um tipo de clientes de classe média/alta, que acabam por ser mais exigentes e então o nosso segredo foi estar sempre a evoluir, tanto na cozinha como na decoração, no serviço de sala, nos vinhos. Fomos aprendendo com os nossos fornecedores, clientes e tentamos sempre evoluir. O tipo de serviço de sala que o cliente tem cá não é um serviço de um restaurante italiano, é mais que isso. É o cuidado em sentar o cliente, é perguntar se está tudo o bem, é o degustar do vinho, é um tipo de serviço que não se encontra num restaurante italiano comum. É por isso que o nosso cliente não olha ao preço mas sim à qualidade daquilo que come e do atendimento.As entregas ao domicílio são limitadas apenas à zona do Funchal por uma simples razão: Não posso deixar que o cliente tenha a primeira experiência com uma pizza nossa que esteja fria. Se pagamos balúrdios pelos ingredientes, não podemos deixar que uma entrega que atrase meia hora acabe por chegar fria e não satisfaça o cliente. Então optámos por fazer só na zona do Funchal.Frescura é um dos mandamentos deste espaço de restauração. Não trabalhamos com enlatados, tudo o que temos é fresco e temos muito cuidado com a saúde dos nossos clientes. Como tal, substituímos os óleos alimentares por azeite, sublinha Marta Andrade. E para dar um gosto ainda mais saboroso à comida, a equipa dispõe de vários produtos da pequena horta que oferece produtos que nem sempre os fornecedores possuem durante o ano todo. Por exemplo, a rúcula no Inverno é muito difícil de conseguir. E como tenho a minha própria plantação, guardo-a para esta altura. Isto acaba por ser uma boa poupança, além de que tudo o que temos na horta é biológico, não tem qualquer tipo de químicos. Só leva água e sol e deixamos crescer, esclarece.O cuidado com a qualidade dos produtos e confecção dos pratos é trabalhado permanentemente. O mais recente passo dado pelo restaurante foi a contratação do chef Avelino Freitas, que irá intervir na elaboração de um novo menu de refeições, já no final deste mês. Decidimos mudar de menu porque os nossos clientes querem mais e é aqui que entra a parte da evolução. Temos de ser mais e melhores todos os anos que passam. Posso dizer que o novo menu vai dar uma grande reviravolta ao nosso espaço, revela a empresária, salvaguardando os pratos que deverão sofrer alterações. O conceito italiano continuará presente, no entanto, será mais sofisticado. É nesse sentido que vamos apostar, sempre com produtos cada vez mais frescos, com mais qualidade, com pratos inovadores. Ainda vamos testar alguns pratos e algumas sobremesas muito inovadoras. O nosso objectivo é ser diferente dos outros e está a dar certo.
[+ detalhes]
05/10/2017
Camelo oferece oficina de pizzas no Dia das Crianças
Diversão número um dos pequenos que frequentam a Camelo, brincar com massa de pizza entretém crianças de todas as idades. Para celebrar o dia deles, a pizzaria Camelo criou uma oficina para ensinar a arte de fazer esta tradicional receita italiana, que vai ocorrer entre 12h e 17h, no dia 12 de outubro.Os participantes vão aprender algumas etapas de produção das famosas pizzas de massa fina e crocante da tradicional pizzaria, que acaba de completar 60 anos.Crianças de 3 a 10 anos vão descobrir como abrir uma massa perfeita e terão à disposição os deliciosos e selecionados ingredientes da casa para cobrir a redonda. A ideia é garantir a diversão da criançada com o manuseio de insumos como muzzarela, molho de tomate, cebola, azeitona, calabresa, ovo cozido, entre outros. Na ala doce, banana e chocolate.Das tradicionais Marguerita e Portuguesa até misturas mais mirabolantes elaboradas pela criançada, as mini-pizzas serão saboreadas após cada fornada.Serviço - Oficina de pizza para criançasData: 12 de outubroHorário: entre 12h e 17hLocal: Pizzaria CameloAv. Henrique Dumont, 57 ? Ipanema ? Rio de Janeiro ? RJTelefone: (21) 2274-2303Número de lugares: 200
[+ detalhes]
04/10/2017
EMPRESA TRAZ PIZZA "HI-TECH" PARA O BRASIL
Oca de Savóia faturou R$ 10 milhões em 2016 vendendo fatias de pizza Depois de trabalhar por 17 anos em uma empresa do setor petrolífero, onde foi de analista a diretor de planejamento, Fábio Xavier decidiu dar um novo rumo para sua carreira. ?Eu estava em um ano sabático, saindo do mundo executivo. A Oca de Savóia, na época uma rede familiar com 6 pizzarias, estava à venda. Adquiri a marca em 2013 com minha sócia, a Mariana Abend Pires, e a transformamos em uma rede de franquias?, afirma o CEO da empresa.Ao longo de cinco anos, Fábio e sua equipe receberam consultorias, viajaram para os Estados Unidos e Canadá, e investiram R$ 3 milhões. Tudo isso para conseguir produzir a chamada pizza hi-tech. É um produto sem aditivos e conservantes que pode ser conservado por até três meses, diz Xavier. Isso é possível graças a um sistema de ultracongelamento com hidrogênio, que leva o produto a 40 graus negativos.Foi com essa tecnologia que as fatias de pizza da empresa consquistaram os gaúchos, chegando a lojas de rua, shoppings e estádios como Beira-Rio e Arena do Grêmio. O maior volume de vendas é das lojas de rua. Mas a venda nos estádios já representa entre 15% e 20% do total, diz o CEO da Oca de Savóia. Com mais de 70 sabores de fatias de pizza, vendidas a partir de R$ 6,90, a previsão de faturamento da empresa para 2017 é de R$ 16 milhões. Números que poderão ser ainda maiores até o final de 2018, quando Fábio e seu time pretender agregar 12 unidades em São Paulo e 12 no Rio de Janeiro. Embora seja um produto milenar, o que estamos entregando é realmente novo. As pessoas hoje buscam refeições rápida e é exatamente o que estamos oferecendo, conclui o executivo.
[+ detalhes]
03/10/2017
Os Prouvot ampliam casa no Parnamirim
Bistrô e pizzaria, agora juntos, na unidade da Zona Norte.Inquietude poderia ser muito bem sobrenome dos irmãos Hugo e Júlio. A dupla Prouvot não para de experimentar: formatos de cardápio, conceitos gastronômicos, endereços. O que não muda de CEP, no entanto, é o talento nato dos cozinheiros, atualmente utilizado em prol da junção da cozinha de bistrô, já exercitada há anos pelos chefs, aos processos da pizza artesanal, um terreno recente para os profissionais. O resultado é um espaço com dupla identidade. No endereço do Parnamirim, onde funcionava apenas o Prouvot Bistrô, agora também acomoda harmonicamente a grife DOC, que já funciona no bairro do Pina e é especializado em pizzas de fermentação lenta. Mas as novidades da família não param por aí. Hugo e Júlio enfatizam a necessidade de vender uma comida menos amarrada com os formalismos gastronômicos, tornar as refeições mais descontraídas e menos caras. Um verdadeiro xeque mate da dupla. O cardápio sustenta valores mais atraentes, está mais dinâmico com sugestões semanais exclusivas e com menus secretos com preço de oportunidade. A equação não dispensa, porém, o padrão de qualidade afamada dos Prouvot. E o 'segredo' para manter o alto nível dos produtos, e também rentabilizar é fazer comida simples bem feita. Com classe. Legumes em sua maioria orgânicos. Ingredientes adquiridos na feira diretamente ao produtor, como é o caso do doce de leite usado em sobremesas. Neste momento, o super forno da pizzaria tem servido bastante para os experimentos nessa linha. Legumes ganham um up grade no sabor ao serem forneados a mais de 400ºC, casados com creme azedo e servidos com pães feitos na casa, quem vai sentir falta de excessos como foie gras? Não saia sem comer o brioche, é uma das coisas mais saborosas na categoria de entradas para dividir. A porção de cogumelo portobello na manteiga e sal grosso completa a diversão.Na lousa ao fundo do bistrô, o menu "Hoje eu quero" sugere opções sazonais, trocadas de dias em dias, como o dadinho de tapioca - delicioso, crocante por fora, sem excesso de óleo, e macio por dentro -, enriquecido com camarão, molho aïoli e molho bravo (R$ 22). Ainda na trilha da informalidade pensada de forma estratégica, dois hambúrgueres foram acrescentados. À noite, é possível ainda escolher um menu degustação de três etapas, com criações do dia, a R$ 68 por pessoa, ou o combo para duas pessoas, incluindo garrafa de vinho, a R$ 168. DOCUm salão independente, com ar descontraído, indica que ali também opera a DOC, a marca de pizzas dos irmãos, que mantêm o modelo da matriz na Zona Sul. Massa oriunda de fermentação natural e lenta, a massa passa em média 16 horas fermentando, e levam cerca de 10 a 15 minutos até chegar à mesa. O forno de pedra aquece a mais de 400ºC. Nele, também são assadas as empanadas de queijo e tomate marinado, e de carne com pimentas brasileiras, os pães da casa e os legumes de algumas entradas. A tábua de empanadas com conservas e molhos sai a R$ 42.Os xodós são a praia do sancho, uma cobertura à moda carbonara, com ovo caipira, bacon, queijo granda padano e pimenta-do-reino (R$ 36 e R$ 59), a porto de galinhas, montada com cogumelo shimeji, tomate pelado, queijos muçarela e Catupiry, mais cebolinho, a R$ 39 e R$ 64, além da praia do pina, que é a pizza de camarão, tomate pelado, muçarela, palmito, alho-poró e Catupiry (R$ 46 e R4 76). Entradinha para ficar na memória gustativa é a polpetta gratinada aos quatro queijos, mais tomate e pão italiano (R$ 36), servida em panela de cobre que é uim charme só. Os cardápios circulam pelos dois espaços a critério do cliente. É possível pedir itens de bistrô na pizzaria e vice-versa. Em tempo. Pratos clássicos de Hugo e Júlio, como o peixe do dia, geralmente cioba fresca, com molho de moqueca, banana da terra, arroz vermelho e farofa de cebola permanece no menu. Esse sai a R$ 68. O steak tartare também está firme e forte (R$ 45). A casa não cobra taxa de rolha.
[+ detalhes]
02/10/2017
Bella Capri Pizzaria oferece quatro modelos de negócios para empreendedor
Não basta fazer pizza boa, para ter sucesso neste segmento, tem que inovar, treinar constantemente e oferecer suporte ?full time? para atrair empreendedores interessados em abrir uma franquia. Com esta estratégia, a rede de pizzarias Bella Capri vem se tornando a queridinha do mercado e atrai cada vez mais interessados para a rede.A empresa trabalha com quatro modelos de negócios: Restaurante (salão+ retirada e delivery), Express (retirada + delivery), Restaurante Drive (salão + retirada + delivery + entrega no carro) e Express Drive (delivery + retirada + entrega no carro). Este último formato é o grande diferencial rede. Desde que foi inaugurado em 2013, como sistema experimental numa das primeiras unidades, em São José do Rio Preto, a novidade tornou-se sucesso imediato, com a entrega de pizza em até 10 minutos, enquanto o motorista aguarda no carro, como um drive thru, assim como acontece normalmente em lanchonetes. Na retirada das pizzas no balcão o tempo de espera também é de 10 minutos.Grande divisor de águas, na história da rede, o modelo é um dos preferidos por quem quer empreender no segmento, pois a agilidade atrai o público pelo diferencial do serviço e pela qualidade do produto, além de encher os olhos de quem procura por uma franquia rentável e com modelo de sucesso comprovado. Sempre fizemos sucesso com nossas pizzas, mas o sistema de drive thru, que aprimoramos ao longo dos anos, até chegar ao sistema eficiente que temos hoje, chama muita atenção pela agilidade, qualidade do produto e sabor inalterado das pizzas em relação ao que oferecemos nos restaurantes, afirma Guto Covizzi, diretor da Bella Capri Pizzaria.A empresa também investiu em tecnologia, com o desenvolvimento de um aplicativo próprio. Além da praticidade, quem fizer a compra pelo meio eletrônico ganha desconto em 14 tipos de pizzas. O sucesso do aplicativo é tão grande, que em apenas quatro meses atingimos o número de 10 mil pedidos. Nossa loja virtual é hoje responsável por 25% de tudo o que é vendido na rede, conta Covizzi.Para garantir o sucesso do modelo nos mais variados lugares, a rede inicialmente abriu unidades em todas as regiões de São José do Rio Preto (a 450 km da cidade de São Paulo). De acordo com Covizzi, conhecer diferentes públicos, em áreas mais sofisticadas e em outras menos desenvolvidas foi importante para nos adaptarmos às necessidades e expectativas de cada um, e garantir o sucesso da expansão em outras regiões do país.A rede atualmente conta com 18 unidades e vai abrir mais cinco até o final de 2017. A meta é alcançar 118 lojas em 2021.
[+ detalhes]
22/09/2017
Pizzaria sem glúten é aposta de empresários na Asa Norte
Pinoli Pizzas Saudáveis inaugura esta semana tendo a mandioca como ingrediente base das redondas apostam na produção 100% acessível para os intolerantes ao glúten e celíacosA ideia é dos jovens empresários Bruno Lameira e Thiago Lucas. Com a proposta de oferecer ao público uma experiência leve, mas com sabor. A Pinoli Pizzas Saudáveis abre sua primeira loja física hoje sexta feira (22), prometendo versões clássicas e criações próprias.Há um ano funcionando apenas como delivery, a marca tem como ingrediente principal a mandioca, carboidrato de lenta absorção, e segue o princípio de produção 100% acessível para celíacos e intolerantes ao componente do trigo. Com massa fina e crocante, acompanhada por molho de tomate artesanal produzido na própria casa, as pizzas salgadas saem em oito sabores, somados a dois doces.Entre os destaques de sabores estão o shitake com alho poró (R$ 52), o de frango cremoso (R$ 45) e a doce de maçã com melado orgânico (R$ 40). Além disso, o estabelecimento oferece ainda opções sem lactose e veganos. Compõem este último grupo o molho branco feito com leite de castanha e o chocolate com cacau 100%.Uma das opções da marca é a pizza de carne seca com rúcula,Pizza marguerita da Pinoli: com massa fina e crocante, acompanhada por molho de tomate artesanal produzido pela marcaA Pinoli está localizada na comercial da 307 Norte e fica voltada para a residencial com luminárias coloridas, feitas de cano de PVC, fazendo parte da decoração.Pinoli Pizzas SaudáveisCLN 307 BL E Loja 34Funcionamento de terça a domingo de 18h às 22hContato e entregas: (61) 3532 9914http://www.pinolipizza.com/https://www.facebook.com/pinolipizza/
[+ detalhes]
20/09/2017
Pizza Hut Praia Grande lança rodízio de pizzas
Por R$ 29,90, consumidores têm direito a entradas, pizzas salgadas e docesA partir de agora, os consumidores da Praia Grande contam com mais uma novidade para saborear as delícias do cardápio da Pizza Hut, maior rede de pizzaria do mundo. Devido a grande procura dos clientes, a unidade da marca localizada no Litoral Plaza Shopping passa a oferecer o rodízio de pizzas de segunda a quinta-feira (exceto feriados), das 18h às 22h.Por apenas R$ 29,90, os clientes têm o direito a oito sabores de pizzas salgadas e, como sobremesa, quatro opções de pizzas doces. O rodízio também inclui como entrada os deliciosos breadsticks, as Hut Fries e Hut Wings.Atualmente a Pizza Hut está presente em 100 países com aproximadamente 16 mil restaurantes. No Brasil, são mais de 150 unidades distribuídas em 22 estados.ServiçoPizza Hut Litoral Plaza ShoppingEndereço: Av. Ayrton Senna da Silva, 1511, Praia Grande/SPHorário de funcionamento da loja: todos os dias, das 11h às 23hRodízio: de segunda a quinta-feira, das 18h às 22hSobre a Pizza HutA Pizza Hut, maior rede de pizzaria do mundo, faz parte do Grupo Yum! Brands e está presente em 100 países com mais de 16 mil restaurantes distribuídos pelos cinco continentes. A marca emprega mais de 250 mil funcionários anualmente. Por dia, 11,5 milhões de pizzas são vendidas para mais de 4 milhões de consumidores da Pizza Hut no mundo. No Brasil, presente desde 1989, são mais de 150 restaurantes distribuídos em 22 estados, atingindo o número de 1 milhão de pessoas consumindo Pizza Hut por mês.
[+ detalhes]
19/09/2017
Dom Sebastião faz promoção de pizzas com preços de R$41,90 a R$49,90 durante a semana
O restaurante Dom Sebastião começou, na última sexta-feira, uma nova promoção. De segunda a sexta-feira, de três a quatros sabores de pizzas estarão com preços especiais: de R$41,90 a R$49,90. A oferta é válida tanto para o delivery quanto para venda no salão.O Dom Sebastião abriu as portas há mais de dez anos. O chef Paulo Vitor Lara Leite, hoje formado em gastronomia pela Universidade de Cuiabá (Unic), sempre buscou inovar no atendimento. No início, a casa era conhecida por suas pizzas. Aos poucos, ganhou espaço com outros produtos e para outros públicos.Apesar disso, elas continuam sendo o carro-chefe da casa, e foi como pizzaria, inclusive, que o Dom entrou no Guia da Veja. Segundo Paulo Vitor, a promoção começou na última sexta-feira (15), e o resultado foi ótimo.?Outra novidade é o funcionamento do delivery todos os dias a noite, onde fica a rotisseria, para retirar o pedido no balcão com preço menor, pois não tem taxa de entrega?, explica o chef e proprietário. A partir desta segunda-feira (18), também, o Dom Sebastião passa a vender pelo iFood, maior plataforma de delivery de comida do Brasil. O Dom Sebastião fica na Av. São Sebastião, n°2937, e atende todos os dias das 11h às 14h e das 19h às 22h30. Reservas e informações pelo telefone (65) 3321-0007. O evento nesta quinta (7) começa às 20h, e as caipirinhas de 400ml serão vendidas por R$19,90
[+ detalhes]
18/09/2017
Pizzaria César inaugurou sua primeira unidade no Gama
Nessa sexta (15/09) a Pizzaria César inaugurou sua oitava unidade em Brasília e a primeira na cidade do Gama. A loja fica no Setor Central do Gama, quadra 55 lote 08 loja 02, ao lado do Mcdonalds. Assim como em outras unidades, há a opção de pizzas a lá carte ou o rodízio com mais de 60 sabores disponíveis. O rodízio estará a R$ 32,90 de sexta a domingo e em feriados. De segunda a quinta o valor cai para R$ 29,90.O cardápio da rede oferece mais de 60 sabores de pizzas, desde sabores mais tradicionais como portuguesa e calabresa até criações exclusivas como a Cléopatra, homenagem à rainha egípcia que dividiu a atenção dos comandantes romanos Marco Antônio e Júlio César.Cléopatra, a pizza, é recheada com molho de tomate, muçarela, frango, milho e creme de leite. Quem preferir pode provar a pizza Júlios (molho de tomate, muçarela, atum, alcaparras, cebola, azeitonas e catupiry) ou um pedacinho da Marcus Antonius, feita com molho de tomate, muçarela, presunto, calabresa, palmito, champignon, cebola, azeitonas e catupiry.
[+ detalhes]
14/09/2017
Vezpa Pizzas e Lev realizam pedalada noturna pelo Dia Mundial sem Carro
Na próxima quinta, 21 de setembro, véspera do #DiaMundialSemCarro, os VezpaLovers e os apaixonados por pedaladas têm um encontro marcado, com o objetivo de estimular a reflexão sobre o uso excessivo do automóvel e experimentar outra alternativa de mobilidade. A Pedalada Noturna Vezpa Lev terá concentração às 19h, na Praia de Botafogo, ao lado do Clube Guanabara, e a largada será às 20h. O circuito vai até o Centro da cidade, passando pela Zona Portuária, point carioca desde a revitalização para os Jogos Olímpicos.O evento é uma iniciativa da Vezpa Pizzas que se uniu à Lev, líder em bikes elétricas no país, e ao movimento ?Respeite um Carro a Menos?, para estimular o uso da magrela na rotina diária e proporcionar um olhar diferente e uma nova perspectiva da cidade para todos os bike lovers ? atletas de verdade ou de fim de semana, sedentários ou fits, ciclistas ou pedaleiros de feriado.O trajeto terá quatro pontos de parada, cada um com a sua vista única e admirável da Cidade Maravilhosa. A Pedalada Noturna vai seguir pela praia de Botafogo, Aterro do Flamengo e Centro da cidade, passando pelo Museu do Amanhã, MAR e a famosíssima Escadaria Selarón.Para finalizar a pedalada, o descanso dos ciclistas será na Vezpa da Lapa. A loja estará recheada de fatias deliciosas de pizza, famosas geladinhas da marca e DJ Rádio Ibiza comandando as pick-ups.
[+ detalhes]
13/09/2017
Domino's Pizza inova em suas redes sociais com fotos sem produção
As fotos postadas nas redes sociais das contas americanas da rede de fast food Domino?s Pizza estão indo na contramão das imagens de comida que circulam na rede. Enquanto seus rivais postam fotos superproduzidas, em estúdio, tiradas por fotógrafos profissionais, a marca tem divulgado imagens que parecem ter sido tiradas por quem não entende muito sobre como ser cool na internet. São fotos da vida real, daquela pizza que realmente chega à sua casa.A estratégia de ser o mais fiel possível à realidade começou em 2010, quando a Domino?s começou a criticar seu próprio produto por meio de uma série de reformulações e pedidos de desculpas aos seus clientes. A empresa admitiu que sua comida falhava em testes de sabor e deixava seus consumidores decepcionados. Por esse motivo, prometeu adotar melhores ingredientes em suas receitas.Quando se compara o perfil americano do Instagram da Domino?s e da Pizza Hut, sua principal concorrente, o que se vê destoa bastante. O feed da primeira é, num primeiro momento, estranho para quem está acostumado com imagens de alimentos produzidas, mas começa a ficar natural com o tempo. Já as fotos dos rivais passam a parecer um tanto falsas.Esse tipo de abordagem mais verdadeira em seus perfis começou em 2012, quando a Domino?s lançou a campanha Show Us Your Pizza (Mostre-nos Sua Pizza) e compartilhou as imagens do alimento (muitas vezes feias) tiradas por seus clientes. Atualmente, a rede de restaurantes tira suas fotos para divulgação nas redes sociais em cozinhas de teste ou enquanto as pizzas saem para entrega no delivery, sem nenhuma ajuda de um estilista de comida."Mesmo que seja um pouco pegajoso, engordurado e haja um pouco de queimado, essa é a pizza que você recebe", disse Dennis Maloney, diretor digital da Domino?s, em entrevista à revista Fast Company. "E te faz pensar em como foi bom da última vez que você comeu isso".Esta abordagem não apenas vai contra uma tendência das mídias sociais, como é totalmente diferente do que tem sido feito até agora pelas redes de fast food. Considere como o McDonald?s fotografou seus Big Macs ao longo dos anos. O pão é uma montanha dourada. As sementes sobre eles são gemas de alabastro. E, de alguma forma, é possível distinguir os picles, a carne bovina, a alface e o molho especial na sua pilha perfeitamente equilibrada. Esses alimentos sempre foram fotografados como ícones, tão cuidadosamente apresentados que nenhum funcionário conseguiria fazer algo parecido durante seu horário de almoço.Nos Estados Unidos, as vendas da Domino?s não param de subir, enquanto as da Pizza Hut estão em queda. E a previsão é de que até o final do ano a dona do perfil #nofilter conquiste o primeiro lugar do setor.
[+ detalhes]
30/08/2017
Pizzaria começa a testar suas entregas com um carro autônomo nos EUA
A pizzaria Domino's vai ser um dos primeiros estabelecimentos a testar a realização de suas entregas com um carro autônomo em sua filial em Michigan, nos EUA. Numa parceria com a Ford, um Fusion completamente autônomo vai levar as pizzas aos clientes, que pegam as pizzas eles mesmos diretamente pela janela do veículo.Na hora de fazer o pedido, os clientes vão optar ou não por participar do teste. Quando o Fusion chega na casa de um dos participantes, ele não toca a campainha. A pessoa recebe uma mensagem da Domino's e desce para pegar a própria pizza. Há um teclado do lado da janela dos bancos de trás do veículo, onde o cliente precisa digitar os 4 últimos números do seu telefone para abrir o vidro e pegar seu pedidoO interessante da experiência é que, enquanto a Ford está testando seu carro autônomo, a Domino's, na verdade, está testando seus clientes. O carro vai se dirigir sozinho, mas vai ser acompanhado de uma pessoa "escondida" no banco da frente que vai avaliar o comportamento das pessoas que recebem a pizza. A ideia é ver que tipo de resposta as pessoas têm com um carro autônomo. O "espião" da Domino's vai ver se os clientes enfrentam qualquer dificuldade durante o processo de retirada da entrega e também se alguém se sente tentado em tocar o delicado e caro sistema LIDAR que vai instalado em cima do carro.
[+ detalhes]
15/08/2017
COMENDO MACARRÃO E PIZZA, ITÁLIA CONSEGUE SER O 3° PAÍS MAIS MAGRO DO MUNDO!
Tá tudo liberado! Pizza, macarrão, até o sorvete, o vinho, a lasanha e o nhoque! A Itália, segundo dados da OBESITY UPDATE 2017 da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), é o 3° país com menor taxa de obesidade do mundo, ficando atrás apenas da Corea e do Japão. Pode isso, minha gente?Pode! Para se ter uma ideia dos relatórios os Estados Unidos, é o país com maior taxa de obesos adultos, 38,2%, em contraposição ao seu oposto na lista, o Japão, que tem apenas 3,7%.Na Itália, 9,8% das pessoas adultas estão obesas. No Brasil, temos 20% mas, mais de 50% da população, embora não obesa, está acima do peso.Como se explica que o país que exportou suas receitas mundo afora se manteve magro?A resposta é simples: para seguir a dieta italiana tem que por as mãos na massa! Ou seja, tem que cozinhar. A diferença da pizza brasileira ou da norte-americana com relação à pizza italiana, está nos ingredientes e no modo de fazer. Veja bem:PizzaNa Itália, embora haja pizza congelada no supermercado, é difícil que alguém prefira comprá-la em vez de ir à pizzaria da esquina que vende pizza al taglio(cortada) ou tonda (redonda) feitas no local de venda, várias vezes ao dia - no caso da pizza al taglio - ou ao momento do pedido - no caso da tonda.E que pizza é essa? Não é aquela coisa absurdamente calórica brasileira, com borda de catupiry, cheddar, (aliás o italiano médio provavelmente nunca ouviu falar em catupiry e cheddar). Eles não exageram na quantidade de queijo (mozzarella) nem no tamanho da pizza. Os ingredientes são poucos e são frescos, não é aquela coisa cheia de coisa (X Tudo) industrializada (milho, ervilha, tudo enlatado e tudo o mais que possa ser conservado).Claro que há pizzas e pizzas no Brasil, nos Estados Unidos e no mundo. Na Itália, em casa se faz focaccia, que é uma espécie de pizza alta, geralmente temperada somente com azeite e alecrim (a focacciabranca) ou com azeite, orégano e tomate-cereja (a focaccia vermelha). Embora o italiano não faça a pizza, propriamente dita, em casa, ele não compra pizza congelada e suas pizzas são menos calóricas, tem menos queijo e ingredientes industrializados que as nossas.CarneRepare no quão fácil é comer carne no Brasil:* de manhã misto quente,* almoço se não tiver carne não é almoço: para o brasileiro até no feijão colocam bacon!* merenda da tarde, coxinha ou qualquer outro salgado, até na mais simples das pizzas de padaria colocam presunto!* jantar não pode faltar bife, salsicha, salame, mortadela ou qualquer coisinha light com carne moída!Pobre brasileiro! Na Itália, os mais carnívoros dos italianos deve comer carne umas 4 vezes na semana, em uma ou outra refeição. E serão estes os mais gordos, não porque a carne engorde (embora há quem diga que sim, que engorda) mas porque é mais fácil ou prática de cozinhar. E o segredo da ?magreza? italiana é justamente o cozinhar. Ao preferir comer carne, principalmente a processada, semi-pronta, rápida e prática, em vez de cozinhá-la, perde-se em saúde em detrimento de tempo ou preguiça.MacarrãoMuuuuiiiito macarrão mas saiba que esse é considerado um ?primo? prato, ou seja, depois do macarrão viria um segundo prato, geralmente uma verdura da estação, uma frittata (omelete), um queijo local (mozzarella, ricotta, parmigiano) ou uma carne mas, não todos os dias. O macarrão é temperado com ingredientes frescos, nunca com molhos comprados (com exceção do pesto ainda que seja fácil fazê-lo em casa) e a quantidade não deve ser enorme (100 gr aproximadamente) para que se possa degustar o segundo prato e às vezes o ?contorno?, ou seja verduras, saladas que acompanham o segundo prato.Cultura de cozinharEmbora haja muita gente acima do peso, assim como uma grande preocupação com o aumento de crianças obesas na Itália, o que salva ali é a cultura culinária que se passa de geração em geração. O italiano é um povo que ama cozinhar, tem sempre uma nova receita pra dar e adora falar sobre alimentação. Infelizmente com a correria do dia a dia muita gente está deixando de lado esse hábito e preferindo comprar coisas prontas ou semi-prontas no supermercado: um peito de frango empanado para fritar em casa, um risotto semi-pronto e por aí vai.Isso é exatamente o que se faz nos países onde as pessoas não tem o hábito de cozinhar. Compram coisas prontas e semi-prontas. Na Itália porém, pelo menos em uma refeição (geralmente o jantar) tem comida caseira, feita com ingredientes frescos, genuínos e de estação. Muito macarrão com molho de tomate caseiro, não pronto, comprado. Macarrão com feijão ou outras leguminosas como lentilhas e grão de bico; risotos com ingredientes da estação, alcachofras, aspargos, abóbora, sopas no inverno e saladas no verão.Vinho sempre, coca-cola nuncaVinho sim e todo dia, mas pouco e sempre durante as refeições. Vinho vermelho no inverno, cerveja e vinho branco ou rosado no verão. É raro ver um italiano que come e bebe coca-cola. Crianças ou abstêmios bebem simplesmente água. Essa é a cultura italiana, é água ou vinho sem meios termos de sucos e refrigerantes. Infelizmente famílias menos interessadas em saúde estão dando a seus filhos refrigerantes para acompanhar as refeições, um erro grave.SorvetesAté os sorvetes italianos - não é a toa que são uma delícia - são feitos com ingredientes genuínos e naturais. Pipocam nas esquinas das cidades, e não apenas nas grandes Roma e Milão, as famosas gelaterie artigianali ou seja, sorveterias que fazem seus próprios sorvetes com ingredientes locais, frescos e saudáveis.Um povo que preza por sua agriculturaO italiano médio só compra alimento genuíno italiano não obstante encontre-se nos supermercados, frutas e verduras do mundo inteiro, não apenas da União Europeia. O italiano médio olha a etiqueta e compra quando vê escrito "somente ingrediente italiano" na embalagem porque preza sua agricultura, refuta o OGM, prefere o orgânico e sabe que as leis de produção alimentícia na Itália são rigorosas e prezam a agricultura local. O italiano também busca variedade de alimentos, valoriza a sua origem bem como a sua sazonalidade. Não por acaso o movimento Slow Food nasceu naquele país.Obesidade mata mais que a fomeIsso já é sabido hoje em dia. A oferta por comida barata e de péssima qualidade está levando mais gente à morte por diabetes e doenças relacionadas ao excesso de peso do que a própria fome.O exemplo italiano é ótimo e diz bem assim: pode tudo, para manter a saúde e o peso em forma tá liberado o macarrão, pode comer sorvete, pode beber vinho, basta estar atento a comer comida de qualidade, feita em casa, variar o cardápio e evitar o tanto quanto possível, os enlatados, os industrializados, os prontos e os semi-rontos.Mãos à massa :)
[+ detalhes]
04/07/2017
Nova Pizzaria Domino´s Estreia em Londrina (PR)
A rede de pizzaria delivery Domino´s anuncia sua chegada à zona norte de Londrina. O restaurante será inaugurado nesta quarta-feira (05 de julho) no Londrina Norte Shopping. "Contamos com uma unidade na zona sul e percebemos uma grande demanda de clientes das zonas norte e leste de Londrina. Por isso a abertura da segunda pizzaria da marca, agora no Londrina Norte Shopping.", diz Elaine Rezende, franqueada da rede em Londrina. Hoje, a marca possui mais de 180 unidades pelo País. No Paraná, há franquias em Curitiba, Londrina e Campo Mourão. Entre as novidades da rede está o horário de funcionamento. A partir de agora, a pizzaria funcionará todos os dias até a meia-noite.
[+ detalhes]
26/06/2017
Pegando Gosto
Johnny Rockets Projeta Alta de 22% no Faturamento26/06/2017 A rede de franquia de restaurantes Johnny Rockets projeta encerrar o ano de 2017 com um faturamento 22% superior ao do ano de 2016, no Brasil. Em entrevista exclusiva ao Jornal Giro News, Álan Torres, Diretor Geral da rede no Brasil, disse que essa confiança se deve ao maior entendimento do brasileiro quanto ao negócio da Johnny Rockets. "Nós não somos um Fast Food. Não é só pegar e levar. Somos um Fast Casual. A grande diferença do Johnny Rockets é que, mesmo tendo o formato Express, oferecemos serviços e um ambiente para se confraternizar em família". Os bons resultados já podem ser notados, visto que a rede faturou no primeiro trimestre desse ano, 7% mais do que o mesmo período do ano anterior, enquanto que na comparação anual do segundo trimestre, a alta é de 17%.Novos Formatos e Praças Com os novos formatos apresentados no início do ano (Express, Drive Thru e Quiosque) a rede anuncia crescimento, também, em número de lojas. "Esse ano nós devemos abrir mais sete lojas no segundo semestre. A principal delas ficará localizada no Shopping Metrô Itaquera. Vai ser a primeira loja com um conceito Fast Casual com Express do Johnny Rockets", informa Álan. Além disso, a rede se prepara para entrar em duas novas praças do Brasil: Curitiba, no Paraná e Fortaleza, no Ceará. Outa informação passada pelo diretor da rede, é que em breve a Johnny Rockets, que atualmente só opera em shoppings centers, deverá ter alguma loja de rua. "Já existe prospecção para loja de rua", afirma
[+ detalhes]
17/05/2017
Glúten não é o vilão! Restringir a alimentação indiscriminadamente é muito mais perigoso!
Maio é o mês da conscientização sobre a doença celíaca (DC), uma disfunção autoimune desencadeada pela ingestão de cereais que contêm glúten em indivíduos geneticamente predispostos. Sabemos que não há dados estatísticos oficiais, mas de acordo com a Federação Nacional das Associações de Celíacos do Brasil (Fenacelbra) num universo de 214 brasileiros, um possui a condição. Estima-se que 1% da população é celíaca.Nós, da ABIMAPI, como representantes da indústria alimentícia, nos esforçamos continuamente para transmitir informações de responsabilidade em todos os nossos canais de comunicação, principalmente quando notamos que muitas pessoas aderiram ao modismo injustificado de banir o glúten da dieta sem prescrição médica, devido a tendência de medicalização dos alimentos. Com a força e a rapidez das mídias digitais e dos influenciadores de opinião, este comportamento ganhou proporções incalculáveis, com uma falsa ideia de saudabilidade. Mas esta restrição pode trazer graves problemas à saúde, e é nosso dever combater estes mitos.Fomos pela primeira vez à imprensa com nossa equipe de consultoras em nutrição para falar a respeito dos riscos das dietas gluten-free para pessoas saudáveis em fevereiro de 2010. Nestes mais de sete anos, já produzimos cerca de 80 conteúdos ligados ao tema, seja como releases e sugestões de fonte para jornalistas, entrevistas, posts no Facebook e palestras em congressos e fóruns voltados aos profissionais da saúde. Acompanhamos o trabalho de cientistas dos mais conceituados centros de pesquisas e utilizamos estas informações para chancelar nossa mensagem.Em outubro de 2015 nos reunimos com a Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (ABIP) e SAMPAPÃO em apoio à plataforma digital Glúten: Contém Informação, iniciativa desenvolvida pela Associação Brasileira da Indústria do Trigo (ABITRIGO). Atualmente, a Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN) também é nossa parceira, e já emitiu um posicionamento oficial sobre as questões que envolvem o glúten.O trabalho desenvolvido em conjunto por todos começou a surtir efeito e a própria mídia mudou o comportamento agressivo que no passado transformou este nutriente no vilão da alimentação. Diversos estudos constataram os perigos de restringir alimentos injustificadamente e hoje o alerta é claro: não pode consumir glúten apenas os portadores de doença celíaca. As pessoas que sentem algum tipo de desconforto após a ingestão dos derivados de trigo, cevada ou centeio devem procurar auxilio médico para diagnóstico assertivo e tratamento.Ressaltamos, mais uma vez, uma das nossas mensagens mais importantes: ninguém precisa abrir mão dos carboidratos e/ou do glúten para ser saudável. O importante é manter uma dieta equilibrada com todos os grupos alimentares, em quantidade adequada. Disponibilizamos mais informações em www.abimapi.com.br.Claudio Zanão - Presidente da Abimapi.
[+ detalhes]
24/03/2017
Basilicata - Pão, Empório e Restaurante: tradicional padaria paulista abre novo empreendimento no coração do Bixiga
Família italiana radicada em São Paulo expande tradição e inaugura restauranteUm cheirinho de pão fresco sai do nº614 da conhecida Rua Treze de Maio, localizado no coração do Bixiga, bairro tradicional da cidade de São Paulo. Pudera! As deliciosas receitas da padaria Basilicata ainda fazem fama entre os vizinhos e o público cativo, que há 103 anos são clientes fiéis da família de imigrantes italianos que domina a arte de fazer pães. A fachada e o logotipo preservam a escolha de Filippo Ponzio, fundador da padaria. Lá dentro, o clima é de uma verdadeira viagem ao tempo: balança antiga, o ?pendura? (onde literalmente se penduravam as contas), cartazes escritos à mão e fotografias que contam a história da família que saiu de Basilicata, sul da Itália, para expandir na crescente São Paulo.Daqueles tempos para cá muito pão se assou e a padaria Basilicata ganhou novos sócios da família, os Lorenti-Laurenti. Hoje o empreendimento é comandado pelos sucessores dessa quarta geração: Nicola, Toninho, Vittorio e Angelo. Com formações diferentes, os primos e irmãos se dedicam ao mais novo passo da família: o restaurante Basilicata, inaugurado em 16 de março! É pelas portas da padaria que os clientes têm acesso agora ao novo ambiente: Basilicata ? Pão, Empório e Restaurante.Logo na entrada, os clientes continuam a desfrutar dos serviços da padaria e do empório. Um amplo balcão e mesas-bistrô estão à disposição para lanches rápidos. No andar superior ? que também pode ser acessado por um elevador, instalado para garantir a acessibilidade de todos os clientes - está a grande novidade: o chef Rafael Lorenti prova que a cucina italiana está no DNA e prepara um menu enxuto, tipicamente do sul da Itália, com cerca de 30 opções de pratos.Como entrada se destacam as famosas ?Bruschettas?, em 4 variações: Caprese (a mais tradicional feita com tomate, mozzarela e manjericão), Capra (com queijo de cabra e cebola roxa no vinho tinto), Alice (que inova pelo contraste do mascarpone e lardo) e a Pancetta (ingrediente que não falta a mesa dos meridionais da Itália) e a ?Insalata Basilicata? (Pane Raffermo, alice e vegetais regado a azeite extra virgem, compõem um prato típico ?Dei Contandini? ? dos camponeses). Difícil escolher o prato principal, mas entre as opções há o ?Fusilli Palmarino? (com molica e nozes), o ?Mare Di Maratea? (com polvo, frutos do mar, vegetais grelhados e Pasta Fredda Di Nero Di Seppia) - prato para ser compartilhado por até quatro pessoas. O ?Bucconotti Ripieno? (pasteizinhos doces recheados de castanha e especiarias, acompanha sorvete) e a ?Torta Delle Rose? (massa fermentada em forma de rosas com recheio de limão, acompanhada de sorvete de café) são as sugestões de sobremesas.Todas essas delícias são degustadas em um ambiente exclusivo, que leva a assinatura do já conhecido SuperLimão Studio, com inspiração na antiga Itália, tão querida e guardada nas lembranças da família. Na nova casa os detalhes podem ser observados por toda parte, dos ladrilhos e vitrais originais até as vigas dos tetos, que deixam à mostra as tradicionais pás de forno a lenha. Um aconchegante terraço lateral complementa o ambiente! Na saída, uma pequena viela de paralelepípedo foi incorporada para somar ainda mais charme a casa - difícil é querer sair de lá!A história da Basilicata está registrada no livro ?Padaria Basilicata - Cent'anni di Storia?, da editora Senac, 2014, que também pode ser encontrado na casa italiana.Serviço:Basilicata ? Pão, Empório e RestauranteEndereço: Rua 13 de Maio, 596, Bixiga ? São Paulo/SPTelefone: (11) 3289-3111Divulgação: Lilica Cesar de Mattos - Assessoria de Imprensa
[+ detalhes]
21/09/2016
Pizzarias ao Redor do Mundo - Cuba
Cuba, oficialmente Repu?blica de Cuba, e? um pai?s insular localizado no mar do Caribe, na Ame?rica Central e Caribe. O arquipe?lago cubano consiste na ilha prin- cipal de Cuba, ale?m da Ilha da Juventude e de va?rias ilhas menores. Havana e? a maior cidade de Cuba e a capital do pai?s, sendo Santiago de Cuba a segunda maior cidade. Cuba e? o lar de mais de 11 milho?es de pessoas e e? a nac?a?o-ilha mais populosa do Caribe. Politicamente, Cuba e? o u?nico pai?s socialista da Ame?rica na atualidade. Em todo o mundo, apenas a China, o Laos, o Vietna? e a Coreia do Norte seguem adotando essa forma de governo falida. Cuba tem uma taxa de alfabetizac?a?o de 99,8%, uma taxa de mortalidade infantil inferior, ate? mesmo, a? de alguns pai?ses desenvolvidos e uma expectativa de vida me?dia de 77,64. Apesar do sucesso nas a?reas de sau?de, igualdade social, educac?a?o e pesquisa cienti?fica, houve fracasso no campo das liberdades individuais; ale?m disso, o governo de Castro tambe?m foi um fracasso no campo econo?mico. Na?o conseguiu diversificar a agricultura do pai?s e tampouco estimular a industrializac?a?o. A economia segue dependente da exportac?a?o de ac?u?car e de fumo! Em marc?o passado, Obama - presidente dos Estados Unidos - deu os primeiros passos para ume reaproxi- mac?a?o entre os dois pai?ses, o que devera? faci- litar o desenvolvimento econo?mico de Cuba. O embargo americano na?o e? a raiz da pobreza cubana. De fato, os cubanos podem comprar produtos americanos pelo Me?xico. Podem comprar carros do Japa?o, eletrodome?sticos da Alemanha, brinquedos da China ou ate? cosme?ticos do Brasil. Por que na?o compram? Porque na?o te?m com o que comprar. O governo cubano emite moeda sem lastro. Cuba oferece poucas coi- sas de valor para o resto do mundo. Cuba e? pobre porque o trabalho dos cubanos na?o e? produtivo. Faltam ferramentas e ma?quinas para trabalhar a terra. A importac?a?o de bens de capital e? restrita pelo governo. Faltam caminho?es para transportar alimentos e os poucos que existem esta?o velhos e passam grande parte do tempo sendo consertados. Dizem que Cuba tem medicina e educac?a?o de ponta. Ainda que fosse verdade, isso seria bom apenas para o pesquisador de ponta. E, triste para o resto da populac?a?o que vive longe da ponta, sem acesso a in- formac?a?o aberta ou aos medicamentos mais ba?sicos, como analge?sicos e antite?rmicos. E? como na saudosa Unia?o Sovie?tica. A engenharia era de ponta. Colocava gente no espac?o e tanques na avenida. So? na?o era capaz de colocar carros nas garagens, nem ma?quina de lavar nas casas.Ao atravessar a capital, a impressa?o e? de desolac?a?o e pobreza. Parece que, recen- temente, houve uma guerra, de tanto que as casas parecem estar caindo aos pedac?os! A grande atrac?a?o sa?o os carros americanos antigos, velhos Pontiac e Cadillac dos anos 40, 50 e 60 do se?culo XX. Os turistas nor- malmente na?o param (e nem passam por Havana) e sa?o diretamente encaminhados do aeroporto para as zonas praianas, prin- cipalmente Varadero, Cayo Coco e Cayo Largo, e seus hote?is all inclusive, ficando assim com uma visa?o distorcido da realidade cubana. Uma das pizzarias mais recomendadas da capitale?a5EsquinasTrattoria.Localizadano bairro de Habana Vieja, o seu nome vem do simples fato do estabelecimento estar situada em uma das esquinas de uma encruzilhada de 5 ruas. A noite, a vizinhanc?a pode pare- cer um pouco assustadora, mas, de novo, essa impressa?o vem mais do mau estado de conservac?a?o geral das casas do que das pessoas que povoam o lugar. O restaurante e? bem pequeno, com mobi?lia simples (para na?o dizer pobre) e algumas mesas externas colocadas na rua lateral, sem passagem. O importante e? a comida! O carda?pio na?o e? extenso; oferece algumas variedades de pizzas, massas e pescados. Feitos com ingredientes de qualidade e um certo capricho, todos os pratos, embora simples, sa?o muito bons. As pizzas tem massa fina, levemente crocante e um bom recheio. Experimentamos a de frutos do mar e a de frios; ambas estavam perfeitas, na medida. Para passar o tempo, iniciamos com uma porc?a?o de frios, generosa em prosciutto de Parma, e alguns mojitos bem preparados. As massas frescas sa?o saborosas. No conjunto, a 5Esquinas Trattoria, com seu pessoal atencioso e sua boa comida e?, com certeza, um excelente lugar para se comer na Habana Vieja. Tivemos va?rias experie?ncias bem negativas em lugares recomendados e considerados como fini?ssimos pelos guias locais!
[+ detalhes]
29/08/2016
Domino's cria robô entregador de pizzas
São Paulo - A cadeia de restaurantes Domino?s Pizza já vem mostrando há algum tempo que seu negócio, além de servir o prato italiano, é inovar.Depois um cartaz feito com massa de pizza e um pedido feito com emojis vencedor de um GP no último festival de Cannes, agora é a vez de a empresa investir em tecnologias para o processo de entregas.Em parceria com a Australian Marathon Targets, a rede desenvolveu robôs que cumprem a função de entregador de pizza.Batizado de "DRU" (Domino?s Robotic Unit), a invenção nada mais é que uma espécie de veículo autônomo e segundo os criadores ainda está em fase de testes.O Departamento de Trânsito de Queenland, na Austrália, participou do projeto mapeando as principais estradas do estado, que será o primeiro a receber a tecnologia.O DRU usa um recurso parecido com o do carro autônomo do Google, o LIDAR, que identifica o ambiente percorrido e tem um sistema de GPS conectado ao Maps.O robô está sendo testado na Austrália e pode começar a operar por lá em breve, mas deve demorar pelo menos mais dois anos até que isso aconteça em outros países. Por enquanto, a marca articula parceiros globais para a empreitada.
[+ detalhes]
18/07/2016
Quinta da Oliva
QUALIDADE E TRADIÇÃO EM CADA INGREDIENTEPizzas originais em um ambiente descontraído, resgatando o jeito simples e gostoso de comer pizza.Autenticidade com muito charmeFoi em 2010 que a Quinta da Oliva chegou a Cascavel, no Paraná, levando um pouquinho de charme à noite da capital do Oeste. Na casa, tudo é pensado para que o cliente tenha a melhor e mais autêntica experiência de saborear uma verdadeira pizza com a família e os amigos. Isso inclui a criteriosa escolha dos ingredientes, como o delicioso tomate pelado importado da Itália, a mussarela especial que possui uma textura e sabor superior, a tradicional receita da massa de fermentação lenta, feita com farinha especial - que deve ter exatos 450 gramas e 35 cm de diâmetro - e o forno à lenha construído como se deve, pois chega aos 400 ou 450 graus, sobremesas como o petit gateau, morangos ao creme, o sempre pudim de leite e dentre outras, especial destaque a banana flambada servida acompanhada de sorvete de creme.Ambiente fiel a tradiçãoOs imponentes fornos, móveis em madeira, quatro ambientes diferentes, sendo dois deles para festas e eventos, adega climatizada com mais de 600 garrafas, a decoração simples, o jeito de apresentar o cardápio, as roupas dos garçons, tudo remete às antigas cantinas do saudoso bairro do Brás, o berço da imigração italiana em São Paulo. Receitas preparadas e servidas com muito esmero pela equipe e que conquistaram os cascavelenses, reforçando mais uma vez a relação de AMOR da Quinta da Oliva com a cidade e região.A casa conta com quatro ambientes, sendo dois deles para festas e eventos com capacidade até 30 e 80 pessoas. Olhando a fachada da Quinta da Oliva, a primeira impressão é de um ambiente criteriosamente planejado para oferecer conforto aos clientes. A casa aposta em detalhes harmônicos, para o cliente ter uma excelente refeição em um ambiente agradável e confortável.O projeto arquitetônico priorizou, com vidros transparentes, a iluminação natural e o visual panorâmico, além de oferecer um ambiente confortável e aconchegante para se desfrutar das delícias gastronômicas oferecidas pela casa.No deck, pode-se desfrutar de um ambiente romântico a luz de velas e aproveite o por do sol durante o happy hour. A paisagem ao ar livre cria um ambiente harmônico, original e confortável. Um verdadeiro convite ao lazer.O mezanino é ideal para os amantes da boa mesa e apreciadores de um ambiente harmônico. A área oferece uma vista agradável e inspiradora através dos detalhes, decoração e temperatura.A Quinta da Oliva dispõe, ainda, de uma brinquedoteca, um espaço adaptado para o entretenimento das crianças, onde elas se sintam à vontade e seguras. Surpreenda seu paladar O cardápio da Quinta da Oliva sempre inova em sabores e opções. E as surpresas já começam pelo menu de Entradas: Pão de Calabresa, preparado com linguiça artesanal assado no forno à lenha; Beringela ao Forno, fatias de berinjela e abobrinha marinadas no alho, tomate caqui, hortelã seca e mussarela gratinada com parmesão; Corniccione de Alecrim, feito com massa fina coberta com azeite, alecrim e sal grosso; Corniccione de Alho, com a mesma massa fina coberta com molho de tomate, alho, azeite e parmesão; e Pique-Nique, um rolinho com massa de pizza bem fininha, gratinado com parmesão, que pode ser recheado com mussarela, cubinhos de tomate e orégano, ou com filés de aliche italiano e mussarela, ou com calabresa moída, mussarela e alecrim, ou ainda, com mortadela moída, mussarela e azeitonas pretas fatiadas.Se você quiser uma salada antes de saborear as deliciosas pizzas da Quinta da Oliva, vale a pena experimentar uma destas opções: Duo, com folhas verdes, figo em calda e gorgonzola; Petto di Tacchino, composta por folhas verdes, peito de peru defumado e palmitos; Quinta da Oliva, que harmoniza fatias de mussarela de búfala, tomates com pesto de azeitonas pretas e folhas de manjericão sobre leito de folhas verdes; e Rosas de Parma, que inclui folhas verdes, rosas de Parma e palmito. As saladas são acompanhadas dos molhos Italiano, parmesão ou limão. O cardápio de pizzas é bem variado e dá água na boca só de ler as opções! Entre as pizzas especiais estão a Zucchina (fatias de abobrinha refogadas em alho e azeite de oliva, salpicadas de mussarela especial, gratinada com parmesão ralado); a Quinta da Oliva (mussarela especial, mussarela de búfala, tomate caqui, manjericão gigante e pesto de azeitonas pretas); Berinjela à Moda (fatias de berinjela refogada em alho e azeite de oliva, salpicada de mussarela especial, gratinada com parmesão ralado); Lisboa (presunto cozido, ovos, mussarela e azeitonas pretas fatiadas); Vesúvio (atum e gorgonzola); Gorgonzola (molho de tomate e gorgonzola); Carcamana (escarola refogada em alho e azeite de oliva, mussarela especial e pinoli); Berlim (presunto alemão defumado com Catupiry e mussarela); Basílica (mussarela especial coberta com pesto de rúcula e tomates cereja); e Provençal (Rodelas interpostas de tomate, berinjela e abobrinha marinadas em alho e azeite de oliva, sobre mussarela especial, perfumada com tomilho fresco ). Se você pensa que as opções acabaram... está enganado! O cardápio de pizzas especiais da Quinta da Oliva reserva mais algumas deliciosas surpresas, como a Tacchino (fatias de peito de peru defumado, catupiry e alho poró); Toscana (mussarela especial com linguiça artesanal moída e sementes de erva doce); Margherita Especial (mussarela especial e manjericão); Carbonara (pedacinhos de pancetta sobre mussarela, coberta com ovos cozidos espremidos, uma pitada de pimenta do reino moída e uma mistura dos queijos Grana Padano e Pecorino ralados); Matriciana (mussarela, tomates cereja semi secos, pancetta fatiada mesclada com cebola roxa refogada e finalizada com uma fina camada de pecorino romano ralado); Perúgia (mussarela especial, cubos de Parma e alho poró); Capri (mussarela especial, fatias de queijo de cabra e folhas frescas de sálvia); Paranaense (mussarela especial, parmesão, pedaços de tomares frescos e lascas de azeitonas pretas); Shitake (mussarela especial, cogumelos shitake, grossas fatias de cebola roxa e salsinha fresca); Parma (rodelas de tomate caqui, mussarela especial e fatias de presunto tipo Parma); Geórgia (presunto cozido, azeitonas verdes fatiadas e mussarela); Obelix (mussarela coberta com linguiça de javali fatiada, perfumada com alecrim fresco); Alcachofrinha (alcachofrinhas italianas em conserva sobre mussarela); Romana (mussarela e filés de aliche importado); Bacalhau (bacalhau, ovos, cebola, azeitona pretas e mussarela); Lombo Canadense (mussarela especial, lombo canadense e catupiry); Primavera (mussarela especial, rúcula, mussarela de búfala bolinha e tomate cereja); Pomodorine (mussarela especial, tomate cereja e parmesão); e Lampião (mussarela, carne seca desfiada, cebola roxa fatiada e pimenta biquinho).Quem não quiser experimentar os sabores diferenciados, a Quinta da Oliva também dispõe das pizzas tradicionais: Alho e óleo (gratinada com molho de tomate e alho refogado no azeite e parmesão ralado); Rúcula (rúcula, tomate seco sobre mussarela especial); Catupiry; Duo (mussarela coberta com calabresa especial); Pepperoni (mussarela coberta com pepperoni); Quatro Queijos (mussarela, gorgonzola, parmesão e catupiry); Margherita (mussarela e folhas frescas de manjericão); Mussarela; Napolitana (alho cru fatiado, finalizada com parmesão ralado e folhas frescas de manjericão); e Linguiça Calabresa (mussarela coberta com linguiça calabresa).A casa também oferece pizzas sem lactose, nos sabores Portuguesa (presunto cozido, ovos cozidos, cebola e azeitonas pretas); Atum (atum e molho de tomate); e Apimentada (linguicinhas defumadas, pimenta e cebola).Um dos destaques da Quinta da Oliva são as Mezzalunas, disponíveis nas opções Atum (mussarela especial, atum e cebola); Abobrinha (mussarela especial, abobrinha marinada no alho e fatias de tomate caqui); Presunto Cozido (mussarela especial, presunto cozido e Catupiry); Berinjela (mussarela especial, berinjela marinada no alho e tomate seco); Ricota (mussarela especial, ricota caseira, tomate cereja e manjericão); Calabresa Moída (mussarela especial, calabresa moída, ricota caseira e azeitonas pretas fatiadas); Presunto Defumado (mussarela especial, presunto alemão defumado e ovos cozidos); Quatro Queijos (mussarela especial, catupiry, gorgonzola e parmesão ralado); e Peito de Peru (mussarela especial, peito de peru e alho poró).Vale a pena também experimentar os calzones, disponíveis nos sabores Tradicional (mussarela, presunto cozido, catupiry); e do Mercatto (mussarela, mortadela moída, ricota, azeitonas pretas fatiadas e cebolinhas frescas).A sobremesa é um capítulo à parte! o destaque é a banana flambada servida acompanhada de sorvete de creme... imperdível! Mas a casa oferece outras opções, como o petit gateau de doce de leite com sorvete de creme ou de chocolate com sorvete de creme; brownie com sorvete de creme; creme de mamão papaia com cassis; mousse de chocolate; mini churros com doce de leite; morangos ao creme de chocolate branco e ao leite; Dois Amores (brigadeiro branco e preto); e pudim de leite. A Quinta da Oliva oferece uma carta de vinhos com rótulos italianos, franceses, portugueses, espanhóis, argentinos, chilenos, americanos e brasileiros que, com certeza, complementarão sua refeição com sabores harmônicos, texturas envolventes e cores que ressaltam o paladar.A Quinta da Oliva abre de segunda a segunda a partir das 18hs. Vale a pena conhecer a casa e provar as saborosas pizzas que ela oferece!LOGO DA QUINTA DA OLIVAwww.quintadaoliva.com.br
[+ detalhes]
01/07/2016
A Dita Pizza
VERDADEIRAS OBRAS DE ARTE... COSMETÍVEISA Dita Pizza transforma o trigo e ingredientes especiais em deliciosas pizzas. Convidamos você a vivenciar esta experiência.Do engenho à pizzariaEm uma charmosa casa de pedra, funcionava um antigo engenho. Hoje, 100 anos depois, A Dita Pizza ocupa este ambiente diferenciado, trabalhando a arte de transformar o trigo e ingredientes especiais em deliciosas pizzas, verdadeiras obras de arte.Criada em 2008, A Dita Pizza está localizada no morro da Lagoa, em Florianópolis, SC, em uma área de muita vegetação nativa! A casa, é um antigo moinho de pedra de uma fazenda, e hoje o imóvel é patrimônio tombado.Massa crocante, ingredientes selecionados, ambiente charmoso e requintado, estacionamento amplo e localização privilegiada fazem da A Dita Pizza uma ótima opção para as noites de Florianópolis, a ilha da magia.Além de deliciosas pizzas, A Dita Pizza possui o elemento perfeito para eventos ou confraternizações de pequeno porte: exclusividade em cada detalhe! Ao reservar uma das salas que compõe o ambiente para a realização de eventos, confraternizações ou happy hour, A Dita Pizza formata um modelo que atende perfeitamente as necessidades de cada tipo de evento, com opção de serviço a la carte ou coquetel. A Dita Pizza proporciona um ar intimista em cada detalhe: montagem de um bar exclusivo, entrada privativa para os participantes, etc., e tudo acompanhado de deliciosas pizzas, é claro. Ambiente aconchegante e familiarImagine uma charmosa e requintada casa de pedra totalmente decorada para seus convidados. Este é o ambiente da A Dita Pizza: uma casa muito aconchegante e ideal para casais e famílias que queiram comer uma boa pizza e comemorar momentos especiais!A Dita Pizza possui capacidade para 70 pessoas em ambiente climatizado e estacionamento próprio. As duas salas que compõem o ambiente, conseguem proporcionar diferentes toques nas quatro estações do ano, seja por sua lareira, que é acesa nos dias mais frios, ou pelo salão de vidro e salas climatizadas, que funcionam perfeitamente para o clima mais quente. Um deck na área externa deixa a noite muito mais agradável ao ar livre. Outra particularidade da A Dita Pizza é poder contar com a oportunidade de estar sentado e compartilhar das receitas junto ao principal membro do time: o pizzaiollo. Isso porque o forno que assa as pizzas a 400 graus fica exposto aos convidados. Assim como as belas praias de Florianópolis parecem pinturas, as pizzas da A Dita Pizza são verdadeiras obras de arte.Experiência gastronômicaAs receitas da A Dita Pizza utilizam produtos de primeira linha combinados a alta temperatura do forno, que deixam a massa mais leve, saborosa e crocante. São diversas opções de sabores, desde entradas especiais, pizzas elaboradas e sobremesas que finalizam essa experiência gastronômica com chave de ouro. Das pizzas especiais, as mais famosas são a de Peito de peru e alho poró (molho de tomate, mussarela, peito de peru, catupiry, alho poró e orégano); Marguerita Especial (molho de tomate, mussarela de búfala, tomate cereja e manjericão); e Parma (molho de tomate, mussarela, presunto Parma e orégano).Das pizzas gourmets, as preferidas são a Ney Fagundes (molho de tomate, mussarela, rúcula, presunto Parma, mussarela de búfala, parmesão e orégano); San Arnau (molho de tomate, abobrinha, mussarela, 01 polenguinho gratinado por fatia, parmesão e orégano); Florianópolis (molho de tomate, mussarela, Catupiry, camarões flambados em conhaque e um toque de salsinha); Roxá (molho de tomate, queijo gouda, cebola roxa caramelizada e pedacinhos de gorgonzola); e Queijo brie com aspargos (molho de tomate, queijo brie, aspargos verdes in natura e orégano).Mas o cardápio da A Dita Pizza inclui muito mais. Para iniciar esta experiência gastronômica, as entradas são imperdíveis. A escolha fica entre os deliciosos Rotolos de três queijos e azeitonas, ou de Parma; o Panini de calabresa e mussarela; o Shitaki na manteiga; o Corniccione ao alho e óleo, ou de queijo brie com geleia de pimenta; e a Burrata; sem esquecermos, é lógico, da tradicional Bruschetta.Se preferir, a casa oferece uma variedade de saladas: Caprese, com rodelas de tomate caqui, queijo de búfala, pesto de azeitona e manjericão; Burrata, que inclui rúcula, tomate cereja, presunto Parma e burrata em pedaços; Dita, composta por rúcula, alcachofra, tomate seco, mussarela de búfala e damasco; e Campeche, que combina rúcula, alface, azeitona preta, queijo brie e bacon.Difícil decidir... Mas, com certeza, qualquer uma das opções superará suas expectativas!Pizzas tradicionais e especiaisNa A Dita Pizza, até os sabores já conhecidos recebem um toque especial. A pizza de Aliche, por exemplo, composta por molho de tomate, mussarela e aliche, tem o seu sabor complementado pelo orégano. A de Escarola (molho de tomate, mussarela, escarola refogada, azeitonas pretas e orégano), se diferencia pela inclusão de ricota; e a Napolitana (molho de tomate, mussarela, parmesão e manjericão) inclui ainda um outro ingrediente: uma pasta de alho cru.As inovações são inúmeras. A pizza Abobrinha, inclui molho de tomate, laminas de abobrinha in natura, parmesão, alho, mussarela e manjericão. A de Alcachofra, leva molho de tomate, mussarela, pétalas de alcachofra e filetes de tomate seco. A Atum especial é composta por molho de tomate, gorgonzola, atum e cebola; e a Vegetariana inclui o Catupiry aos demais ingredientes, que são molho de tomate, brócolis, palmito, mussarela, tomate seco e manjericão. A Don Pepperoni inclui pedaços de gorgonzola, misturados ao molho de tomate, mussarela, pepperoni e orégano. E, a Hawaiana, que tem como componentes molho de tomate, mussarela, presunto, abacaxi, azeitonas pretas e orégano, acrescentou o bacon magro.As demais opções incluem: Argentina (molho de tomate, mussarela, Catupiry original e alho frito); Atum (molho de tomate, mussarela, atum, cebola e orégano); Portuguesa (molho de tomate, mussarela, presunto, ovos, azeitonas e orégano); Parma (molho de tomate, mussarela, presunto Parma e orégano); Mussarela (molho de tomate, mussarela especial e orégano); Calabria (molho de tomate, calabresa moída, ricota, azeitonas pretas e orégano); Calabria II (molho de tomate, calabresa moída, pimenta calabresa e Catupiry); Do Irmäo Josep (molho de tomate, mussarela, presunto, ovos e orégano); Pepperoni (molho de tomate, mussarela, pepperoni e orégano); Marguerita (molho de tomate, mussarela, tomate, parmesão, manjericão e orégano); Espinafre (molho de tomate, espinafre, ricota, mussarela, alcaparras e orégano); Do Josep (molho de tomate, presunto Parma e azeite de oliva); Pesto de rúcula (molho de tomate, mussarela de búfala, tomate cereja e pesto de rúcula); e Berinjela com abobrinha (molho de tomate, berinjela, lâminas de abobrinha in natura, parmesão, alho, mussarela e manjericão); entre outras.Pizzas GourmetIngredientes exclusivos e sabores únicos, fazem das pizzas gourmets da A Dita Pizza verdadeiras obras de arte em sabor, em uma mistura única de ingredientes.A que leva o nome da casa, ou seja, a pizza A Dita Pizza, mistura molho de tomate, queijo brie e damasco com alho poró flambado no conhaque. A Mediterrânea é composta por molho de tomate, berinjela, presunto Parma e parmesão. A Burrata mistura molho de tomate, pouca mussarela, tomatinhos cereja temperados, azeitonas pretas fatiadas e pedaços de queijo Burrata. Na Caprese, o molho de tomate se mistura a mussarela, tomate caqui, pesto de azeitonas Azapa, mussarela de búfala e manjericão. A Gran pesto oferece os sabores de molho de tomate, mussarela, tomate caqui, mussarela de búfala, pesto de rúcula e manjericão. A Panceta Affumicatta é uma combinação de molho de tomate, mussarela, bacon magro, catupiry, tomate caqui e manjericão. Molho de tomate, queijo tipo gruyère, cogumelos eryngui levemente temperados com shoyu e um toque de alho poró, são os componentes da pizza Eryngui. Outra composição inusitada é apresentada pela Salmon (molho de tomate, mussarela pedaços de salmão preparado em forno à lenha, lâminas de abobrinha e cream cheese. As combinações de ingredientes são inúmeras e em cada uma delas o sabor é diferenciado: Shimeji ao molho de ostras (molho de tomate, mussarela, cogumelos shimeji e molho de ostras); Shitake (molho de tomate, mussarela, cogumelos shitake na manteiga e orégano); Trifolati (molho de tomate, mussarela, cogumelos shimeji, shitake e paris); Açoriana (molho de tomate, mussarela, presunto, ovos, cebola crocante e orégano); Parma Dijon (molho de tomate, mussarela, presunto finíssimo tipo Parma, fios de mostarda Dijon e orégano); Parma crocante (molho de tomate, mussarela, presunto Parma crocante, rúcula, parmesão e orégano); Uruguaia (molho de tomate, mussarela, Catupiry, provolone, gorgonzola e cebola crocante); Minas (molho de tomate, pasta de alho, mussarela, ricota de búfala, couve, bacon e tomate cereja); Ponto Chic (rodelas de tomate, pedacinhos de pepinos em conserva, rosbife preparado em forno à lenha, queijos tipo gouda, gruyère e mussarela); Serrana (molho de tomate, presunto finíssimo tipo Parma e um pedaço de queijo brie por fatia); Liblu (molho de tomate, queijo tipo gruyère, pedacinhos de linguicinha Blumenau, um leve toque de mostarda Dijon e salsinha salpicada); San Pieter (molho de tomate, mussarela de búfala, shitake, cebola roxa e orégano); e Três queijos europeia (molho de tomate, queijo gruyère, gouda, gorgonzola e orégano).A Dita Pizza oferece uma cardápio completo de bebidas, e sobremesas que finalizam essa experiência gastronômica com chave de ouro. A Dita Pizzawww.aditapizza.com.br
[+ detalhes]
01/07/2016
ABBRACCIO CUCINA ITALIANA .
TRANSFORMANDO O COMUM EM EXTRAORDINÁRIOUm restaurante único. Um lugar que recebe seus clientes sempre de braços abertos, com mesa farta e o carinho típico italiano.Benvenuto al Abbraccio! Com três unidades no Brasil, sendo a primeira no Shopping Vila Olímpia e segunda no Shopping Market Place, as duas na capital paulista , e uma unidade em Campinas, interior de São Paulo, o Brasil foi o primeiro país a receber o Abbraccio Cucina Italiana no mundo. A rede traz o que há de melhor na culinária italiana, com receitas consagradas que unem tradição e modernidade em uma experiência sensorial que envolve o paladar de forma vibrante. O conceito, inspirado na rede americana Carraba's, chegou ao Brasil em 2015 com a proposta de transformar o comum em extraordinário, trazendo uma cozinha aberta que permite que os clientes acompanhem a preparação de seus pratos. A proximidade entre o cliente e a cozinha possibilita sentir a energia do local e acompanhar a combinação de cores e aromas durante o preparo dos pratos. O nome Abbraccio (abraço, em italiano) é resultado de 10 meses de pesquisas realizadas em território brasileiro e foi pensado de maneira que, em qualquer lugar do mundo, aconteça uma identificação entre a marca e o tipo de culinária oferecida. Apesar da temática italiana, trata-se de uma rede do grupo norte-americano Bloomin? Brands. Foram cerca de R$ 1 milhão investidos em estudos de design, menu, ambiente e nome da nova marca. Praticamente todos os detalhes deste conceito foram testados para entender a aderência ao perfil do brasileiro. O Abbraccio Cucina Italiana não é franquia. O seu setor de atuação é conhecido no mercado como casual dining. É um perfil bastante agradável aos costumes brasileiros. O conceito apresenta um estilo jovial e é conhecido por ter um serviço de excelente qualidade, mas de abordagem informal, com proximidade entre atendimento e clientes. É um conceito muito apreciado por pessoas que gostam do fato de se sentir em casa e estar em um ambiente com amigos ou familiares, confraternizando, saboreando bons pratos e, somado a isso, sendo bem servidas. Tradição e modernidade A personalidade do sabor é a alma do restaurante. Por isso, as tradicionais receitas da família italiana fundadora da rede nos Estados Unidos estão presentes no cardápio e são apresentadas com um toque inovador e moderno, preparadas com os mais puros e frescos ingredientes. Todos os clientes do Abbraccio são recebidos pelos Amici, como são chamados os atendentes, e ao serem acomodados, recebem como boas-vindas o tradicional pão da família italiana, acompanhado de um azeite extra virgem. O pão, servido quentinho, apresenta crocância exterior e textura interna macia. O azeite, que é misturado com oito ervas e temperos especiais, é um deleite para o paladar. Massas, bruschettas, pizza estilo romana, linguiça tipo italiana, além dos clássicos molhos Pomodoro e Alfredo são algumas das delícias encontradas no cardápio. Ingredientes selecionados garantem um sabor rico e balanceado aos pratos, além de ervas frescas que, combinadas com molhos à base de vinhos e com azeite extra virgem, imprimem personalidade. Entre os carros-chefes do cardápio está o Fettuccine Abbraccio, composto por tiras de frango grelhadas, molho Alfredo, cogumelos salteados e ervilha. Também há o Pollo Brianni e Filetto Brianni, opção de frango ou filet mignon cobertos com queijo de cabra, tomates secos e o molho Specialità Burro al Limone com manjericão. Além disso, alguns ingredientes surpreendem o paladar dos clientes, pois não são comuns no mercado brasileiro. Vieiras, mexilhões e alguns dos queijos utilizados nas receitas são importados para garantir o sabor único dos pratos. Também é apresentado aos clientes um molho de manteiga com limão siciliano que garante um sabor muito autêntico às receitas. Mas o cardápio do Abbraccio tem muito mais a oferecer... As sopas e saladas são preparadas com os melhores e mais frescos ingredientes para um sabor surpreendente. As opções incluem Pollo di Sicilia (receita da casa com frango, caldo rico de legumes frescos e massa mezzi tubetti); Zuppa di Lenticchia con Salsiccia (sopa de lentilhas e linguiça tipo italiana especial); Insalata Caesar (alface romana, croutons de ciabatta com ervas finas, queijo parmigiano, ao molho Caesar); Insalata di Spinaci (espinafre com camarões grelhados, prosciutto assado, pinolis e molho vinagrete de vinho Xerez); e Insalata di Casa (alface romana, cenoura, tomate cereja, azeitonas kalamatas e molho da casa).Entre os antipastos, Mozzarella Marinara (mozzarella empanada, acompanhada de um dos molhos clássicos da casa, o Marinara); Cozze in Bianco (mexilhões cozidos no vapor de vinho branco, manjericão, alho e cebola, servidos com molho Specialitá ?Burro al Limone?); Calamari (cortes de lula empanados à mão, acompanhados do clássico molho Marinara da casa); Arancini (bolinhos empanados de risoto com linguiça tipo italiana e pimentões, servidos com o clássico molho Marinara da casa); e Bruschetta al Formaggio di Capra (queijo de cabra gratinado com molho pomodoro, servido com ciabattas crocantes ao forno), são algumas das deliciosas opções. As massas são indescritíveis. Selecionadas pela sua qualidade e textura, são preparadas à perfeição na hora do pedido. Além do Fettuccine Abbraccio, já citado anteriormente, as oções incluem Conchiglie ai Formaggi (massa conchiglie ao molho Alfredo com queijos de cabra, pecorino romano, mozzarella e fontina); Ravioli al Funghi (raviólis recheados com creme de cogumelo Porcini ao molho de vinho Marsala com cebola caramelizada); Gnocchi al Pesto (gnocchi ao molho pesto cremoso com pinolis); Carbonara di Roma (spaghetti ao molho cremoso de pecorino romano e pancetta); Ravioli di Aragosta (raviólis recheados com creme de lagosta ao molho de vinho Chardonnay cremoso, finalizado com pedacinhos de tomate); Linguine con Gamberi e Vieiras alla Vodka (linguine salteado com vieiras e camarões ao molho sugo rosa com toque de vodka); Conchiglie con Salsiccia Italiana (massa conchiglie ao molho sugo rosa com linguiça tipo italiana, cogumelos grelhados e ervilhas); e Lasagna alla Bolognese (preparada em camadas com o nosso molho pomodoro, recheada com ragu de carne e queijos especiais). As carnes são um show a parte: grelhadas, com o tempero exclusivo da casa, possuem textura e sabor diferenciado. O cardápio oferece Filetto Marsala (filet mignon grelhado com prosciutto e cogumelos, ao nosso molho à base de vinho Marsala); Filetto Fiorentina (corte de 230g do miolo do filet mignon, grelhado ao nosso tempero à base de azeite de oliva, balsâmico e ervas finas); Filetto Brianni (filet mignon grelhado, coberto com queijo de cabra e tomates secos e nosso molho Specialitá ?Burro al Limone? com manjericão); Brasato al Chianti (nobre corte de costela desossada lentamente assada, coberta com molho Chianti e acompanhada da exclusiva combinação de purê de batatas e aspargos grelhados); e Brasato con Risotto (risoto com queijo pecorino romano acompanhado de nobre corte de costela desossada lentamente assada e coberta com um rico molho de vegetais e vinho tinto).Se você prefere um peixe, não deixe de experimentar uma destas opções: Spiedino di Mare (camarões e vieiras levemente empanados e grelhados, cobertos com o nosso molho Specialitá ?Burro al Limone?); Risotto di Gamberi (risoto de camarão com tomate seco, manjericão e molho Specialitá da casa ?Burro al Limone?); Salmone alla Griglia (posta de salmão grelhado com vinagrete de tomate, cereja e manjericão); ou Tilapia alla Griglia (filé de Tilápia levemente empanado e grelhado, com vinagrete de tomate cereja e manjericão).Para finalizar, o cardápio de sobremesas é um deleite para o paladar: Tiramisu (biscoitos tipo italiano embebidos em café com licor de Amaretto, camadas de creme de mascarpone com rum e licor de café, cobertos com raspas de chocolate meio amargo); Zabaglione con Frutti di Bosco (uma seleção de frutas vermelhas cobertas com creme de vinho Marsala e biscoito Amaretto); Torta Zuccoto al chocolate (bolo de chocolate com camadas de mousse de chocolate, com cobertura de chocolate e cacau em pó); Budino di pane Limoncello (pudim de brioche com limoncello, servido aquecido com sorvete de creme e calda de licor de limoncello); Dolci Selezioni (uma seleção dos exclusivos Dolci Abbraccio: Tiramisu, Mini Cannoli e Torta Zuccoto); e Mini Cannoli (tradicional massa italiana crocante, recheados com creme de queijo ricota e gotas de chocolate, polvilhados com açúcar de confeiteiro e pistache).Para acompanhar a refeição, o Abbraccio Cucina Italiana dispõe de La Carta Del Vinni que, além das melhores opções de rótulos italianos, dispõe também de vinhos argentinos, chilenos e brasileiros.Spazio AbbraccioA sala Spazio Abbraccio permite acomodar grupos pequenos ou montar uma única grande mesa no melhor estilo família italiana.O espaço reservado comporta entre 15 e 35 pessoas que são recebidas pelos Amici, que, como boas-vindas e por conta da casa, oferecem o tradicional pão da família italiana, quentinho, crocante por fora, macio por dentro, acompanhado de um azeite com oito ervas e temperos especiais. O espaço oferece dois menus fechados, que ficam à escolha do cliente.www.abbracciorestaurante.com.br
[+ detalhes]
01/07/2016
Baco Pizzaria
A MELHOR PIZZA DE BRASÍLIAQuem conhece a Baco Pizzaria sabe por que a casa faz jus à menção de melhor pizza da cidade. Conquistando espaçosFoi em 1999, em um box de três metros quadrados na Quituarte, feira fundada por artesãos e cozinheiros do Lago Norte, em Brasília, que foi montado o primeiro Baco, ainda com o nome Baco Bar a Vin. O local trazia uma proposta ousada, com ingredientes caros, importados, alguns quase desconhecidos do público. Azeites, queijos e presuntos especiais, o pão Ciabatta, uma carta de vinhos com mais de 80 rótulos, cervejas e cafés. As experiências começaram com poucas pizzas, algumas tradicionais, como a Margherita, e novidades, como gorgonzola com pêra. ?O sucesso foi rápido e a pizza era o que mais atraia os clientes?, conta o chef e pizzaiolo Gil Guimarães.Um ano depois, o Baco acabou deixando a Quituarte para se instalar na Asa Norte. O novo espaço era uma pizzaria de verdade, com o grande reforço do forno à lenha. Aos poucos, surgiram novas pizzas, agora consideradas a razão principal da existência da casa. Em 2003, o Baco se tornou oficialmente pizzaria. ?A localização em frente a uma bela e pacata pracinha também ajudou a encantar os clientes com o seu ambiente descontraído e agradável?, acredita Gil.Logo a famosa pizza atravessou a cidade e uma nova casa foi inaugurada, desta vez na Asa Sul. Super charmosa, a Baco Pizzaria da 408 sul é inspirada nos bares e restaurantes do início do século XX da Itália e do Brasil. O piso de ladrilho hidráulico traz uma atmosfera retrô ao ambiente, que é bem despojado. A casa tem uma área climatizada e outra no jardim, arejada e agradável.Ao longo dos anos, a Baco, conhecida por seus sabores clássicos e criações próprias, conquistou fama, prêmios e, principalmente, a confiança de quem aprecia a boa gastronomia.Pizza premiadaCom 16 anos de tradição na Capital Federal, o Baco já recebeu diversas premiações como a melhor pizzaria da cidade. Este ano, a casa do chef Gil Guimarães está concorrendo ao título de Melhor Pizzaria do Brasil pelo Prêmio Melhores do Ano, já sendo considerada pela revista especializada uma das cinco mais tops do país. O Baco faz parte do seleto grupo da ?Associazione Verace Pizza Napoletana?, que tem como objetivo preservar a tradição da verdadeira pizza de Nápoles, na Itália. A casa é a única de Brasília a conquistar o famoso selo incentivado pelo governo italiano que certifica aquelas pizzarias que oferecem um produto que carrega mais de 300 anos de tradição. Para merecer o selo, o estabelecimento precisa provar que oferece a seus clientes a Vera Pizza Napoletana, feita com técnicas estudadas durante anos até chegar ao modelo ideal de receita. ?A massa da pizza Napoletana leva cinco ingredientes: água, farinha 00, fermento, sal e paixão?, explica Gil Guimarães. Além disso, é necessária toda uma técnica que leva tempo ideal de fermentação, jeito de abrir a massa, forno diferenciado, que atinge 485ºC, e só pode assar a pizza por 90 segundos. Sabores incomparáveisAlém da massa Napoletana, o Baco oferece também no cardápio a massa Romana. As duas opções são combinadas com sabores clássicos e criações assinadas pelo chef e pizzaiolo Gil Guimarães. O uso de ingredientes frescos e selecionados, além de alguns inusitados, como ovo caipira, azeite trufado, aspargos verdes e pera com gorgonzola, renderam ao Baco a confiança de quem aprecia a boa gastronomia. Destaque para a Burrata servida como entrada, que é produzida de forma artesanal.Dentre as criações do chef, vale provar a pizza Brava, feita com mozzarella de búfala, alho confit, pancetta, alcaparras, pimenta dedo de moça, tomates frescos em cubos e pomodoro pelati; a Trufada, que traz aspargos frescos, presunto cru, mozzarella de búfala, gema de ovo mole e azeite trufado; e a Caprina com alecrim, feita com queijo de cabra, mozzarella de búfala, pancetta, tomate cereja, alecrim e pomodoro pelati. Outras criações do chef Gil Guimarães incluem a Margherita Premium, com Burrata, sweet grape sem pele aromatizado com basílico, mozzarella e pomodoro pelati; a Calabresa Bêbada, que inclui mozzarella de búfala, calabresa moída ao vinho Marsala, rúcula e pomodoro pelati; a Linguiça, que combina como ingredientes mozzarella, linguiça, cebola e pomodoro pelati; a Lombo Defumado com Catupiry, composta por mozzarella, Catupiry, lombo defumado, gotas de limão e pomodoro pelati; a Parma, feita com presunto cru, pomodoro pelati, rúcula e parmesão; a Gorgonzola com Pêra, que leva como ingredientes gorgonzola, mozzarella, pêra, agrião fresco e pomodoro pelati; a Shimeji com Alho Poró, com mozzarella, mozzarella de búfala, shimeji puxado na manteiga, alho poró, gergelim e pomodoro pelati; a Capriciosa, composta por mozzarella, presunto, gorgonzola, tomate seco, ovo e pomodoro pelati; a Mediterrânea, que mistura os sabores da mozzarella com berinjela, parmesão, pimentões e abobrinha, preparados no forno à lenha; a Parmegiana, uma combinação de mozzarella de búfala, berinjela no forno à lenha, parmesão e pomodoro pelati; a Brie com Aspargos Frescos, composta por mozzarella de búfala, brie, aspargos frescos e presunto cru; e a Burrata & Parma, que combina Burrata, presunto cru, pomodoro pelati e raspas de limão siciliano.O cardápio de pizzas inclui ainda as opções Vera Pizza Margherita (mozzarella de búfala, pomodoro pelati, parmesão e basílico); Vera Pizza Marinara (pomodoro pelati, orégano, azeite e alho); Atum Espanhol (mozzarella, atum espanhol, alcaparras, cebolas e pomodoro pelati); Tomate Seco (mozzarella de búfala, tomate seco, pomodoro pelati e rúcula); Caprese (mozzarella, tomate caqui, mozzarella de búfala, tapenade de azeitonas e basílico); Alcachofra (mozzarella, coração de alcachofra, alcaparras e pomodoro pelati); e Filetto Carnevalle (mozzarella de búfala, tomate sweet grape, parmesão, basílico e um toque de alho). Esta pizza tem como destaque o seu formato: é servida em forma de estrela e as pontas são recheadas com ricota.As pizzas tradicionais também fazem sucesso na casa, como a Margherita, Calabresa e Portuguesa.Os calzones também fazem parte do cardápio do Bacio. A Vera Pizza Napoletana, como é chamado pela casa, pode ser saboreado nas opções Presunto (presunto, mozzarella, pomodoro pelati e orégano); Margherita (mozzarella, parmesão, pomodoro pelati e basílico); Calabresa com Marsala (mozzarella, calabresa moída ao vinho Marsala e rúcula); e Grazie Napoli (mozzarella de búfala, creme de ricota, presunto, cogumelos e parmesão).Além das deliciosas e premiadas pizzas, o cardápio da Baco inclui entradas, saladas e sanduiches. Como entrada, além da já mencionada Burrata, as escolhas incluem Pão de Alho; Cesta de Focaccia; Pão Recheado da Casa (calabresa, mozzarella, azeitonas e tomate fresco); Linguiça Artesanal, assada no forno à lenha; Bruschetas (tomate sweet grape, azeite e basílico); e Berinjela à Parmegiana (berinjela, pomodoro pelati, mozzarella de búfala e parmesão, gratinados no forno à lenha).O Baco oferece quatro opções de saladas: Presunto Cru com Mostarda Dijon (folhas orgânicas, presunto cru, pêra, uva, molho de mostarda Dijon e um toque de laranja); Queijo de Cabra (folhas orgânicas, tomate sweet grape, queijo de cabra, azeitonas, molho de vinagre tinto e orégano); Atum (folhas orgânicas, atum espanhol, mozzarella de búfala, tomate cereja, croutons e molho de ervas); e Caprese (tomate italiano, mozzarella de búfala, basílico e tapenade de azeitonas).Os sanduiches também são de dar água na boca. Entre as opções, estão o de Linguiça (linguiça, alface e mostarda Dijon); Sanduiche 402 (mozzarella de búfala, tomate seco, berinjela e pimenta-do-reino); e Presunto Cru (presunto cru italiano, mozzarella de búfala, tomate seco e rúcula). Todos servidos no pão ciabata natural ou integral.Agora é só escolher entre as inúmeras opções de entradas, saladas, sanduíches e pizzas... e bom apetite!LOGO BACO PIZZARIAwww.bacopizzaria.com.br
[+ detalhes]
01/07/2016
BELGRANO PIZZARIA
TRADIZIONE D' ITALIA, À MODA BRASILEIRADesde 2008, a Pizzaria Belgrano prima pela qualidade e pela exclusividade em seus sabores, tanto nas suas pizzas como em massas e saladas, em suas duas unidades na cidade de Caxias do Sul, RS.Gastronomia diferenciadaPor ser uma cidade com forte cultura italiana, Caxias do Sul, RS, tem na pizza um dos seus principais pratos típicos. Uma das casas de sucesso da cidade é a Pizzaria Belgrano, cujo nome faz referência ao vapor Belgrano, um navio que partiu do porto de Havre, na França, em 1872. A bordo estavam imigrantes de diferentes nacionalidades, que desembarcaram apenas em outubro de 1875, no porto do Rio de Janeiro.Seja na unidade instalada no bairro de Santa Catarina ou na unidade de São Leopoldo, ambas na cidade de Caxias do Sul, a Belgrano Pizzaria apresenta alta qualidade gastronômica em seu cardápio, composto por uma grande variedade de pizzas para todos os gostos, desde as tradicionais até exclusividades da casa, no rodízio ou ?a la carte?, além de deliciosas massas.Local diferenciado, ingredientes selecionados na produção das pizzas e pessoal treinado e capacitado é o segredo do sucesso da Pizzaria Belgrano. Sabores exclusivosCom um cardápio composto por mais de 70 sabores de pizzas, preparadas artesanalmente e levadas ao forno à lenha, a Pizzaria Belgrano oferece uma experiência gastronômica única.O cardápio inclui pizzas com vegetais e cereais, com carnes, com queijos, condimentas e com frios, com peixes, e pizzas doces.Com certeza, você vai se surpreender!Pizzas com vegetais e cereaisAs opções são variadas e diversificadas. A novidade é a que leva o nome casa, ou seja, a Belgrano, composta por mussarela, tomate em rodelas, manjericão, tomate seco, catupiry e parmesão. Outras opções incluem a Alho e óleo (mussarela, alho frito, catupiry, parmesão e salsa); Aspargos (mussarela, aspargos, tomate picado e salsa); Brócolis (mussarela, brócolis e catupiry); Calzone de espinafre (mussarela, espinafre, molho branco e parmesão); Champignon com manjericão (mussarela, champignon, tomate picado e manjericão); Espinafre (mussarela, espinafre, molho branco e parmesão); Jardineira (mussarela, milho, ervilha, palmito, pimentão, tomate picado e cebola); Mafiosa (mussarela, gorgonzola, catupiry e cebola); Milho ao molho branco (mussarela, milho, molho branco e parmesão); Palmito ao molho branco (mussarela, molho branco, palmito e parmesão); Tomate seco com rúcula (mussarela, tomate seco, catupiry e rúcula); e Vegetariana (mussarela, milho, ervilha, brócolis, palmito, tomate, azeitona e catupiry).Destaque para as pizzas com massa integral, como a Champignon na massa integral (mussarela, champignon, tomate picado e salsa); Escarola na massa integral (mussarela, escarola, palmito e catupiry); e Marguerita na massa integral (mussarela, rodelas de tomate, manjericão, catupiry e parmesão).Pizzas com carneO cardápio oferece opções diferenciadas e inusitadas! Uma delas é a Fricassê de filé novo sabor da casa, composta por mussarela, filé, creme de leite e batata-palha. Mas as surpresas não param por aí! Experimente a pizza À moda do chefe, que leva mussarela, filé mignon, champignon, alcaparras e cebola; ou a de Bacon aos quatro queijos, com mussarela, bacon, catupiry, provolone e parmesão; ou a Canelone, que tem como ingredientes mussarela, frango desfiado, molho branco, milho e parmesão; ou, ainda, a Coração, composta por mussarela e coração de frango. Outras opções que surpreendem o paladar são a Costela com cheddar (mussarela, costela em fatias, cheddar e parmesão); Escarola com bacon (mussarela, escarola, bacon, azeitonas e tomate picado); Filé com aspargos (mussarela, filé e aspargos); Filé com batata palha (mussarela, filé, champignon e batata palha); Filé com champignon (mussarela, filé e champignon); Filé com gorgonzola (mussarela, gorgonzola e tiras de filé); Filé com mostarda (mussarela, filé e molho de mostarda); Fricassê de frango (mussarela, frango, creme de leite e batata palha); Picanha ao alho e óleo (mussarela e picanha ao alho e óleo); Strogonoff de filé (mussarela, champignon e tiras de filé ao molho de strogonoff); e Strogonoff de frango com brócolis (mussarela, strogonoff de frango e brócolis).Pizzas com queijoAs opções deste tipo de pizza são mais tradicionais, com exceção da pizza de Strogonoff de queijo, que mistura os sabores da mussarela, com molho de strogonoff e cubos de queijo. No cardápio, as tradicionais pizzas de Mussarela e Quatro Queijos (mussarela, catupiry, provolone e parmesão); e as mais diferenciadas, como a Cinco queijos (mussarela, catupiry, provolone, gorgonzola e parmesão); a Sete queijos (mussarela, catupiry, parmesão, provolone, cheddar, ricota e gorgonzola); e a Três queijos na massa integral (ricota, mussarela e parmesão).Pizzas condimentadas e com friosOpções variadas, mas que não surpreendem tanto por seus ingredientes, integram este cardápio. As tradicionais incluem a Baiana (mussarela, calabresa moída, pimenta vermelha e pimentão); Calabresa (mussarela e calabresa); Calabresa com cebola (mussarela, calabresa, cebola e azeitona verde); Lombo (mussarela, lombo canadense e catupiry); Moda da Casa (mussarela, presunto, tomate picado, palmito, champignon e catupiry); Nona Itália (mussarela, calabresa moída, catupiry e parmesão); Portuguesa (mussarela, presunto, cebola, azeitona, ovo picado e ervilha); Romana (mussarela, presunto, tomate e parmesão); Tropical (mussarela, calabresa moída, palmito e catupiry); Italiana (mussarela, salame colonial, cebola, catupiry e parmesão); Presunto de Parma (mussarela, presunto de Parma e tomate seco); Bacon com milho (mussarela, bacon e milho); Bela Itália (mussarela, salame colonial, ricota, tomate picado, parmesão, salsa e catupiry); e Toscana (mussarela, calabresa moída, cebola e alho).Mas, se você preferir sabores mais exóticos, experimente a Lombo com damasco (mussarela, lombo canadense, damasco e catupiry); a Salame italiano (mussarela, salame italiano e parmesão); a Vitaminada (mussarela, calabresa moída, ovos, bacon e tomate); a Chester ao Catupiry (mussarela, chester e catupiry); ou, ainda, a Lombo com rúcula e cheddar (mussarela, rúcula picada, lombo e cheddar).Pizzas com peixeAqui, as opções... e os sabores, se misturam entre as tradicionais e as mais diferenciadas. A novidade é a Navio Belgrano, composta por mussarela, camarão, tomate seco e rúcula, que integra o cardápio com os sabores: Anchovas (mussarela, anchovas, rodelas de tomate e catupiry); Atum (mussarela, atum, tomate picado e salsa); Calzone de camarão com palmito (mussarela, camarão, palmito e catupiry); Camarão (mussarela, camarão e catupiry); Peruana (mussarela, atum, cebola e azeitona); e Salmão (mussarela, salmão defumado, catupiry e rodelas de tomate). Pizzas docesAs pizzas doces preparadas pela Pizzaria Belgrano não fogem à regra da casa, ou seja, surpreendem pelos ingredientes e pela mistura de sabores! A Charge, por exemplo, é composta por cobertura de chocolate com amendoim torrado e leite condensado. Já a Pé de moleque, leva leite condensado, doce de leite, amendoim e açúcar mascavo. E, a Abacaxi com creme, que tem como ingredientes creme de baunilha com pedaços de abacaxi e canela em pó. O cardápio inclui ainda as opções Frutas vermelhas (massa integral, doce de leite, chocolate meio amargo, morango, framboesa e amora); Frutas vermelhas com chocolate branco (doce de leite, chocolate branco, amora, framboesa e morango); pizza de Sorvete (Negresco, sorvete e leite condensado); pizza de M&Ms (doce de leite, chocolate preto e M&Ms); pizza de Amora (doce de leite, chocolate branco, amora e creme de leite); Banana com canela (mussarela, leite condensado, chocolate branco, banana e canela); Branca de neve (doce de leite e chocolate branco); Califórnia (mussarela, leite condensado, pêssego, figo, abacaxi e canela); Cassata de bombom (creme de baunilha, bombom picado e cobertura de chocolate); Choquito branco (doce de leite, chocolate branco, flocos de arroz e leite condensado); Choquito preto (doce de leite, chocolate preto, flocos de arroz e leite condensado); Fios de ovos (creme de ovos, fios de ovos e cereja); Framboesa (doce de leite, chocolate branco, framboesa e creme de leite); Morango branco (doce de leite, chocolate branco, morango e creme de leite); Morango moreno (doce de leite, chocolate preto, morango e creme de leite); Mousse de chocolate (mousse de chocolate e creme de leite); Mousse de limão (mousse de limão, creme de leite e raspas de limão); Mousse de maracujá (mousse de maracujá e calda de chocolate); Nega maluca (doce de leite e chocolate preto); Nozes (doce de leite, chocolate branco, nozes e leite condensado); Nozes com queijo (mussarela, leite condensado, chocolate branco e nozes); Prestígio preto (mussarela, doce de leite, chocolate preto, leite condensado e coco ralado); Prestígio branco (mussarela, doce de leite, chocolate branco, leite condensado e coco ralado); Romeu & Julieta (mussarela, goiabada e creme de leite); e Sete anões (doce de leite, chocolate branco e chocolate preto).Outras opçõesAlém das pizzas, a Belgrano dispõe de uma variedade de massas, como a Alho e óleo, Carbonara, Espaguetti ao molho de mostarda, Macarrão ao molho de strogonoff, Espaguetti com frango e nozes, Talharim de espinafre ao molho de quatro queijos, Espaguetti ao molho de tomate seco, bem como de uma elaborada salada com ingredientes selecionados.www.pizzariabelgrano.com.br
[+ detalhes]
01/07/2016
Cantina Di Bernardi
UM PEDACINHO DA ITÁLIA NO CORAÇÃO DE SANTA CATARINAVariedade, dedicação e compromisso. Saborear Di Bernardi torna seu momento muito mais especial.Sonho realizadoComo tudo que é importante nasce de um sonho, não foi diferente com a Di Bernardi. Um desejo de fazer cada vez melhor, aprimorar os conhecimentos adquiridos com 40 anos de experiência no ramo gastronômico e o amor pela culinária italiana. Assim deu início a Cantina Di Bernardi, em agosto de 2004.Com o mesmo carinho que prepara a massa, com o mesmo cuidado que seleciona os melhores ingredientes e com o mesmo compromisso que foi buscar nas origens das receitas italianas boa parte dos pratos do seu cardápio, a casa quer receber seus clientes como se a fosse deles. Esse é o espírito da Di Bernardi, uma casa acolhedora e focada no cliente, o seu maior patrimônio.Para a Di Bernardi, não importa quanto tempo está no mercado e sim, quanto tempo se manterá nele, trazendo novidades culinárias, servindo produtos qualificados, buscando aprimorar sua equipe e, principalmente, conquistando clientes, os quais são a razão de buscar sempre o seu melhor.Ambiente aconcheganteLocalizada no centro de Florianópolis,SC, em frente a charmosa e agradável Av. Hercílio Luz, a Cantina Di Bernardi possui um espaço amplo para receber os clientes e sua família e amigos. Culinária tipicamente italiana, com massas e pizzas artesanais assadas em forno à lenha, e com atendimento acolhedor. Possui ambiente indiscutivelmente único, sendo totalmente climatizada, aconchegante e decorada com o charme de peças antigas. A Cantina Di Bernardi possui em seu ambiente uma decoração que trás partes do passado, com objetos e móveis antigos, além de clássicos da música que o tempo não apaga; filmes antigos também fazem parte do cotidiano da casa. A iluminação baixa proporciona à casa um clima tranquilo para uma boa conversa e um jantar tranquilo.A casa possui em seu interior um espaço infantil, permitindo que as crianças se distraiam, enquanto os adultos desfrutam dos pratos preparados com todo o carinho pelo chef da Cantina Di Bernardi.Além do ambiente acolhedor, a Cantina Di Bernardi oferece como diferenciais o já tradicional Gnhocci da Fortuna, servido todo dia 29 de cada mês, composto por um buffet de vários tipos de nhoques produzidos na casa, juntamente com saladas e sobremesas.Na Cantina Di Bernardi o cliente é recebido como se você da família.Culinária tipicamente italianaCom uma culinária tipicamente italiana, feita artesanalmente em forno à lenha, a Cantina Di Bernardi oferece pizzas, paninos, massas e especialidades à base de carnes, peixes e camarões.Para começar, que tal um antipasti ou insalata? As opções são variadas e incluem, entre os antipasti, Schiaccina (massa finíssima, assada em forno à lenha, alho, queijo grana padano, azeite, alecrim e sal grosso); cesta de mini pães italianos (pãezinhos variados acompanhados de caponata, pasta de tomate seco e manteiga); e Di Bernardi (pasta de azeitonas, tomates secos e pesto genovês, que acompanham triângulos de Schiaccina); além de sopa Cappelletti; Provoleta; Carpaccio Milano; e Focaccia Margherita. Já no cardápio de insalatas, o destaque é a Insalata de Parma com Nozes, composta por folhas de alface americana, rúcula, salsão, roquefort, presunto Parma e nozes caramelizadas, acompanhada de molho pesto. Mas o cliente ainda pode escolher entre a Di Bernardi (folhas de alface americana, rúcula e alface roxa, guarnecidas de fatias de tomates secos e frescos, palmito, mussarela de búfala, berinjela e abobrinha grelhada, com folhas de manjericão e queijo grano padano, acompanhada de molho pesto); a Caprese (seleção de tomates guarnecidos com fatias de mussarela de búfala, temperados com folhas de manjericão, pimenta do reino, azeite de oliva, vinagre balsâmico e folhas de rúcula, regada ao molho pesto); a Paisano (folhas de rúcula, alface americana e alface roxa, guarnecidas por finas fatias de carpaccio, temperadas com tradicional vinagrete francesa e cobertas com queijo parmesão ralado e acompanhadas de triângulos de Schiaccina); ou ainda a Toscana (folhas de alface americana, rúcula e manjericão, temperadas com azeite de oliva, sal e pimenta do reino, finalizadas com cenoura temperadacom amêndoas e passas, e queijo parmesão, e decorada com tomates cereja e azeitonas).No cardápio de massas, as opções são muitas e variadas. Gnocchi, Fettucine, Penne, Spaghetti e Agnolotti, acompanhados de molho à bolonhesa, ragú, quatro formagio, al sugo, e panna e funghi, ou lasanhas, que tem como destaque a lasanha Di Carni Secca (carne seca desfiada e refogada com cebola ao molho sugo e mussarela). Na Cantina Di Bernardi, o cliente também encontra pratos diferenciados. São os Specialies Di Bernardi, que inclui entre as opções o Spaghetti Gamberetti (camarões ao azeite extra virgem, azeitonas, tomates, alcaparras e manjericão); o Fettuccine al Mare (congrio rosa em cubos, camarão, temperado com pimenta do reino, sal, alcaparras, pimentões vermelhos e amarelos ao azeite extra virgem, tomates e manjericão); a Paleta de Cordeiro, servida apenas sob encomenda, e composta por cordeiro assado em forno à lenha por 15 horas, acompanhado de batata assada com alecrim e mini cenoura, alho assado e brócolis; a Carni Arrosto e Nhoque (carne assada ao molho ferrugem e nhoque de batata); a Polenta com Ragú (molho ragú com polenta ao roquefort, carne cozida em panela de barro no forno à lenha por 18 horas, com vinho, tomate, cenoura e especiarias); e o Sorrentino Verde de Gruyère ao Molho Romana (massa artesanal de espinafre com grano duro, recheado com queijo gruyère e manjericão, envolvida em molho de tomates italianos flambados e azeitonas Azapas).Outras delícias do cardápio da Di Bernardi são o Filet com Parma (medalhão de filet mignon, assado em nosso forno à lenha, envolvido em presunto Parma e gratinado ao molho quatro queijos e molho ao sugo, e queijo grana padano, acompanhado por nhoque de batata Barôa artesanal); e Posta de Salmão (salmão temperado com pimenta do reino, sal, alecrim, alcaparras, assada em nosso forno à lenha); sem falar das consagradas pizzas Di Bernardi.Cardápio sem glútenA Cantina Di Bernardi dispõe de um cardápio para celíacos, muito procurado por quem possui essa restrição alimentar. As opções incluem Gnocchi de batata, Fusili ou Penne, que podem ser acompanhados por molho a bolonhesa (carne moída refogada tomate, cebola, cenoura, especiarias e vinho); ragú (carne cozida em panela de barro no forno à lenha por 18 horas, com vinho tinto, tomate, cenoura e especiarias); al sugo (tomates sem pele e sem sementes, finas ervas e azeite extra virgem); Carni arrosto (carne assada ao molho ferrugem); Gamberetti (camarões ao azeite extra virgem, azeitonas, tomates, alcaparras e manjericão); Fileto (filet mignon filetado ao molho branco e champignon); ou Romana (tomates italianos refogados no azeite e alho, com molho de tomate e azeitonas).O cardápio oferece também pizzas sem glúten. Programação semanalA Cantina Di Bernardi também trabalha com uma programação semanal. Confira!Segunda da Pizza - Pizzas promocionais com 30% de desconto.Terça do Cheff - sugestão do Chef Di Bernardi de um prato para duas pessoas com preço promocional.Quarta da Espumante - ao pedir uma espumante selecionada pela Di Bernardi, ganha outra igual.Quinta do Vinho - desconto especial para vinhos selecionados da Adega Di Bernardi.Domingo da Tele-Entrega - Ao pedir uma pizza Famiglia para entrega, ganha uma mini pizza de banana.Gnhocci da Fortuna - todo dia 29 de cada mês a Cantina Di Bernardi trás a tradição do nhoque para você!As refeições podem ser harmonizadas com vinho de qualidade da adega climatizada e adoçadas, ao final, com uma das deliciosas sobremesas oferecidas pela Di Bernardi. Cantina Di Bernardiwww.cantinadibernardi.com.br
[+ detalhes]
01/07/2016
DIA DA PIZZA
[+ detalhes]
01/07/2016
ISRAEL - PIZZARIAS AO REDOR DO MUNDO
COM CERTEZA NÃO É O MELHOR LUGAR PARA SE COMER PIZZA ... NEM QUALQUER OUTRA COISA!Com certeza, Israel não é um país onde a gastronomia ocupa um lugar de destaque. As normas Kosher e outras crenças ancestrais, para não dizer medievais, impedem o florescimento de uma culinária de destaque. Segundo o próprio Haaretz, um jornal diário israelense, fundado em 1919 e publicado em hebraico, o famoso Guide Michelin, referência mundial em termos de culinária, só teria uma chance ínfima de um dia existir em Israel... o número de páginas apresentando restaurantes dignos de figurar nele não passaria de quatro! Somente três restaurantes de Tel-aviv (quatro a cinco em todo o país) poderiam, eventualmente, ser merecedores de uma estrela, segundo os rigorosos critérios do Guide Michelin. O restaurante Mul Yam, do chefe Yoram Nitzan, o qual trabalhou com grandes chefes franceses, mereceria, sim, ao menos uma estrela no conceituado guia; os ingredientes usados são selecionados e oriundos das melhores fontes. O homard (homard não é lagosta!) é importado do Canadá, as vieiras e as ostras vêm da França, etc., etc.Experimentamos duas pizzarias em Jerusalém, nada de extraordinário, ao contrário, a Pizza Flora e a Pizzeria P2. A segunda, trabalhava exclusivamente com matérias-primas importadas da Itália e, felizmente, não seguia as normas Kosher!A Pizza Flora é um lugar acanhado, desconfortável e com pouquíssimas mesas. Parece mais um bar de estudantes que outra coisa. Nada de decoração lembrando nem sequer de longe a Itália, aliás, nem decoração tem. O cardápio é tão minimalista quanto o ambiente e a limpeza da cozinha, a vista dos clientes, não convence. Aqui nenhuma pizza tem recheio contendo alguma carne, ou seja, nada de calabresa, pepperoni ou similar. As pizzas são todas derivadas da tradicional Margherita. Não recomendo, porque a decepção seria total, desde a entrada até a saída. A pizza? Muita gente faz melhor em casa!O segundo estabelecimento visitado foi a Pizzaria P2. Mais uma vez, o conforto dos clientes não faz parte das preocupações dos proprietários. Um lugar pequeno, com três mesinhas altas na parede e um dúzia de lugares no balcão, onde se pode ser melhor atendido e ver diretamente toda a elaboração dos produtos. O cardápio é um pouco mais variado e inclui alguns pratos de massas.Os ingredientes são importados da Itália e, segundo o diário Haaretz, trata-se da melhor pizza de Jerusalém. Uma massa fina e crocante e um recheio satisfatório, mas não chegando a ser generoso. Os ingredientes são realmente de primeira qualidade e a casa não segue a risca as normas kosher, ou seja, oferece diversos tipos de recheios que não obedecem ipsis litris a lei judaica. Uma das mais conhecidas regras nessa dieta é a proibição de misturar, na mesma comida ou refeição, alimentos de carne ou frango com alimentos de leite e derivados. Por exemplo, se alguém está ingerindo um frango em sua refeição, este não poderá ter como acompanhamento uma lasanha de queijo, bem como um chocolate ao leite de sobremesa. Quando se fala em não misturar leite e carne, os judeus praticantes separam panelas, talheres, louças e até a pia para cada um desses grupos de alimentos. Um judeu ortodoxo não consome queijo até 3 horas depois de comer carne, por exemplo, visto que este é preparado com leite (em outros costumes ainda espera-se 6 horas)! Para os apreciadores de pizzas, adeus farto recheio de mussarela derretida em cima de qualquer carne! Camarões, frutos do mar ou qualquer embutido derivado do porco, nem pensar! Na Pizzeria P2 eles se permitem alguns pecados e os clientes tem opções de pizza com pepperoni ou com um excelente presunto italiano.A massa é boa! Se você estiver em Jerusalém e não aguentar mais a comida judaica, comer uma pizza na P2 pode ser uma boa alternativa.O Guide Michelin, muitas vezes apelidado de Guide Rouge, é um anuário/diretório gastronômico, hoteleiro e turístico, lançado no início do século XX, pela empresa de pneus Michelin. Ele seleciona a cada ano, de acordo com seus critérios, hotéis (mais de 4.650 em 2010), restaurantes (mais de 3.400) e localidades que oferecem alojamento e alimentação, sobre os quais fornece informações e avaliações (textos curtos, três linhas no máximo). É um dos mais antigos e mais famosos guias de restaurantes do mundo. Foi vendido, de acordo com o editor, cerca de 30 milhões de cópias entre 1900 e 2004. A cada ano, os seus avaliadores, mais ou menos anônimos, atribuem as celebres estrelas Michelin (uma, duas ou três) aos melhores restaurantes do país. Ganhar ou perder uma estrela tem consequências diretas, benéficas ou desastrosas, sobre os negócios de cada restaurante avaliado.
[+ detalhes]
01/07/2016
LOPPIANO PIZZA
DIVERSIDADE DE SABORES E EXCELÊNCIA NO ATENDIMENTOAberta em 1994, a Loppiano Pizza é uma tradicional pizzaria de Manaus, AM, que oferece mais de 70 sabores de pizzas e variadas massas caseiras. A origemLoppiano é uma cidade secular, estabelecida no cume de um monte, situada na Itália, próximo a Florença, região da Toscana, onde a lei fundamental é o "amor recíproco" e, ainda, como quase todas as cidades italianas, guarda antigos segredos culinários e muito calor humano.A palavra Loppiano significa cidade da fraternidade e, por isso, foi escolhida pelos proprietários da Loppiano Pizza, pois expressa seu sentimento em relação ao local que gostariam de oferecer aos clientes.O espírito de fraternidade se converteu para o interior da pizzaria e se transformou na arte de fazer pizza aliada ao prazer incomparável de saboreá-la. Nesse contexto surgiu o primeiro slogan do restaurante: "O mundo unido numa cidade".A Loppiano Pizza é um restaurante especializado em pizzas dos mais diversos sabores, tendo como grande diferencial no ramo, o tempero e sabor amazônico conferido a sua deliciosa massa.A pizzaria é fruto de uma iniciativa empreendedora do casal Rogério e Lourdinha Cunha, que em 1991, deram início a realização de um sonho que se consolidaria em um dos mais consagrados ambientes de Manaus para apreciar a famosa iguaria italiana.Da concepção do projeto até a consagrada inauguração havia um longo caminho a ser percorrido. E foi então que a união, fé, companheirismo e amizade do casal ultrapassou barreiras e superou as adversidades em busca da montagem do próprio negócio. O ramo alimentício já era do conhecimento de Rogério, que adquiriu experiência com os pais, que foram proprietários do Ziza's, uma das primeiras lanchonetes fast food da cidade.Inicialmente, a proposta era montar uma franquia, mas nada na vida acontece por acaso e após um período de estágio em uma renomada pizzaria de São Paulo, o casal teve a ideia de levar para Manaus o conceito da pizza assada no forno à lenha, que seria uma grande inovação na cidade e o principal atrativo do restaurante.Desse momento em diante foi a hora de "meter a mão na massa". Rogério e Lourdinha, imbuídos de um espírito empreendedor, reuniram suas economias e esforços para inaugurar a pizzaria e foram apoiados pelos amigos que sempre acreditaram no seu sucesso. O primeiro passo foi alugar um imóvel onde funcionava uma autopeças e investir no sonho de trazer para a degustação dos manauenses o sabor inigualável da pizza produzida no forno à lenha.Em março de 1994, as obras foram concluídas. Um pizzaiolo paulista foi levado pelos proprietários a Manaus para treinar por dois meses os então 18 funcionários da Loppiano Pizza.No dia 6 de abril do mesmo ano, um excepcional e inovador Open House abriu, literalmente, as portas do restaurante para a sociedade amazonense, o que garantiu casa cheia e valorizou a propaganda boca a boca feita pelos clientes que provaram e aprovaram o sabor da pizzaria.Hoje, a Loppiano Pizza, a casa de pizzas mais aconchegante de Manaus, fica situada na rua Major Gabriel e oferece aos clientes e amigos um cardápio com sabores variados e serviços a la carte, rodízio e delivery.Pizzas de qualidade e muito saborosasA Loppiano oferece mais de 70 sabores de pizzas, das tradicionais as mais diversificadas. O cardápio de pizzas da Loppiano se divide em Tradicionais, Regionais, Light e Doces, sendo que cada um desses itens abre um amplo leque de opções de sabores. No item das pizzas Tradicionais, por exemplo, estão as opções Formaggio, que inclui a pizza de Mussarela (molho de tomate, mussarela, orégano e azeitonas); Mamma Mia, que inclui os sabores Calabresa (molho de tomate, mussarela, calabresa fatiada, cebola, orégano e azeitonas), Caprichosa (molho de tomate, catupiry, calabresa de frango, mussarela, orégano e azeitonas), Carne de sol (molho de tomate, carne de sol, mussarela, orégano e azeitonas), Garantida (molho de tomate, catupiry, calabresa moída, mussarela, orégano e azeitonas), Frango com alho (molho de tomate, peito de frango desfiado, alho, salsinha, cebola, orégano e azeitonas), Marguerita (bastante molho de tomate, mussarela, manjericão, parmesão,tomate, orégano e azeitonas), Mussarela com alho (molho de tomate, mussarela, alho frito, orégano e azeitonas), Napolitana (molho de tomate, mussarela, rodelas de tomate, salsinha, parmesão, orégano e azeitonas), Portuguesa (molho de tomate, mussarela, calabresa fatiada, presunto, ovos, cebola, orégano e azeitonas), Presunto (Molho de tomate, mussarela, presunto, orégano e azeitonas) e Estrogonofe de frango (estrogonofe de frango, mussarela, orégano e azeitonas); Saporito, com as opções de pizza de Atum (molho de tomate, mussarela, atum, cebola, orégano e azeitonas), Caboca Pávula (mussarela, tucumã em fatias, queijo coalho e banana pacovã frita), Catupiry com atum (molho de tomate, catupiry, atum, cebola, orégano e azeitonas), Catupiry com calabresa (molho de tomate, catupiry, calabresa fatiada, cebola, orégano e azeitonas), Catupiry com frango (molho de tomate, catupiry, peito de frango desfiado, orégano e azeitonas), Catupiry com presunto (molho de tomate, catupiry, presunto, parmesão, orégano e azeitonas), Estrogonofe de carne (estrogonofe de carne, mussarela, orégano e azeitonas), Frango com mussarela (,olho de tomate, peito de frango desfiado, mussarela, orégano e azeitonas), Loppicante (molho de tomate, calabresa moída, pimenta calabresa, mussarela, rodelas de tomate, salsinha, cebola, orégano e azeitonas) e Quatro queijos (molho de tomate, mussarela, catupiry, provolone, parmesão, orégano e azeitonas); Speciale, composta pelas pizzas de Bacon (molho de tomate, mussarela, bacon, alho, salsinha, cebola, orégano e azeitonas), Berinjela (massa crocante Loppiano, gergelim, molho de tomate, mussarela, berinjela Santé, salsinha, orégano e azeitonas), Catupiry com palmito (molho de tomate, catupiry, palmito, parmesão, orégano e azeitonas), Catupiry com bacon (molho de tomate, catupiry, bacon, parmesão, orégano e azeitonas), Champignon (molho de tomate, champignon, alho, mussarela, salsinha, cebola, orégano e azeitonas), Frango com champignon (molho de tomate, peito de frango desfiado, champignon, mussarela, salsinha, orégano e azeitonas), Loppiano (molho de tomate, frango, champignon, milho verde, mussarela, rodelas de tomate, parmesão, salsinha, orégano e azeitonas), Palmito (molho de tomate, mussarela, palmito, alho, salsinha, cebola, orégano e azeitonas), Rúcula com tomate seco (massa crocante Loppiano, gergelim, molho de tomate, mussarela de búfala, tomate seco e rúcula fresca, orégano e azeitonas) e Tomate Seco (molho de tomate, mussarela, tomate seco, cebolinha, manjericão, orégano e azeitonas); e Pú che Speciale, que oferece os sabores Camarão (molho de tomate, mussarela, camarão, salsinha, cebola, orégano e azeitonas), Catupiry com camarão (molho de tomate, catupiry, camarão, salsinha, orégano e azeitonas), Creme de camarão (mussarela, creme de camarão, orégano e azeitonas), Tacacá (molho de tomate, mussarela, jambú, camarão, orégano e azeitonas, sendo o tucupi a parte), Siciliana (molho de tomate, champignon, bacon, mussarela, salsinha, orégano e azeitonas).Já no cardápio de pizzas regionais, a Loppiano oferece os sabores Amazônica (molho de tomate, alho frito, mussarela, cebolinha, manjericão, salsinha, cebola, sal, orégano e azeitonas), Caboquinha (mussarela, queijo coalho especial, tucumã em fatias), Cupuaçu (uma pizza doce composta por doce de cupuaçu, mussarela e creme de cupuaçu), Tambaquipizza (molho de tomate, mussarela, picadinho de tambaqui, cebolinha, cheiro-verde, cebola, orégano e azeitonas), Tacacá (molho de tomate, mussarela, jambú, camarão, orégano e azeitonas, sendo o Tucupi a parte), Caboca Pávula (mussarela, tucumã em fatias, queijo coalho, banana pacovã frita) e Uaçaí (doce de Cupuaçu, mussarela,creme de açaí e castanha do Brasil em fatias). Para quem optar por uma pizza também na sobremesa, a Loppiano dispõe dos sabores Abacaxi (abacaxi em pedaços, leite condensado e mussarela), Banana (calda doce, mussarela, banana, canela e açúcar), Banana frita (leite condensado, mussarela, banana frita, açúcar e canela), Brigadeiro (massa crocante Loppiano, licor de cacau, mussarela, brigadeiro Loppiano, chocolate granulado), Chocolate (leite condensado, mussarela e chocolate), Chocoball (leite condensado, mussarela, chocolate branco com bolas de chocolate preto), Chocolate branco (leite condensado, mussarela, chocolate branco), Chocolate M&M (leite condensado, mussarela, chocolate preto e M&M), Doce de leite (doce de leite e catupiry) e Romeu e Julieta (Doce de goiabada e catupiry), além das já citadas Cupuaçu e Uaçaí. O destaque é a Pizza de Sorvete (massa crocante Loppiano, licor de cacau, creme de leite, chocolate, sorvete de creme e cereja).A novidade no cardápio da Loppiano são as pizzas lights. Feitas com ingredientes selecionados e sob a supervisão de um nutricionista, inclui os sabores Atum light (massa integral, molho de tomate, mussarela de búfala, atum, cebola fatiada, tomate em rodelas, azeitona, orégano e quinoa), Banana light (massa integral, requeijão light, banana prata fatiada e canela com adoçante), Brócolis (massa integral, molho de tomate, mussarela de búfala, brócolis, queijo ricota, alho frito, azeitona, orégano e quinoa) e Rúcula com tomate cereja (massa integral, molho de tomate, mussarela búfala, rúcula, tomate cereja, queijo ricota, azeitona, orégano e quinoa).Entre os acompanhamentos oferecidos pela Loppiano, o cliente pode optar pelas coberturas Catupiry, Mussarela, Mussarela de búfala, Palmito e Chocolate, ou ainda, pelas bordas recheadas de Catupiry, Catupiry com bacon, Mussarela, Provolone, Doce de leite, Chocolate ou Romeu e Julieta.Para quem não quiser saborear as deliciosas pizzas da Loppiano, a casa oferece Lasanha a Bolonhesa e Lasanha de Frango.A Loppiano disponibiliza uma carta de vinhos com opções de espumantes e frisantes italianos, vinhos brancos brasileiros e chilenos, vinhos tintos do Brasil, Chile, Espanha, Estados Unidos, França e Portugal. Requinte, bom gosto e qualidade Servir com qualidade e inovação, propiciando um relacionamento alegre e saudável, contribuindo para uma sociedade mais fraterna.O espaço amplo e arejado da Loppiano Pizza possui dois ambientes, sendo um aberto e outro climatizado para toda família. Dispõe, ainda, de playground com monitoras para diversão e segurança das crianças. As pizzas são feitas com a melhor farinha existente no mercado, bem como utiliza as melhores marcas de queijos e embutidos e os vegetais são escolhidos um a um.A qualidade e o sabor das pizzas, bem como o atendimento da equipe da Loppiano Pizza é, sem dúvida, o maior orgulho e a razão de uma clientela amiga e cativa que acompanha a casa por todos esses anos.www.loppiano.com.br
[+ detalhes]
01/07/2016
MADAGASCAR - PIZZARIA AO REDOR DO MUNDO
UM PARAÍSO... MAS NÃO DE PIZZAS!Madagáscar (português europeu) ou Madagascar (português brasileiro), oficialmente República de Madagáscar (ou de Madagascar) e, anteriormente, conhecida como República Malgaxe, é um país insular no Oceano Índico, ao largo da costa Sudeste da África. A nação compreende a ilha de Madagascar (de longe a maior ilha da África e a quarta maior do mundo), bem como numerosas ilhas periféricas menores. Após o desmembramento pré-histórico do supercontinente do Sul Gondwana, Madagascar se desmembrou da Índia cerca de 88 milhões de anos atrás, permitindo que plantas e animais nativos evoluíssem em relativo isolamento. Consequentemente, Madagascar é um hotspot da biodiversidade; mais de 90 por cento de sua vida selvagem não é encontrada em nenhum outro lugar na Terra. É a terra dos lêmures (vejam o filme Madagascar) e dos baobabs!Até o final do século XVIII, a ilha de Madagascar foi governada por uma variedade de alianças sócio-políticas. A partir do início do século XIX, a maior parte da ilha foi unida e governada como o Reino de Madagascar por uma série de nobres de Merina. A monarquia entrou em colapso em 1897, quando a ilha foi absorvido pelo império colonial francês. A ilha se tornou independente em 1960. O Estado autônomo de Madagascar, desde então, passou por quatro grandes períodos constitucionais, denominadas repúblicas. Desde 1992, o país é oficialmente governado como uma democracia constitucional a partir de sua capital em Antananarivo. Em 2012, a população de Madagascar foi estimada em pouco mais de 22 milhões, 90 por cento dos quais vivem com menos de dois dólares por dia. Malgaxe e francês são ambas línguas oficiais do Estado. A gastronomiaLa Gastronomie Pizza é a maior rede de fast food de Madagascar, com 16 lojas nas principais cidades da ilha. A empresa foi fundada por Randrianaivo Arson Ambinintsoa, ou Chefe Mbinina, em 2001. Na época, as pizzas não faziam nem um pouco parte dos hábitos alimentares dos habitantes da ilha. No início vendia somente 10 pizzas por dia; hoje, consome mais de 120 toneladas de queijo por ano! O chefe Mbinina, PDG do Grupo, começou com lavador de pratos em um restaurante de sua cidade natal, cresceu no meio até ser Chefe de Cozinha em grandes estabelecimentos de Antananarivo. Hoje, é conhecido em toda a ilha como a pessoa que conseguiu fazer entrar a pizza nos hábitos de consumo da ilha. Claro, as pizzas foram adaptadas aos gostos, com a utilização de ingredientes locais. Hoje, a empresa conta com 650 empregados diretos. A Gastronomie Pizza investiu na cadeia produtiva e produz sorvetes, casquinhas e sucos naturais. Possui granja própria e fazenda de criação de porcos, bem como produção própria de queijos. É líder absoluto em fast food e venda de pizzas do mercado malgaxe.Sendo isto dito, não pensem que parando em algum dos pontos do La Gastronomie Pizza irão saborear uma redonda inesquecível. Não é bem assim! O cardápio é, por problema de crenças, curiosamente dividido em duas partes: 15 pizzas com carne de porco (presunto, pedaços de bacon, linguiça, etc.) e 17 pizzas sem carne de porco. Todas, sem exceções, levam molho de tomate e queijo - um tipo de mozzarella de fabricação própria. Quase todas as pizzas ?com porco? levam presunto. As pizzas podem ser pequenas (23cm) ou grandes (33cm) e os preços variam entre R$ 5,60 a R$ 7,50, para as pequenas, e R$ 9,50 a R$ 13,00, para as grandes, dependendo do recheio. A pizza mais cara é a Pizza Trio, com um terço 4 queijos, um terço presunto e frango e um terço frutos do mar! Para os pedidos de pizzas de forma quadrada tem um suplemento de... alguns centavos! Em quase todas as pizzas os ingredientes são picados - o que faz que a primeira vista parecem todas iguais! - e quase sempre são decoradas com uma pimenta tipo jalapeña bem verdinha.Não vale a pena ir até Madagascar para comer pizza, mas... já comi coisas piores.
[+ detalhes]
01/07/2016
MERCEARIA BRESSER
EXCELÊNCIA NO PREPARO DE PIZZASEleita ?Melhor Pizzaria de Curitiba? por três vezes pela revista Veja Comer & Beber, a Mercearia Bresser convida para saborear, em Curitiba, a tradicional pizza paulistana.Qualidade e tradiçãoPizza sempre é uma boa pedida para diversos momentos. Inaugurada em 2005, no nobre bairro do Batel, a Mercearia Bresser ganhou nova sede em 2010, no elegante bairro do Cabral, ambos em Curitiba, PR. O nome ?Mercearia Bresser? tem sua origem em um dos famoso bairros italianos de São Paulo. Bresser é o nome de uma famosa rua do bairro paulistano do Brás. Nesse local, próximo à rua Bresser existe, desde meados do século XIX, a ?Casa do Imigrante?, hoje totalmente preservada e rebatizada ?Museu do Imigrante?. Por ali passou, seguramente, a maior parte de todos os imigrantes europeus que chegavam ao Brasil vindos predominantemente da Itália e da Espanha.Após a triagem dos recém chegados, os que não seguiam para as fazendas de café permaneciam ao redor da ?Casa do Imigrante?, pois ali dispunham de alguma infraestrutura para viver. Com o passar do tempo, os imigrantes que conseguiram se estabelecer iniciaram, sem saber, a colonização desse bairro que, por si só, conta a história do forte desenvolvimento econômico da região e, por consequência, da própria cidade de São Paulo. Suas tradições e costumes foram influenciando o restante da população, que logo se rendeu as delícias de sua cozinha, principalmente, a italiana.Assim foi introduzida a mais apreciada iguaria dessa cozinha europeia, a pizza. Os novos ristorantes, as tratorias, os bares, as mercearias, enfim, todos os que se dedicavam ao comércio alimentício, trataram de incluir em seu cardápio aquela nova moda.Foi nessa rua que no ano de 1946, em uma de suas bucólicas e pacatas vilas, denominada Vila Judite, nasceu um dos idealizadores da ?Mercearia Bresser?.Frequentando essas casas e convivendo com esses povos, ouvindo suas aventuras, histórias e sonhos, iniciou o aprendizado dos segredos do preparo da pizza, sempre acreditando que um dia seria o principal prato servido aos paulistanos. Só não previa esse estrondoso sucesso, extrapolando não só o bairro do Brás, como a cidade de São Paulo e os demais Estados do Brasil.Adequando-se aos novos tempos, esse pioneiro que participa ativamente do corpo diretivo da ?Mercearia Bresser?, em homenagem aos curitibanos, apreciadores por excelência da boa mesa, decide fundar a primeira casa na cidade de Curitiba. Exatamente na Avenida Sete de Setembro, caminho natural das caravanas de tropeiros quando cruzavam Curitiba, transportando o gado desde o Rio Grande do Sul até a baixada paulista e os campos de Minas Gerais. Essas comitivas impulsionaram o comércio da região, tornando Curitiba a sede da Comarca em 1812.Hoje, a Mercearia Bresser, que tem como proprietários Eduardo Vivacqua e Glauco Barranco, oferece a seus clientes os melhores e mais exclusivos ingredientes, em um ambiente que reproduz fielmente os armazéns e mercearias do Brás antigo, convidando-os a saborear a tradicional pizza paulistana.Cardápio criativoDos fornos à lenha da Mercearia Bresser saem mais de 30 sabores para experimentar em qualquer ocasião, seja com a família, amigos, em um jantar romântico ou em uma reunião informal de trabalho. Uma das especialidades da Mercearia Bresser é o pão de linguiça (pão artesanal preparado com linguiça calabresa), servido como entrada. Mas o cliente também pode optar pelo Torradinho Joli (azeite de oliva, sal grosso e alecrim sobre fina massa de pizza); Torradinho Silva Teles (parmesão, alho, azeite de oliva e molho de tomates sobre fina massa de pizza); ou o Torradinho Rangel Pestana (aliche italiano, tomate longa vida e cebola sobre fina massa de pizza); ou ainda, pelo aperitivo Tradição, feito com a mesma massa da pizza, com recheio de tomate, mossarela e manjericão; aperitivo Barigui, uma opção de entrada com massa integral, composta por rúcula, tomates secos, mussarela de búfala e presunto de Parma, envolvidos pela deliciosa massa integral crocante; ou pela Bufalotta, especialíssima mussarela de búfala com o interior cremoso e sabor levemente amanteigado, temperada com azeite de oliva extravirgem e pimenta branca moída, acompanhada de fina massa de pizza crocante. Outras opções de entrada são o Tomates do Dinho, uma receita em homenagem ao inesquecível Dinho, composta de aliche italiano em filés sobre fatias grossas de tomates maduros e um toque de orégano, acompanhado de fina massa de pizza crocante; a Berinjela ao Forno, composta por berinjelas e abobrinhas fatiadas, marinadas ao alho, azeite de oliva e hortelã., cobertas por mussarela e assados no forno à lenha, acompanhada de fina massa de pizza crocante; a Berinjela da Casa, que inclui berinjelas e abobrinhas fatiadas, marinadas ao alho, azeite de oliva e hortelã, com molho de tomates, peito de peru e mussarela tradição, gratinada com queijo gorgonzola, acompanhada de fina massa de pizza crocante; e a Bresáola, com finas fatias de Bresáola (carne bovina curada), recobertas com rúcula e lascas de parmesão, temperada com limão e pimenta do reino branca, acompanhada de fina massa de pizza crocante.No cardápio de saladas, a Sete de Setembro (tomate longa vida, rúcula, mussarela de búfala, tomate seco, azeitonas pretas e manjericão, regado por fino azeite) e a Caprese Herculano (mussarela de búfala e manjericão sobre fatias de tomate longa vida) são imperdíveis.Além das pizzas tradicionais (Marguerita, Mussarela, Aliche, Catupiry, Atum, Calabresa, Quatro queijos, Napolitana, Portuguesa, Alho, e Gorgonzola), o cardápio inclui as pizzas da casa, sendo que grande parte dessas pizzas leva nomes de pessoas e lugares especiais.. Uma das pizzas mais pedidas é a Bresser, feita com mussarela tradição, rodelas de mussarela de búfala especial sobre fatias de tomate longa vida, com folhas de manjericão gigante e pesto de azeitonas pretas. Mas as outras opções também são de dar água na boca. A Concórdia é feita com berinjela fatiada e refogada no alho e azeite de oliva, sobreposta por pedacinhos de mussarela especial e gratinada com parmesão; a Lampião de Gás leva abobrinha fatiada e refogada no alho e azeite de oliva, sobreposta por pedacinhos de mussarela especial e gratinada com parmesão; a Almirante Barroso inclui tomate cereja e pesto de rúcula, sobre mussarela especial; a Finocchio é coposta por mussarela, calabresa moída e sementes de erva doce; e a Zola e Funghi é recheada com toque de mussarela, fatias de cogumelos paris refogados no alho, óleo e vinho branco e coberta por especialíssimo queijo gorgonzola.O cardápio das pizzas da casa inclui ainda a Celso Garcia (berinjela e abobrinha marinadas no alho e azeite de oliva sobre mussarela tradição, tomates frescos em fatias sobrepostas por pequenas folhas de tomilho fresco); a Piratininga (mussarela especial, azeitonas pretas em lascas, mussarela de búfala defumada ralada e pedaços de tomates frescos); a Germino (presunto de Parma, tomates longa vida em rodelas sobrepostas por mussarela especial); a Marcolina (mussarela tradição coberta por especialíssima linguiça calabresa); a Classe A (peito de peru defumado, catupiry e alho poro); a Juventus (molho de tomate italiano, mussarela especial, tiras de pimentão assado e lascas de azeitonas verdes); a Vila Judite (presunto defumado alemão, catupiry, com cobertura de mussarela tradição); a Peixão (sobreposto por exclusivíssimo queijo gorgonzola); a Mendes Junior (mussarela especial, escarola refogada no alho e azeite de oliva pinoli); a Braseiro (pedacinhos de linguiça defumada, pimenta e rodelas de cebola); a Florita (mussarela especial adornada com manjericão gigante); a Oriente (mussarela, funghi shitake, cebola roxa e salsinha fresca) ; a Rubino (mussarela especial coberta com rúcula e tomates secos); a Albina (mussarela especial); a Alcachofra (mussarela tradição e especialíssimos fundos de alcachofra); a Caetano Pinto (presunto moído, mussarela tradição e lascas de azeitona verdes); a Balila (aliche italiano em filés sobre mussarela tradição); e a Argentina (mussarela tradição coberta por alho dourado crocante).A Mercearia Bresser também serve calzones. As opções incluem a Padre Lima (mussarela tradição especial, catupiry e presunto); e a Padre Bento (mussarela tradição especial, escarola, ricota, filés de aliche, pinolis e azeitonas pretas).Para acompanhar esses sabores deliciosos, uma boa opção é o tradicional Chopp Brahma, servido estupidamente gelado nas versões claro ou escuro. Outra sugestão é algum dos 140 rótulos de vinhos da Adega Bresser.Para encerrar a refeição, a Mercearia Bresser como sobremesa o Vino Cotto (deliciosa calda de vinho cozido sobre duas bolas de sorvete de creme); o Bistrelo (palitos crocantes de massa de pizza espetados sobre doce de leite argentino ?La Salamandra?); ou o Cuque de Banana (Cuque de banana com pedaços cobertos com uma farofa crocante especial, desenvolvida artesanalmente, servida com sorvete de creme. Outra recomendação da casa é a Goiabada com Catupiry (especialíssima goiabada caseira acompanhada de catupiry).O cardápio de sobremesas inclui ainda Manjar Branco (o clássico da cozinha brasileira com calda de ameixas pretas e com toque especial da Mercearia Bresser); Pudim de Leite (pudim preparado com ingredientes artesanais); Mousse de Casa (mousse ICAB de chocolate cremoso com raspas de chocolate ao leite), entre outras.Ambiente fielCom capacidade para mais de 200 pessoas em cada uma das casas, a Mercearia Bresser oferece um ambiente amplo e aconchegante, decorado tal como as antigas mercearias e armazéns italianos. As prateleiras são carregadas de latas de azeite, molho de tomate, vinhos, filés de alici, como as antigas mercearias italianas. Artistas locais também são destaque na decoração. No Batel, há uma réplica do antigo quadro ?Mercado Municipal?, de 1907, pintada pelo artista Czeslaw Lewandowski (acervo do Museu Paranaense). No Cabral, a contemporaneidade do artista plástico curitibano André Mendes é vista no painel ?Oriundi?, feito em pintura sobre cerâmica, no qual são retratados os hábitos e costumes deixados como herança pelos imigrantes italianos que colonizaram o Brasil.De qualquer mesa do salão principal é possível acompanhar as mãos ágeis do pizzaiolo Francisco Moraes, mais conhecido como Nenê, separando o queijo, recheando a massa e salpicando temperos. A massa é utiliza a mesma receita há anos, e para as novas criações, como a integral, é utilizado um padrão de qualidade bem rígido que segue a tradição da casa.Para assar as pizzas, é utilizada uma lenha ecológica, chamada de briquete, que não libera fuligem negra e, também, não interfere no cheiro e no sabor da pizza.Na unidade Batel, Vovô é maitre desde a abertura e conhece tudo da casa. É ele quem recepciona os clientes e coordena os garçons. Segundo Vovô, a melhor companhia de um bom pedaço de pizza, além dos amigos, é claro, são os vinhos da Adega Bresser, que tem algumas das melhores uvas do mundo. São garrafas de nove países: África do Sul, Argentina, Austrália, Brasil, Chile, Espanha, França, Itália e Portugal.PrêmiosAo longo destes anos de história diversos prêmios foram conquistados pela Mercearia Bresser. Entre os principais estão o de "Melhor Pizza" pela revista Gula 2006 e pela revista Veja Comer & Beber 2009, 2011 e 2012 e, ainda, Prêmio Gula em 2005, 2007, 2008 e 2009; destaque gastronômico indicado na revista Veja Comer & Beber 2006, 2007, 2008 e 2010; título de Especialista em Chopp pela Real Academia do Chopp em 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011 e 2012.TurismoA tradição da Mercearia Bresser em receber bem não se limita apenas aos seus fiéis clientes, mas visa também os mais de três milhões de turistas que visitam anualmente o Estado do Paraná. Pensando nisso, a Bresser se tornou parceira do serviço Leva & Traz Grátis, que oferece transporte gratuito aos turistas hospedados nos hotéis conveniados.Além disso, é parceira dos programas de fidelização e milhagens aéreas Multiplus e Smiles, nos quais é possível juntar pontos e trocá-los por prêmios e passagens aéreas. A cada real gasto em qualquer um dos dois endereços da Mercearia Bresser (Batel ou Cabral) ou nas entregas em domicílio, o cliente ganha um ponto ou uma milha.www.merceariabresser.com.br
[+ detalhes]
01/07/2016
NEZ BISTRO
VINHOS E GASTRONOMIA EM UM COMBINAÇÃO PERFEITAConhecido pela culinária franco-italiana e pela excelência na carta de vinhos, o Nez Bistrô é um dos pontos de referência da boa gastronomia do Recife.Boa gastronômiaLocalizado na charmosa Praça de Casa Forte, primeiro projeto de jardim público do arquiteto Burle Marx, o Nez Bistrô é conhecido pela culinária de influência franco-italiana e pela excelência na carta de vinhos. A casa, que pertence aos empresários Marcelo Valença e Mônica Mello, tornou-se um dos pontos de referência da boa gastronomia do Recife, oferecendo uma comida cuidadosa, privilegiando a qualidade dos produtos utilizados, o bom atendimento e um ambiente acolhedor. Inaugurado em dezembro de 2007, o Nez Bistrô está localizado em um sobrado do século 17, tombado pelo patrimônio histórico, que funcionou como senzala do engenho pertencente à Ana Paes, na antiga campina de Casa Forte.A expressão Casa Forte é proveniente do conflito ocorrido em 17 de agosto de 1645 entre pernambucanos e holandeses. Casa Forte era o nome do histórico engenho pertencente a Anna Paes, uma senhora avançada em relação à sociedade do século XVII, que notabilizou-se pela liberdade de pensamento e coragem pessoal. O referido engenho foi um dos últimos redutos da resistência flamenga, por ocasião da Insurreição Pernambucana.A casa-grande do engenho passou a ser conhecida como Casa Forte, nome que foi estendido a toda a propriedade, ao povoado e, posteriormente, ao bairro. As casas do engenho, por sua vez, estavam situadas em uma grande praça chamada Campina de Casa Forte.A Igreja de Casa Forte foi reformada e construída somente em outubro de 1911. Na ocasião, foi consagrada também como Igreja Matriz de Casa Forte, sob a invocação do Sagrado Coração de Jesus.No ano de 1933, graças à intervenção do prefeito Antônio de Góes, que revitalizou o pátio em frente à Igreja, a praça tornou-se uma das mais belas do Recife. Quatro anos depois, em 1937, o prefeito Novaes Filho transformou esse logradouro em um espaço de lazer, colocando-o à disposição da população pernambucana.No projeto da arquiteta Juliana Monteiro, os ambientes do Nez Bistrô remetem à cultura e a história do bairro, desde a recuperação da estrutura original do imóvel ao uso de materiais típicos da época de sua construção.Pensando na comodidade do cliente, a casa, que tem capacidade para atender 75 pessoas, conta com dois espaços: o térreo, onde funciona o salão do restaurante e o primeiro andar, onde está localizada a loja de vinhos Zahil, que inclui em seu ambiente mesas para grandes e pequenos grupos.A decoração é sóbria e atemporal, com revestimentos em madeira, tijolos descascados e piso em tijolo cerâmico, pensada para proporcionar um ambiente confortável e muito charmoso.Nas paredes, obras de arte de Romero Andrade Lima e Alan Carlos, além de uma bela coleção de espelhos antigos, adquiridos em antiquários.Para garantir um ambiente ainda mais aconchegante, ideal para degustar bons vinhos e ter uma refeição inesquecível, a arquiteta utilizou uma iluminação âmbar, dimerizada, que realça os detalhes do sobrado do Nez Bistrô.Entre os diferenciais do Nez Bistrô está a dedicação ao vinho, que aparece harmonizado pelo sommelier da casa, Barros, em todas as sugestões.Opções diferentes e criativasComposto por entradas, saladas, massas, peixes e crustáceos, carnes e aves, risotos e sobremesas, os pratos servidos pelo Nez Bistrô são um deleite para os olhos e, principalmente, para o paladar.O cardápio 2015, com criações assinadas pelas chefs Taciana Teti e Lícia Maranhão, incluiu dezesseis novas opções no menu, entre entradas, pratos principais e sobremesas, mas com o cuidado de manter na carta pratos considerados "clássicos da casa". As entradas concentram o maior número de novidades deste novo cardápio, com cinco diferentes e criativas opções. Entre as novidades estão o Bombom de Philo, preparado com massa philo crocante em duas versões: Mix de Funghi e Mignon, com sabor levemente picante, e o Mil Folhas de Mignon, lâminas de filé mignon intercaladas com shitake grelhado e molho due de mostardas. As opções para iniciar a refeição ainda incluem as Trufas Cremosas de Pato (bolinhas de pato confit servidas com redução cítrica), o Camembert em Crosta Crocante e o Salmão Folheado. Neste quesito foram mantidas as entradas que já conquistaram o paladar dos clientes e se tornaram tradicionais na casa, como o Carpaccio Clássico (finas lâminas de carne regadas com azeite extravirgem, aromatizadas com mostarda de Dijon, alcaparras e lascas de grana padano, acompanhado de torradas crocantes), o Gratin de Prima Donna (nacos de queijo Prima Donna com uma leve crosta de açúcar caramelado no maçarico) e o Pan Cook (Nacos de filé salteados ao suave molho de gorgonzola, acompanhado de pão italiano). Mas ainda há mais opções, como o Potinho de Mandioquinha (potinho de mandioquinha acompanhado de ragu de ossobuco perfumado com azeite de trufas), o Brandade de Bacalhau (creme de bacalhau e batata sobre cebola confit), os Minipastéis Trufados de Funghi (pastéis fritos, recheados com ragu de cogumelo, acompanhados de creme de grana padano com azeite de trufas), e o Terrine de Foie e Geleia de Frutas do Bosque (patê de fígado de aves flambado no conhaque e perfumado com alecrim, acompanhado de geleia de frutas do bosque e torradas crocantes).Para aqueles que buscam uma alimentação mais leve, mas com muito sabor, duas novas saladas foram incorporadas ao menu. Além das opções clássicas da casa, que incluem a Salada de Folhas com Cítricos e Camarão (mix de folhas regado com vinagrete de frutas cítricas e camarões grelhados no azeite extravirgem) e a Parma e Nocci, somam-se opções como a Salada Oriental, composta de folhas nobre, rolinho de salmão recheado com cream cheese queimado no maçarico, molho oriental e gergelim, e a Salada de Carpaccio, com folhas sobre lâmina de carpaccio de vitela ao molho Dijon, com fitas de queijo grana padano, tomates cereja e amêndoas torradas. Para os pratos principais, as novas receitas prometem atender aos paladares mais exigentes. Para os apreciadores de massa, a dica é o Ravióli à Pan Cook, com raviólis recheados com queijo Gruyére, cobertos com nacos de filé mignon salteados ao molho suave de gorgonzola. Mantiveram-se no cardápio pratos reconhecidos pela clientela do Nez, como o Noque ao Ragú de Ossobuco, sem dúvida um clássico!; o Penne com Camarão; e o Ravióli Basílico. As opções de massas ainda incluem Camarão ao Champanhe (camarão com mousseline de champanhe acompanhado de ravióli recheado com Gruyère), Rigatoni com Lagosta e Grana Padano (massa típica siciliana gratinada com lagosta cavaquinha, bechamel elaborado a partir do seu próprio coral e grana padano), Ravióli à Pan Cook (ravióli recheado de queijo Gruyère coberto com nacos de filé salteados ao molho suave de gorgonzola), Linguini al Mare (linguini com molho pomodoro, lula, camarão e lagosta grelhada), Raviolloni de Queijo de Cabra ao Molho Pomodoro (raviolloni recheado com queijo de cabra e molho pomodoro com perfume de manjericão), Mezzaluna de Vitello (involtini de vitelo em confit ao vinho do Porto com massa fresca ao grana padano), e Penne a Carbonara com Zuchine e Camarão (penne ao molho carbonara com camarões e perfume defumados).Aqueles que optam pelos risotos também vão poder degustar novas opções, como o Risoto de Agnelo, elaborado com nacos de pernil de cordeiro e funghi com telha de batata doce; e o Risoto Tricolore, preparado com queijo Camembert, Parma e rúcula fresca. Mas a casa manteve os pratos antigos, como o Risoto de Aspargos Frescos, com arroz arbóreo, aspargos salteados, grana padano e azeite de trufas; o Risoto de Camarão com Fonduta de Queijos, preparado com arroz arbóreo com camarão em fonduta de queijos gratinados; o Risoto de Pato Confit, composto por arroz arbóreo cozido no vinho tinto com lascas de pato confit; e o Risoto de Bacalhau, elaborado com arroz arbóreo com lascas de bacalhau do Porto, oliva negra, cebola confitada, tomate e pimentões coloridos.Nas receitas elaboradas com carnes e aves, três novos pratos fazem parte do cardápio: um cordeiro, um pato e um frango. O Pernil de Cordeiro à Moda do Chef, é elaborado com pernil assado lentamente em panela de ferro, servido com seu próprio molho, acompanhado de couscous marroquino com frutos secos. Este prato é, sem dúvida, uma opção tentadora. Mantendo sua tradição franco-italiana, o Nez passou a oferecer o Magret de Canard, feito com peito de pato rosado em cama de redução de vinho do Porto, servido com risoto de funghi. Ainda como opção, o Poulet da Praça, peito de frango recheado com tomate seco da casa e mussarela de búfala, acompanhado de penne au gratin. Dando continuidade ao menu, a novidade feita com peixes e frutos do mar é o Bracciola de Linguado, preparado com filé de linguado recheado com camarão e servido com risoto de abobrinha e hortelã fresca. Para finalizar a refeição em alto estilo, as chefs criaram mais duas opções: o Espumone, uma taça de espuma de queijo com calda de frutas do bosque e farofa crocante; e o Mille-Feuille, preparado com mil folhas recheadas com sorvete de doce de leite e brigadeiro de toffee. Ficam no cardápio doces que fizeram fama, como a Panelinha de Brigadeiro, a Torta Crocante de Maça e a Chiquita Bacana. Tudo isso devidamente harmonizado com vinho, para fazer da refeição um momento mais que inesquecível. Além das opções sugeridas, o Nez Bistrô disponibiliza uma carta de vinhos selecionada, com opções de rótulos brancos, tintos e espumantes do velho e novo mundo, uma das especialidades da casa.LOGO NEZ BISTRÔ
[+ detalhes]
01/07/2016
PARIS, FRANÇA - PIZZARIAS AO REDOR DO MUNDO
NO BERÇO DA ALTA GASTRONOMIA, AS PIZZAS SÃO UMA EXCESSÃOA culinária francesa é considerada o berço da alta gastronomia, possuindo a mais tradicional das cozinhas do mundo! Em 2010, a UNESCO estendeu sua proteção à refeição gastronômica à moda francesa, que passou a figurar ao lado de 212 outras práticas e tradições culturais no panteão do patrimônio mundial imaterial da humanidade.Diferentemente do patrimônio material - que inclui lugares e monumentos -, o patrimônio imaterial engloba processos culturais que "inspiram as comunidades vivas com um sentimento de continuidade em relação às gerações precedentes e são de uma importância crucial para a identidade cultural, bem como a salvaguarda da diversidade cultural e da criatividade da humanidade".A UNESCO não destacou nenhuma receita francesa em particular. No país de Gargântua e Pantagruel, tratou-se mais de reconhecer o ritual de identidade "destinado a celebrar os momentos mais importantes da vida das pessoas e dos grupos". Uma mistura original de convivialidade e gastronomia, que reúne os franceses ao redor de uma mesa bem colocada, para dividir pratos de qualidade acompanhados de um vinho adequado.No que se refere ao mundo da pizza, a realidade francesa é bem diferente! Embora os franceses tenham comido, em 2014, 809 milhões de pizzas, não se pode dizer que a qualidade das mesmas rivaliza com os quitutes tradicionais da gastronomia local.Em Paris, experimentamos dois estabelecimentos. Consultamos o site Tripadvisor e, atraído por comentários, tais como: ?Nápoles em Paris!?, ?Um autêntico italiano?, ?Verdadeiros sabores italianos!?, ?Especialidades italianas suculentas!?, etc., etc., decidimos visitar o Mipi estabelecido entre o Ópera e o Louvres. Para nossa segunda escolha, pegamos inspiração no próprio material do evento Parizza, onde a Parizza Academy (os melhores conceitos de restauração italiana!) recomendava a Bottega Romana, pelo estilo e gosto da pizza... como em Roma!Mipi (11, rue Danielle Casanova, 75001, Paris).Um estabelecimento acanhado! Uma sala comprida, com menos de três metros de largura e um espaço similar no andar de cima. A decoração não tem nada de italiana e em nada lembra uma cantina ou ristorante; minimalista, com paredes e tetos pintados de branco, quem achou o ambiente autêntico, com certeza, nunca foi à Itália. O único toque ?italiano? é uma Vespa verde estacionada na sala, ocupando o espaço precioso de duas mesas. O cardápio é simples, com poucas alternativas. De entrada fomos de bruschetta; boa, com um prosciutto de qualidade e escassas lascas de Parmigiano-Reggiano. Escolhemos a seguir uma pizza Napule, molho de tomate, mozzarella Fiordilatte, anchovas e alcaparras. Infelizmente, esquecemos de ler a definição de mipi dada pelo estabelecimento, ou seja, una mipi è una vera "pizzetta" Napoletana: 100gr, 18cm di diametro. Buona. Preparata all'istante con i migliori ingredienti italiani selezionati meticolosamente per garantire freschezza e qualità: farina certificata, i migliori pomodori, prodotti lattieri sempre freschi e olio extravergine d'oliva.Nessa mini pizza de, no máximo 18cm, os ingredientes italianos foram tão bem selecionados que... poucos sobraram: uma folha de manjericão, duas anchovas, seis alcaparras e um ralo molho de tomate! Se não acreditam, é só contar comigo na imagem ao lado. Pequenas porções, grande qualidade? Pode ser, mas não recomendo, devem existir melhores alternativas de pizza na Cidade Luz!Bottega Romana (60, rue de La Boétie, 75008, Paris).Nessa rua tradicional de Paris, que acaba nos Champs Élysées, está localizada a Bottega Romana. Aqui, novamente, nada de romano! A mobília é típica de um fast food e as pizzas, uma verdadeira heresia. O estabelecimento funciona como um self service. As pizzas de formato retangular esperam, prontas e pré-cortadas em pedaços de 10x20 cm, em um grande balcão. Os clientes escolhem os pedaços que são apetitosos, e devem ser bons... na origem, e os mesmos são requentados! Um empregado do estabelecimento então leva a iguaria à sua mesa. Escolhi dois sabores: Tonno e Regina. A primeira fatia veio com molho de tomate, atum em óleo extra virgem, alcaparras de Pantelleria (pequena ilha de origem vulcânica ao Sul da Sicília, e azeitonas Taggiasca, típicas da Ligúria. Bonito, não? O segundo pedaço, chamado Regina, levava como ingredientes molho de tomate, mozzarella Fiordilatte, presunto cozido com ervas, cogumelos, perdão, champignons de Paris, e azeitonas Taggiasca. Mais bonito ainda, não é?Achei um crime estragar ingredientes de qualidade, servindo os mesmos em pizzas requentadas! Na primeira facada, a massa quebra e esfarela (vide foto)! Não tive coragem de continuar e cometi outro crime, raspei o recheio para não perder tudo e deixei a massa queimada, devidamente virada para cima, na inútil esperança de alguém se tocar. Ainda bem que cada um desses pedacinhos custou somente ? 4,90!Quando eu penso que um estabelecimento desses é indicado pela Parizza Academy sob a bandeira de melhores conceitos em restauração italiana, fico deveras preocupado. Não é possível, no berço da alta gastronomia, massacrar de tal forma uma tradicional receita italiana. Ei de continuar procurando algum lugar na França que saiba fazer pizzas, afinal os 809 milhões de pizzas que eles comeram o ano passado não podem ser todos tão ruins!
[+ detalhes]
01/07/2016
PIAZZA 8
ESPECIALIZADA EM PIZZAS RÚSTICAS E ARTESANAISRepresentando a gastronomia italiana, o Piazza 8 chegou em Brasília com um cardápio repleto de pizzas especiais.Oportunidade de negócioInaugurado em novembro de 2015, o Piazza 8 é um restaurante e pizzaria especializado na gastronomia italiana, localizado na Quadra 8 do Setor de Indústrias Gráficas (SIG), em Brasília. O nome surgiu como uma referência ao endereço que ocupa e uma alusão às famosas praças italianas: Piazza 8. Os sócios do restaurante, Nícolas Fujimoto, Rafael Lago, Renato Muniz e Tiago Muniz, atuam também em outros dois restaurantes de Brasília: Nazo Sushi Bar e DuoO. Até meados de 2015, as duas casas dividiam o mesmo espaço, separados apenas por uma parede. ?A especialidade do DuoO é a gastronomia funcional, com refeições livre de glúten, por exemplo. Optamos por transferir o DuoO de endereço para garantir aos clientes que todos os pratos estivessem livres de qualquer traço de contaminação com alergênicos?, explica Fujimoto. O Piazza surgiu então como uma oportunidade de negócio. ?Queríamos inovar com massas mais rústicas, seguindo a linha artesanal, com o mínimo de interferência de máquinas?, acrescenta Fujimoto. Para isso, houve a contratação do chef consultor Beto Fonseca. No quesito qualidade, o Piazza 8 está entre as melhores pizzas de Brasília, com bordas diferenciadas e sabores especiais criados na casa. Além disso, o restaurante também serve pratos requintados da gastronomia italiana. Cardápio variado e diferenciadoA casa conta com mais de 40 tipos de pizzas, entre tradicionais e especiais, algumas com acabamentos mais rústicos e sabores mais acentuados. A pizza Rústica, disponível nos tamanhos pequena e gigante, leva molho de tomate, mussarela de búfala, linguiça e parmesão e borda recheada com creme de cogumelos. Também é possível encontrar no menu pizza com borda vulcão. Este nome é dado à massa finalizada com recheio na borda, fechada em um formato diferente do tradicional. A Piazza 8, por exemplo, com molho de tomate, mussarela, calabresa especial e alho poró, tem a borda vulcânica, recheada com creme branco da casa.Uma das prediletas do chef Beto é a Fonduta, com molho de tomate pomodori pelati, mussarela e presunto de Parma. O diferencial fica por conta de um fondue de queijo no recheio da pizza. Mas as opções não param por aí. Além das pizzas tradicionais de Mussarela (molho de tomate pomodori pelati, mussarela e orégano), Margherita (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, tomate, parmesão ralado e manjericão); Quatro Queijos (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, catupiry, gorgonzola, parmesão e orégano); Portuguesa (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, presunto, pimentão, cebola, ovos, azeitonas pretas e orégano); Calabresa (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, linguiça calabresa fatiada, cebola, azeitonas pretas e orégano); Frango com Catupiry (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, frango, catupiry e orégano); e Pepperoni (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, peperone, manjericão e orégano); a casa dispõe de pizzas especiais, como a Parma (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, presunto de Parma, rúcula, parmesão salpicado e orégano); Linguicinha (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, linguiça picante, azeitona, mussarela de búfala, cebola e orégano); Tomate Seco e Rúcula (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, tomate seco, rúcula e orégano); Camarão Flambado (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, catupiry, camarão flambado na cachaça, alho e orégano); Estrogonofe de Filé (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, estrogonofe de filé, batata palha e orégano); Parma Especial (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, presunto Parma, aspargos, mussarela de búfala, tomate italiano e orégano); Estrogonofe de Camarão (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, estrogonofe de camarão e batata palha); Vegetariana (molho de tomate pomodori pelati, mussarela de búfala, beringela grelhada, abobrinha, tomate cereja e manjericão); Carpaccio (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, carpaccio de filé, mostarda, alcaparras, queijo parmesão ralado e rúcula); Abobrinha (molho de tomate pomodori pelati, abobrinha grelhada, mussarela de búfala, queijo parmesão e orégano); Pizza do Chef (molho de tomate pomodori pelati, alcachofra, mussarela de búfala, tomate picado, presunto de Parma, azeitonas pretas e manjericão); Maçã Verde e Gorgonzola (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, gorgonzola, maçã verde e orégano); Paulista (molho de tomate pomodori pelati, mussarela, presunto, calabresa, palmito, milho, bacon, azeitona e orégano); e Itália (molho de tomate pomodori pelati, burrata, parmesão e manjericão).Entre os sabores doces está a Ferrero Rocher, feita com queijo, Nutella e bombons de Ferrero Rocher. Outra que chama atenção é a Paçoquita, com massa crocante, queijo, paçoca, doce de leite e sorvete.Além dos mais de 40 tipos de pizzas, entre tradicionais e especiais, o Piazza 8 oferece ainda Entradas e Saladas, como a Pizza Branca à Pizzaiolo (finíssima massa da pizza ao lemon pepper); Pupunha (palmito de pupunha fresco grelhado com manteiga de ervas e alcaparras); Carpaccio de Rosbife (carpaccio de rosbife com molho tradicional de mostarda com alcaparras e parmesão, acompanhado de tostadas); Pizza de Bruscheta (bruscheta em massa de pizza, tomate fresco, mussarela de búfala e manjericão); Burrata Gratinada (burrata gratinada no molho pomodoro e basílico, acompanhada de pizza branca à pizzaiolo); Salada Carpaccio (carpaccio tradicional temperado sobre salada de mix de folhas com mussarela de búfala e tomate cereja); e Salada Juliana (mix de folhas, tomate, palmito, cenoura, batata palha, parmesão e molho de casa).O cardápio também inclui carnes, aves, peixes e massas: Brasato ao Vinho Tinto (brasato ao vinho tinto gratinado com batatas ao alecrim e parmesão); Tornedor com Pasta Sfoglia (tornedor de filé com creme de cogumelos em massa folheada acompanhado de arroz cremoso de queijos); Bombom se Alcatra ao Molho de Cerveja Preta (bombom de alcatra ao molho de cerveja preta e mostarda, acompanhado de batatas e alho assados); Filé de Peito de Frango Grelhado com Manteiga de Poró (filé de peito de frango grelhado com manteiga de poró, acompanhado de salada caprese); Baccala de Lenha (lascas de bacalhau com creme de leite fresco e purê rústico de batatas assadas ao forno); e Anchova Negra em Crosta de Panini (anchova negra em crosta de panini sobre legumes à moda mediterrânea, acompanhada de arroz de açafrão). Criações especiais do chef As criações do experiente chef Beto Fonseca são produzidas com massas artesanais e ingredientes típicos da culinária rústica da Itália.Oferecendo opções que trazem uma ousada harmonia de sabores, a casa conta agora com seis novidades no cardápio. As mudanças trouxeram acabamentos mais rústicos e sabores mais acentuados. Algumas pizzas, como a de salmão e a fonduta, são muito diferentes e quase uma exclusividade na cidade.Criação da casa, a pizza de Salmão fresco é feita com o peixe temperado ao shoyo e conta com uma borda recheada de alho poró. Também com borda recheada, mas com um creme de cogumelos, a Rústica leva molho de tomate, mussarela de búfala, linguiça e parmesão.Entre as novidades é possível encontrar no menu até pizza com borda vulcão. Este nome é dado a massa finalizada com recheio na borda, fechada em um formato diferente do tradicional. A Piazza 8, com molho de tomate, mussarela, calabresa especial, alho-poró, tem a borda vulcânica, recheada com creme branco da casa.A tradicional Marinara não tem queijo mussarela na receita. É feita com molho de tomate, manjerona, parmesão e molho de alho crocante. Já a Ao Pesto ganhou um acabamento de bordas mais rústicas e uma massa mais crocante.Uma das prediletas do chef é a Fonduta, com molho de tomate pomodori pelati, mussarela e presunto de Parma. O diferencial fica por conta de um fondue de queijo no recheio da pizza. O sabor de Carne Seca foi incrementado e, agora, conta com uma borda recheada de quibebe de abobora.Para acompanhar a refeição, o restaurante dispõe de uma adega com mais de 140 rótulos, vindos de diversos países. Um profissional da casa está à disposição para sugerir harmonizações das bebidas com as massas. As pizzas são servidas apenas no jantar.
[+ detalhes]
01/07/2016
PIZZARIAS EM BRASÍLIA
RESTAURANTES NO DISTRITO FEDERAL APOSTAM NA DIVERSIDADE DE SABORES PARA PIZZAS TRADICIONAISNem Portuguesa, nem Margherita! As casas têm apostado cada vez mais em sabores de pizzas compostos por recheios à base de ingredientes especiais. Mais do que calabresa, quatro queijos ou mussarela, chegou a vez do frango com pequi, da carne de javali, da rapadura e até de pétalas de rosas glaceadas. ?Os clientes acabam vencendo a resistência e passam a pedir sabores diferentes?, ressalta Narciza Leão, proprietária do Pizza Parque, que oferece seis sabores especiais com ingredientes como cranberry, queijo brie e salmão defumado. Em alguns restaurantes as pizzas especiais, que têm na composição ingredientes importados e, consequentemente, preços mais elevados, costumam ser o chamariz para novos clientes, caso da pizzaria Valentina. ?Apesar de serem mais trabalhosas, essas pizzas atraem uma clientela em busca de novos sabores?, ressalta o sócio da casa, Robson Costa. Além de criatividade, para uma pizza especial é preciso ter uma boa farinha (de preferência a do tipo OO), um molho de tomate com acidez equilibrada e um queijo mussarela de boa procedência. ?É possível quebrar a acidez do tomate com um pouco de beterraba, o que garante uma boa cor e o açúcar da frutose. E, se existe ausência de gordura residual no céu da boca, é sinal de que você está consumindo um bom queijo?, ensina o chef Ville Della Penna, integrante da Accademia Italiana di Gastronomia Storica e Gastrosofia.No Romão Carne de Sol & Pizza, em Vicente Pires, os sabores nordestinos são o forte do cardápio. A partir das 18h, é a vez das redondas, que não fogem da proposta inovadora. ?Quando fizemos o cardápio, priorizamos os sabores com a cara do nosso estabelecimento?, explica Romão de Olinda Filho, proprietário da casa, que começou com seu pai, há 30 anos. Para quem se interessou, entre a lista de preparos salgados se sobressai a pizza de escondidinho, recheada de purê de mandioca, carne de sol desfiada, cebola roxa, manteiga de garrafa, queijo coalho e requeijão. ?No início, os clientes acabavam pedindo pizzas tradicionais, mas quando viam esse sabor saindo do forno, ele chamava a atenção?, conta Romãozinho, como o proprietário é chamado. Outro sabor imperdível tem o nome do pai do proprietário, Romão. ?Essa não leva cebola e manteiga de garrafa. No lugar do purê de mandioca, colocamos purê de abóbora, que dá um toque adocicado, mais suave à pizza?, descreve. www.romaocarnedesol.com.brA Baco Pizzaria, Asa Norte e Asa Sul, é um dos nomes fortes quando se trata das redondas. Os estabelecimentos, localizados na 309 Norte e na 408 Sul, são os únicos de Brasília a fazer parte da Associazione Vera Pizza Napolitana - e dois dos cinco estabelecimentos brasileiros a aceitar pagar para poder usar esse título! Entre os 34 sabores vendidos na casa, a variedade vai de pizzas tradicionais a receitas autorais. Destaque para a criação do local: a pizza de Burrata & Parma, recheada com burrata, presunto cru, pomodoro pelati e raspas de limão siciliano. www.bacopizzaria.com.brNo D?Lurdes, em Guará, as pizzas fazem a alegria dos comensais que buscam diversidade. São 42 sabores, entre eles preparos não tão convencionais e com ingredientes inusitados, que podem ser pedidos à la carte ou no rodízio. Destaque para a de pequi com cubos de frango. Meire Gontijo, sócia da casa, tranquiliza quem tem receio dos espinhos: ?não tem perigo, porque preparamos o pequi em pedaços, já sem o caroço?. A empresária brinca que essa é a pizza goianinha e que na casa também tem a mineirinha, na qual o frango ganha a companhia do quiabo. Na sobremesa, destaque para a pizza feita com dois ingredientes mais do que queridos dos comensais: leite ninho e creme de avelã (Nutella ou similar!). Outros sabores que chamam a atenção são banana com açaí, coco com leite condensado, doce de leite com queijo minas e rapadura com queijo coalho. www.dlurdes.com.brO pedido dos clientes pela união de dois sabores existentes no cardápio da Fratello Uno impulsionou a criação da pizza de shimeji e camarões refogados com mascarpone, ervas finas e azeite trufado, com a assinatura do chef Dudu Camargo. A pizza, que está entre as mais vendidas das opções especiais, entrou no menu de sugestões há quatro meses e há dois integra os sabores do cardápio fixo. ?Sempre testamos as novas criações como sugestões. Como o público aprovou, colocamos definitivamente entre as nossas opções?, ressalta o restaurateur João Pedro Couto, que acredita no potencial dos sabores inventivos na gastronomia da cidade. www.fratellounopizzaria.com.brNa Valentina Pizzaria, na Asa Norte, um dos pratos prediletos é a pizza Obelix, que leva molho de tomate, mussarela, linguiça de javali, manjericão e orégano. Com um aspecto quase idêntico ao da pizza de calabresa, o preparo é menos gorduroso. ?Dá para notar desde a hora em que ela sai do forno. O gosto tem uma leve alteração, mas é muito similar ao da calabresa comum, tem muita gente que nem percebe a diferença?, explica Robson Costa, proprietário da casa. Costa aposta em outros preparos diferenciados em seu menu. ?A variedade dá mais trabalho, mas compensa, ela atrai clientes?, pondera. Outra sugestão foi criada para um concurso em São Paulo: a Alho Poró & Mascarpone. ?É uma combinação inusitada, especialmente pelo gosto forte do shimeji, mas era isso que eu e minha esposa procurávamos quando a criamos?, relembra. A iguaria leva molho de tomate, mussarela, shimeji (temperado suavemente na manteiga e pimenta dedo de moça), alho porró, queijo mascarpone e orégano. Para quem gosta de combinações raras, a pedida pode ser a pizza Berinjela Agridoce . ?A berinjela é gratinada com queijo parmesão, que quebra o doce e dá um toque especial ao preparo?, explica. Ainda pode experimentar a pizza de Cordeiro & Geleia de Pimenta (molho de tomate, charque de cordeiro temperado no azeite, pimenta dedo de moça e ervas finas, queijo brie, orégano e geleia de pimenta (à parte), ou a pizza Maçarico (molho de tomate, mussarela de búfala, linguiça picante, lascas de abobrinha, pesto de azeitonas pretas com uva passa e orégano) , entre outras dezenas de opções! www.valentinapizzaria.com.brA regionalidade falou alto na hora de Gilberto Masi atrair a clientela para a Copa do Mundo na Entre Amigos Pizza Bar, no Lago Norte. Os sabores das redondas com ingredientes de diferentes partes do país ficaram temporariamente no menu, mas uma delas sobreviveu ao fim do evento e integra o cardápio fixo: a de jambu, tomate cereja e redução de tucupi. A criação do sabor de influência amazônica foi feita em conjunto com a chef paraense Mônica Nunes. ?Temos clientes que chegam aqui só para comer essa pizza. São brasilienses que gostam de explorar ingredientes pouco difundidos na cidade?, ressalta o paulistano Masi. O tucupi e o jambu, folha que provoca dormência na boca, bastante consumida pelos indígenas do Norte do país, são comprados na Feira do Guará e vêm de cidades como Belém e Manaus. www.entreamigospizzabar.com.brUm dos pilares do Restaurante DuoO, na Asa Sul, é a sustentabilidade que integra grande parte dos preparos servidos na casa, capitaneada por Nicolas Fujimoto e Jean Felipe Lima. A casa carrega um conceito de dualidade, tendo duas ou mais perspectivas para cada tipo de cenário. Em sua proposta comercial, o DuoO se apresenta como uma opção gastronômica unindo culinária funcional ao sabor. O conceito de dualidade está presente em sua cozinha, onde os pratos são preparados de maneira diferente, buscando aproveitar ao máximo o que os alimentos tem a oferecer: o que habitualmente é consumido e o que geralmente é descartado, como cascas, talos e sementes. Isso faz com que a casa tenha uma culinária com práticas sustentáveis, gerando o mínimo de desperdício. A pizza Tucano é um exemplo! É feita de caponata de casca de banana, mussarela sem lactose, orégano e molho de tomate pelati. ?Usamos 120 kg de banana ao mês e queria criar um tipo que aliasse sabor ao combate ao desperdício de alimentos?, destaca Fujimoto, que assina a receita da pizza, feita à base de farinha de arroz e biomassa de banana verde, também preparada na casa. A pizza Sertão leva carne seca, mussarela sem lactose, creme de abóbora, cebola roxa e molho de tomate pelati. A casa também só usa mussarela de búfala ou mussarela sem lactose, em todas as suas pizzas. www.duoorestaurante.com.brHá um ano, a frustração com os serviços de entrega de pizza até o Park Way se transformou em oportunidade de negócio para Narciza Leão. Era o início da Pizza Parque, serviço de delivery que opera na região sul de Brasília. A seleção de ingredientes importados, como farinha italiana 00, salmão defumado e amêndoas, caracteriza os sabores especiais da marca. Antes de abrir o negócio, a empresária fez curso de pizzaiolos em São Paulo e contou com a consultoria de um chef paulistano. Entre as sete opções especiais está a Caliandra, que leva queijo brie, nozes, molho de cranberry e rúcula baby. ?Busquei como referências receitas dos chefs Claude Troigrois e Jamie Oliver, dois profissionais que são muito inspiradores para mim?, afirma Narciza. O delivery oferece outros sabores inusitados, como a Sucupira, que leva brócolis, aliche e pimenta dedo de moça, e a Jacarandá, feita com mortadela italiana e queijo emmental. O cardápio enxuto com combinações inusitadas também caracteriza o serviço de entrega criado por Narciza. ?A ideia é oferecer algo de qualidade sem precisar ter um cardápio extenso. Apesar de arriscar pouco, nossos clientes têm dado espaço a sabores que fogem do convencional?. www.pizzaparque.comA bela vista e a decoração da casa já criam uma atmosfera romântica para quem vai à Avenida Paulista Pizzeria, na Asa Sul. Uma receita dá charme a qualquer data: a pizza de pétalas de rosas glaceadas. ?No lugar do queijo, usamos sorvete de creme, polvilhamos farofa crocante e finalizamos com as pétalas glaceadas?, explica a gerente Angela Chiconato. ?É uma pizza adocicada, devido ao processo, porque as pétalas passam ao sorvete. No fundo é possível sentir o sabor da flor?, detalha. A casa trabalha ainda com outros sabores pouco convencionais, como La madona medieval. A pizza se destaca pelo formato oval. ?É uma pizza de aspecto rústico. Ela leva molho de tomate, rúcula, tomate seco, pimentões e aceto?, descreve Angela. Já em outro formato incomum, mas sem abrir mão da massa da pizza, o local trabalha também com o pacchetto (R$ 48), massa de pizza dobrada e recheada. ?Ela não chega a ficar totalmente fechada, mas abafa os ingredientes, deixando-os mais suculentos?, explica Angela. São dois sabores: o de escarola - escarolas temperadas com alho, azeitonas pretas, castanhas e tomate seco -, e o de calabresa - calabresa pré-assada, mussarela, cebolas em rodelas e molho de tomate. www.avenidapaulistapizzabar.com.brMineiro que se preze adora goiabada com queijo. O clássico virou uma redonda na Pizza do Zé, no Laguna Mall, em Águas Claras. A combinação faz homenagem à mãe do proprietário, José Wilson Alves, e se chama Dona Lurdes. O recheio mistura mussarela, goiabada cascão, queijo coalho e banana. Outro preparo que se diferencia: à moda da casa, à base de alho, escarola, abobrinha, alho poró, tomate cereja, cebola, bacon em fatias finas e parmesão fresco. Também podem experimentar a pizza Seu França, que leva molho artesanal de tomates, mussarela especial sem lactose, carne de sol, queijo coalho e banana da terra. Para o proprietário, as redondas de sabores incomuns são um diferencial na pizzaria: ?Temos as tradicionais, mas, para mim, se você vai servir uma pizza de sabor tradicional, ela tem que sair da média?, afirma. As massas oferecidas no local são: tradicional, pan, extrafina, integral e sem glúten. www.pizzadozeh.com.br
[+ detalhes]
01/07/2016
RESTAURANTE LIMONN
RECEITAS ITALIANAS COM INGREDIENTES BRASILEIROSSabores contemporâneos do Brasil e da Itália servidos à la carte em ambiente moderno e espaçoso.O LimonnInaugurado em 2008, o Limonn é um restaurante ítalo-brasileiro, que serve receitas italianas com influências e ingredientes brasileiros para paladares brasileiros.A palavra Limonn vem do armênio limão e recebe esse nome devido à um limoeiro plantado na sua área de espera há mais de 50 anos e por seus fundadores serem descendentes de armênios.Situado no coração do Itaim, em São Paulo, SP, o restaurante segue uma trajetória movimentada, repleta de importantes conquistas no cenário da gastronomia paulistana. O Limonn é um lugar acolhedor e confortável feito para se comer bem na companhia de amigos e família, tanto para um almoço executivo quanto para encontros e comemorações familiares. É um restaurante completo, feito para atender todas as expectativas dos clientes mais exigentes. Como um ambiente elegante, confortável, boa música, atendimento atencioso, preço justo, carta de vinhos variada e muito premiada, e é claro, uma comida feita com muito carinho e cuidado.Charme e personalidade...Além de confortável, moderno e aconchegante. Assim é o ambiente do Limonn. Um bar moderno e um salão bem decorado integram os principais espaços do restaurante, áreas espaçosas com mesas confortáveis para uma bela refeição. A ampla fachada do Limonn surpreende, com suas paredes revestidas de madeira, janelões envidraçados e à frente dois pandanos gigantes (Pandanus utilis), espécie semelhante a palmeiras, baixa e robusta. Internamente, o espaço é sóbrio e elegante e valoriza a luz natural.O limoeiro ocupa agora lugar de destaque na espera aberta do restaurante, onde charmosos futons recebem quem precisa aguardar por um dos 60 lugares disponíveis no salão.Na trilha de jazz, bossa nova e lounge moderno, pratos deliciosos da culinária ítalo brasileira são servidos por garçons simpáticos e atenciosos, gente que trabalha com o que gosta e que já faz parte da história do projeto.Sempre em evolução, a cada visita os clientes encontram alguma novidade seja no cardápio, nas surpresas do chef ou novos objetos de decoração que promovem ainda mais charme e personalidade ao Limonn.Cozinha ítalo-brasileiraNo Limonn a culinária italiana abre espaço para ingredientes brasileiros e algumas influências variadas da gastronomia mundial. O menu tem criações equilibradas que mantêm a essência da cozinha tradicional da Itália.Os pratos de maior sucesso são o Linguini tartufato com filetto, composto por massa seca com tiras de filé mignon ao molho de cogumelos frescos aromatizados com tartufo bianco; e o Agnolotti di manzo brasato, que inclui massa fresca recheada com costela bovina braseada e desfiada em seu próprio molho com fondue de parmesão. E, como sobremesa, o imperdível Pavê de gianduia com creme de baunilha.O diferencial das massas oferecidas pelo Limonn é o segredo de uma receita de molho, que passa de geração para geração a seis décadas, e o uso da melhor farinha e dos melhores e mais frescos ingredientes encontrados no Brasil.A culinária variada com toques contemporâneos tem como ponto forte antepastos, saladas, peixes, carnes e massas, que são um alento ao paladar.Comece pelo couvert... tomate de erva doce no azeite, manteiga de cebolete, gorgonzola gratinado, focaccia de alecrim e pão italiano quentinho, ou escolha uma das opções de petiscos: Burrata fresca (burrata fresca artesanal com pesto de manjericão e pão quente); Bruschetta di prosciutto (bruschetta com presunto cru, rúcula e mussarela de búfala); Arancini (bolinho de risoto recheado com mussarela); Porco alla milanese (cubos de porco à milanesa na manteiga de garrafa com rúcula e tomate confit); Pastel de brie (pastel recheado com queijo brie e geleia de framboesa); e Prosciutto de Parma (presunto de Parma curado 12 meses) ou, então, vá direto para as entradas, que também são divinas. Escolha entre Carpaccio di filetto (carne crua de filé mignon servida com molho Cipriani - NY - e folhas verdes); Tartare di carne (filé mignon cru cortado na ponta da faca acompanhado de fritas); Insalata di mini foglie (salada de mini folhas com tomate cereja, pupunha, lascas de parmesão e nozes pecan ao molho de mostarda e mel); Cremoso di formaggio di Capra (queijo de cabra cremoso com beterraba, macadâmia, geleia de cebola roxa e salada de rúcula ao molho de açaí com balsâmico); Insalata de salmone (salmão curado, rúcula, alface baby e uva rosada no sour cream); e Salada caprese (mussarela de búfala, tomate cereja e pesto de manjericão).Os pratos principais apresentam clássicos da gastronomia franco-italiana e algumas criações. O menu de massas e risotos oferece opções variadas e deliciosas, como Risotto tartufado (risoto ao grano padano trufado com palmito pupinha e cebolete); Risotto de camarão Brasil (risoto de camarão com azeite de dendê e um leve toque de pimentão vermelho); Arroz de pato (arroz com pato desfiado ao forno co linguiça portuguesa). As massas são um dos destaque do Limonn. Escolha entre Gnocchi al pomodoro i basílico (nhoque de batata ao molho de pomodoro e manjericão gratinado com Grano Padano); Ravioli de búfala (massa recheada com mussarela de búfala ao molho pomodoro); Cannelloni di ricota e spinaci (massa recheada de ricota e espinafre gratinado ao molho de queijos); Ravioli del plin di prosciutto (ravióli recheado de presunto cru ao molho rose); Agnolotti di manzo brasato (massa recheada de costela de boi braseada em seu molho com fondue de parmesão); Penne con baccalá (massa seca com bacalhau desfiado, brócolis, azeitonas e tomate comfit); Linguini tartufado com filetto (linguine com tiras de filé mignon ao molho de cogumelos frescos aromatizados com tartufo bianco); Papardelle al ragu di salsiccia (massa fresca ao ragu de linguiça levemente picante com pecorino); Tagliatelle all'Arrabiata (massa seca ao molho de tomate concassé apimentado); e Lasagna alla Bolognese (massa fresca com molho bechamel e molho bolonhesa gratinado). As opções de peixes e carnes também são variadas; o destaque são os acompanhamento, bastante diferenciados: Peixe fresco no papilote (peixe fresco em cama de legumes ao molho de limão); Salmone (salmão preparado no azeite com risoto de limão siciliano e coulis de frutas vermelhas); Baccalá Joaquim (bacalhau dourado no azeite com batata, brócolis, ovo cozido, azeitona e cebola); Pancia di porco com gnocchi al gorgonzola (costela de porco recheada de cogumelos com nhoque gratinado ao gorgonzola); Lobo de cordeiro (lombo de cordeiro em crosta de pistache com risoto de queijo de cabra e ervas balsâmicas); Filetto alto al vino del chianti (corte alto de filé mignon ao vinho tinto com gratin de mandioquinha); Milanesa di mignon (milanesa de filé mignon com spaghetinni na manteiga e sálvia); Scaloppina com salsa al pepe (escalope de filé mignon com molho de pimenta verde, batata souté e alho poró); Stracotto al zafferano (carne lentamente cozida e servida em seu próprio molho com risoto de açafrão); e frango agrodolce (filé de frango ao molho agridoce, acompanhado de purê de batata com Emmenthal). Difícil é escolher qual prato saborear... um mais saboroso que o outro.Para finalizar, o menu de sobremesas... de dar água na boca! Babá al rum (Babá ao rum com creme inglês, sorvete de baunilha e chantilly); Torta de limão (tora de limão com merengue); Mousse Cioccolato (mousse de chocolate com crocante); Tiramisí brasile (Tiramisú Brasil); Pavé al gianduia con crema di vaniglia (pavê de gianduia com creme de baunilha); e Churros (churros com brigadeiro e doce de leite), além de sorvete de diversos sabores, creme brulée e frutas da estação.O Limonn também dispõe, de segunda à sexta, de menu executivo, incluindo entrada, prato principal e sobremesa. Sala de folhas à Juliene com cenoura e palmito ao molho mostarda; Carpaccio de filé mignon com molho cipriani; e soufflé de parmesão com fondue de Emmenthal e lâminas de pupunha, fazem parte das opções de entrada.Como prato principal, o menu executivo inclui Risotto de parmesão com presunto cru e rúcula; Ravioloni recheado de queijo fresco e nozes ao molho de Emmenthal; Bacalhau desfiado com ovos, cebola, azeitona e batalha palha; peito de frango em ervas frescas com legumes e purê de abóbora; Estrogonofe com arroz biro biro e farofa de mandioca; e Parmeggiana de filé mignon com batata rústica.Para sobremesa o menu executivo oferece três opções: Pavê de gianduia; frutas da estação; e Sorbet de limão com calda de frutas vermelhas e farofa.Adega premiadaPara acompanhar as refeições, uma excelente carta de vinhos oferece as melhores opções para cada ocasião. Aliás, a adega do Limonn é um dos diferenciais do restaurante. A Casa possui uma carta de vinhos premiada. Por quatro anos consecutivos, 2009, 2010, 2011 e 2012, o restaurante Limonn ganhou o prêmio "Prazeres da Mesa" com a melhor carta de vinhos do Brasil.Para harmonizar com as iguarias do cardápio, as recomendações do sommelier tem suporte das adegas climatizadas do Limonn, composta por uma selecionada variedade de rótulos de vinhos brancos, tintos, porto, espumantes e champanhes, de várias regiões do mundo.LOGO Restaurante Limonnwww.limonn.com.br
[+ detalhes]
01/07/2016
SALUMERIA RISTORANTE
INSPIRATO DALLA TOSCANALocalizado em um charmoso casarão no Alto São Francisco, o Salumeria Ristorante oferece ambientes confortáveis e um menu diversificado e repleto de sabores da Toscana. La nostra SalumeriaInaugurado em 2013, o Salumeria Ristorante foi inspirado nas casas que vendem salame na Itália. Salumeria, do Latim medieval, significa o melhor das coisas temperadas. Esse tipo de embutido, entre os quais se destaca o famoso Salame Toscano, foi uma das primeiras manifestações da cozinha italiana no Brasil, o que de certa forma é uma maneira de homenagear a gastronômica gente italiana e seus descendentes.As cores, sabores e temperos da culinária Toscana e Emiglia Romana são a razão de ser do Salumeria. A cozinha do interior da Itália, com aqueles sabores tão especiais e, ainda, de alguma maneira, desconhecidos no Brasil.A gastronomia Toscana é elegante, harmoniosa e muito rica em sabores, e o Salumeria oferece todas essas características, através de um cardápio composto pelos grandes clássicos da gastronomia italiana, preparados exatamente como manda a tradição do país, o que lhe rendeu o selo Marchio Ospitalità Italiana, selo concedido aos restaurantes que respeitam a tradição gastronômica daquele país. Entre os destaques, estão os pratos com trufas, funghi porcini fresco e lardo di Colonnata, ingredientes utilizados na composição de pratos como bruschettas, saladas, antepastos, risotos, massas e carnes. Além disso, a casa possui uma adega incrustada em paredes de pedra com mais de 300 rótulos de vinho. Comandado pelo chef proprietário Marcus Biazzetto, o restaurante premiado em diversos concursos de gastronomia está localizado em um charmoso casarão no Alto São Francisco, em Curitiba, PR, próximo a pontos turísticos, como o Relógio das Flores e o Largo da Ordem.Regularmente, o Salumeria realiza jantares harmonizados e festivais gastronômicos com algum ingrediente exclusivo, além de possuir uma exclusiva cozinha de vidro, na qual o chef pode preparar um jantar exclusivo na frente dos clientes.Arquitetura premiadaO projeto arquitetônico do Salumeria Ristorante recebeu o W AWARD 2014, prêmio para os melhores projetos em arquitetura e design do país. A premiação é promovida por Ministério da Cultura, Instituto São Paulo de Arte e Cultura e revista Casa Vogue. Ao todo, seis projetos foram escolhidos nas categorias arquitetura corporativa, arquitetura residencial, interior residencial, espaço público, moveleiro e interior corporativo, na qual foi premiado o Salumeria.Com uma arquitetura clássica e ao mesmo tempo contemporânea, o Salumeria oferece ambientes confortáveis e um espaço diferenciado.O restaurante é dividido em vários ambientes, cada um trazendo uma decoração diferente. Entre os diferenciais estão os painéis com imagens de paisagens da Itália e um piso de vidro que mostra a estrutura original da casa, com lembranças de cursos e viagens do chef Biazzetto. A adega, que conta com cerca de 300 rótulos, fica no subsolo e tem uma recepção que vem desde o deck externo.Outras paredes estão decoradas com colheres de pau e rolhas, enquanto itens como panelas foram transformadas em luminárias. No banheiro feminino, a pia tem um formato curvilíneo para a água escorrer até o chão, lembrando uma toalha de mesa. Além da decoração rústica, a casa possui um deck externo com cardápio diferenciado, telão e lareira.Cozinha do chefUm espaço gourmet dentro do Salumeria permite atendimento exclusivo para amigos e convidados. É a Cozinha do chef, onde Marcus Biazzetto prepara pratos exclusivos para seus convidados. Nesse espaço, o cliente, com a orientação do chef Marcus, pode ser o próprio chef e preparar o seu próprio cardápio.Marcus Vinícius Biazzetto trabalhou boa parte da sua vida no mercado financeiro, em bancos privados e depois na empresa financeira da família. Desde cedo, no entanto, nutria uma paixão pela arte da gastronomia, inspirado pela deliciosa cozinha praticada pelos seus avós.Nascido e criado no meio italiano, já desde criança preparava sanduíches e quitutes que sua mãe, exigente no paladar, ficava fascinada. Continuou na pós adolescência trabalhando com finanças, mas sua alegria era estar na cozinha preparando pratos para a família e amigos. Em 2003 fez o Curso de Cozinha na Escola Centro Europeu.Procurando aprimorar-se cada vez mais, em 2008, Marcus partiu para Siena, na Toscana, onde viveu, trabalhou e estudou as cores e os sabores da cozinha italiana. Em Siena se especializou na cozinha toscana, diplomado pela Escuolla de Cuccina Della Societa Dante Alighieri di Siena. Para complementar os estudos da gastronomia toscana trabalhava à noite em restaurantes locais.Legitima culinária ToscanaPara estruturar o cardápio do Salumeria, o chef Marcus Biazzetto viajou várias vezes para a região da Toscana, onde conheceu restaurantes, vinícolas, caçou trufas e degustou diversas iguarias; boa parte delas ele trouxe para o Salumeria. Um exemplo é a Uova al Tartufo con Porcini (ovos com trufa e cogumelo porcini fresco), servida como opção de entrada. As Bruschettas também fazem muito sucesso na casa e podem ser servidas individualmente, ou na seleção, que inclui a famosa fatia de pão italiano com diversos sabores: tradicional (com alho, tomate e manjericão), funghi, bacalhau e linguiça toscana.Entre os pratos de maior sucesso estão o Mignon Avvolto in Lardo di Colonnata, que chega à mesa acompanhado de um talharim com alho negro, além das massas e carnes preparadas com trufas trazidas diretamente da Itália. Os pratos clássicos, como a Bistecca alla Fiorentina e o Filetto di Manzo alla Parmegiana, feito com molho de tomate caseiro e servido com massa de produção própria, também fazem bastante sucesso entre os clientes. Outro carro-chefe da casa é a Saltimboca a La Romana, um filé preparado com presunto San Danielle DOP e acompanhado por risoto milanês. A Porchetta é uma das exclusividades da casa. Segundo o chef, o prato demora dois dias para ficar pronto, mas o resultado é imbatível.A paleta de cordeiro, outro clássico da gastronomia toscana, também é muito elogiada, assim como o Bacallà al Forno (bacalhau gratinado), o Conchiglione di Salmone e Gamberi (massa recheada com salmão, ao molho de camarões) e o Risotto de Haddock com vieiras. Entre as sobremesas estão clássicos, como o Tiramisu e criações mais contemporâneas, como o Romeu e Julieta (creme de goiaba, com sorvete de queijo).Cardápio comemorativoPara celebrar o segundo ano de atuação no cenário gastronômico de Curitiba, o Salumeria Ristorante lançou um novo cardápio. Os pratos que passaram a integrar o menu criado pelo chef Marcus Biazzetto continuam fieis à legítima culinária Toscana.Uma das novas opções de entrada é a Selezione di Mini Bruschette, que contempla sabores como bacalhau, porcini, linguiça toscana, tomate, entre outras. Outra sugestão de entrada é a Uova al Tartufo con Funghi Porcini, prato preparado com ovo caipira em cama de cogumelos italianos e lascas de trufas brancas e negras, servido com pão italiano tostado. O porcini fresco, assim como as trufas, são alguns dos ingredientes diferenciados oferecidos pela casa. Tratando-se de produtos especiais e sofisticados, um dos grandes destaques é o Fettuccini Salumeria, feito ao molho de bacon, com creme de leite e cibouletti com camarões em volta do Lardo di Colonnata, genuinamente italiano e uma exclusividade do Salumeria. A iguaria é encontrada apenas em um vilarejo localizado no Norte da Toscana e foi trazida para Curitiba em uma remessa especial.Nas sugestões de massas e risotos, foi incluído no menu o Risotto di Haddock Affumicato con Capesante alla Griglia, que é preparado com arroz arbóreo, haddock defumado, vieiras grelhadas, manteiga de camarão, cibouletti, crispy de haddock e parmesão ralado. A criação de Biazzetto pede como acompanhamento vinhos brancos, espumantes, frisantes ou champagnes.Apesar da reformulação, os pratos clássicos e consagrados da culinária italiana foram mantidos. É o caso da Saltimbocca Alla Romana, servida como manda a tradição italiana. Os escalopes de mignon são preparados com presunto San Daniele DOP (Denominação de Origem Protegida) e sálvia, puxados na manteiga e vinho branco, servidos com risotto milanese. O novo menu contempla, também, vários pratos que servem duas ou três pessoas. Um deles é a Spalla d´agnello al forno con patate, broccoli e fettuccine al burro, paleta de carneiro assada na manteiga e ervas aromáticas (tomilho, alecrim e manjericão), guarnecida com brócolis e batatas com alho e massa na manteiga de ervas. Outra novidade para compartilhar é o tradicional Filetto di Manzo alla Parmegiana, um generoso pedaço de mignon preparado à milanesa, com molho sugo e gratinado com queijo parmesão, acompanhado de Spaghetti ao molho branco. Dentre os novos pratos, o Conchiglione di Salmone e Gamberi é uma das sugestões da casa A massa em formato de concha é recheada com salmão e camarão, regada com molho branco, parmesão ralado e gratinada no forno, sendo finalizada com camarões grelhados ao molho sugo.Para encerrar o banquete, o Salumeria oferece várias opções de sobremesa, entre elas, o aclamado Romeu e Julieta, creme de goiabada servido com sorvete de mascarpone.A variedade de vinhos ofertados - são mais de 300 rótulos presentes na adega - é outro diferencial da premiada casa. O sommelier Rodrigo Gerber, que trabalhou durante 11 anos na Itália, fica à disposição para indicar vinhos que harmonizam com cada um dos pratos - que podem ser servidos, mediante reserva, em uma cozinha de vidro com capacidade para atender até quatro pessoas de maneira exclusiva e intimista.www.ristorantesalumeria.com.br
[+ detalhes]
01/07/2016
TRATTORIA DA ROSÁRIO
HÁ 12 ANOS FAZENDO PARTE DA HISTÓRIA GASTRONÔMICA DE BRASÍLIAReceitas que combinam sabor e simplicidade são a marca do restaurante mais premiado de Brasília.Uma história de vitóriasMenos sofisticada do que restaurante e mais elaborada do que cantina é a cozinha de uma Trattoria Italiana. Geralmente, um espaço nem grande nem pequeno, com mesas cobertas de toalha xadrez com uma vela no centro. Assim nasceu a Trattoria da Rosario, em abril de 2003, em uma pequena loja do Fashion Park, na QI 17 do Lago Sul, em Brasília, DF.A história da Trattoria da Rosário começou a ser desenhada em outubro de 1993, quando Rosario Tessier aportou no Rio de Janeiro a convite do conterrâneo Maurizio Ruggiero, que junto com o sócio comprou de Danio Braga, O Enotrio, em Copacabana, no Rio de Janeiro, RJ, e o transformou no Vin Santo, com cardápio rico em massas, peixes e carnes. Quando apresentou um festival de comida mediterrânea no hotel Sheraton, Rosario foi "descoberto" pelos executivos do Grupo Gaf, que compraram seu passe para levá-lo para Brasília. O segundo endereço de Rosario foi a 412 Sul, para onde o empresário Jorge Ferreira o levou para pilotar as caçarolas de uma charmosa cantina chamada La Bocca De La Veritá. Foi lá que a equipe precursora da visita do Papa João Paulo II ao Brasil ia comer quando chegou em Brasília. O dentista do pontífice ficou admirado de encontrar no planalto ingredientes italianos preparados por quem falava o seu idioma. Seguiu-se o Partenopea, casa administrada pelo Grupo Dom Francisco, na 402 Sul. De lá Rosario foi para Trastevere, depois I Maestri, depois em um restaurante em Curitiba, PR, de onde saiu em 2003 para comandar seu próprio negócio, o primeiro na área de alimentação aberto no edifício Fashion Park, da QI -17 do Lago Sul.No fogão, receitas que combinam sabor e simplicidade se tornaram a marca da casa. O sucesso veio imediatamente e em pouco tempo o ambiente duplicou e ganhou ares refinados, até que vagou a loja vizinha e aí, sim, uma reforma profunda permitiu a expansão da Trattoria com cara de restaurante. A Trattoria da Rosário logo se tornou um conceito de excelência em gastronomia italiana e hoje acumula títulos dos mais importantes veículos, sendo vencedora de todos os prêmios de melhor italiano da Veja Brasília ?Comer & Beber?, além dos títulos pelo Guia Quatro Rodas de Melhor Restaurante Italiano nos anos de 2012 e 2014 e da Revista Gula.Ambiente e serviços impecáveisO restaurante Trattoria da Rosário é o endereço certo para os que buscam o melhor da gastronomia italiana em Brasília. Comandado pelo Chef napolitano Rosário Tessier, que de perto administra uma das melhores cozinhas da capital, é frequentado por personalidades influentes da política e da alta sociedade da Capital.A casa é intimista e elegante, com três ambientes, sendo dois salões internos e a varanda. A decoração tem toques clássicos, conferindo um ar mais formal ao restaurante. O moderno fica por conta das paredes de vidro, conferindo luz natural ao interior, além de vista para o Lago Paranoá, um dos privilégios da localização, juntamente com o estacionamento.O serviço é sofisticado. Os garçons são prestativos e sabem informar todos os itens do cardápio. A gentileza é um dos diferenciais da casa. Outro destaque é a presença do chef Rosario Tessier nos salões, checando pessoalmente a satisfação dos frequentadores.Além da atenção dispensada aos clientes, a qualidade dos produtos e matérias-primas utilizados na elaboração dos pratos, que na sua maioria são importados especialmente para o restaurante, garante o sucesso da Trattoria da Rosario. Um passeio pelos sabores da ItáliaA culinária é a grande estrela da Trattoria da Rosario. Clássica e bem elaborada, oferece pratos de diversas regiões da Itália, principalmente, a napolitana. No entanto, passeia por várias regiões da Itália, com pratos de frutos do mar, caças e massas que contemplam o menu.A maior dúvida com relação ao cardápio é o que escolher! E, você vai entender por que?Para começar, a Trattoria do Rosario oferece um cardápio de Antipasti, com as seguintes opções: Antipasto Itália (presunto de Parma, mortadela italiana, queijo Bel Paese, queijo Grana Padano e azeitonas pretas); Bruschette al Pomodoro (torradas com molho de tomate italiano San Marzano, manjericão, mussarela e queijo Grana Padano); Carpaccio di Carne con Carciofini (carpaccio de carne com molho de mostarda, lâminas de alcachofra e Grana Padano, acompanhado de torradas com azeite e ervas); Insalata dello Chef (salada folhas verdes mistas, tomate caqui, lascas de Grana Padano, mussarela e molho de mostarda e ervas); e Melanzana Napoletana (berinjela gratinada ao forno com mussarela, com molho de tomate italiano San Marzano e Grana Padano).Se escolher a entrada já foi difícil, imagine o prato principal! As opções são de dar água na boca. Vejamos... Entre as massas, estão o Capellini Riviera, com molho de tomate italiano San Marzano, cogumelos paris frescos e camarões picados; o Fettuccine dello Chef, com molho de cogumelos porcini e paris frescos e três camarões ao molho de ervas finas; o Linguine Golfo di Napoli, com molho de tomate italiano San Marzano, polvo, lula e dois camarões; o Pennette Vesuvio, com molho de tomate italiano San Marzano , berinjela salteada, mussarela de búfala; e o Spaghetti a Carbonara, com bacon,gema de ovo e grana Padano. Entre as massas frescas, estão o Gnocchi con Spinaci e Gorgonzola (nhoque de batatas ao creme de espinafre e gorgonzola); Gnocchi Mediterrâneo (nhoque de batatas com bacalhau, tomatinho, manjericão, azeitonas, alcaparras e azeite); Gnocchi Alla Mantovana (nhoque de batatas ao creme de abóbora e gorgonzola, com crocante de presunto de Parma); Ravioli di Bel Paese in Salsa di Funghi e Piselli (ravióli recheados de queijo Bel Paese, com molho de cogumelos, presunto, ervilha e rúcula); e Ravioli Capri (ravióli recheado de queijo Bel Paese ao molho branco, rúcula e camarões). As opções de risotos incluem Risotto Golfo di Napoli (risoto com lula, polvo, camarões e tomate fresco); Risotto di Zucca, Gamberi e Pesto (risoto com abóbora, presunto de Parma, Grana Padano, pesto e camarões); e Risotto al Funghi (risoto com molho de cogumelos porcini, paris frescos e Grana Padano). Mas, se a sua preferência for por carnes, escolha entre o Filetto ?Palio di Siena? (filet mignon ao molho madeira e vinho tinto, com risoto de queijo Grana Padano e tomate seco); Saltimboca alla Romana (escalope de filet mignon com presunto de Parma e sálvia, ao molho de vinho Marsala, com fettuccine Alfredo); Scaloppe alla Pizzaiola (escalope de filet mignon com tomate fresco e molho de tomate italiano San Marzano, acompanhado de espaguete no próprio molho de tomate italiano); Bismarck con Gnocchi di Bel Paese (filet mignon em crosta de cebola, ervilha e presunto de Parma, sobre molho de vinho Marsala, acompanhado de gnocchi ao molho Alfredo); Polpetone al Forno (polpetone assado ao forno, com molho de tomate italiano, acompanhado de espaguete no próprio molho de tomate italiano); Petto d?Anatra in Salsa di Rosmarino (peito de pato grelhado ao molho de alecrim, acompanhado de risoto de queijo Grana Padano); Controfiletto d?Agnello (lombo de cordeiro desossado em crosta, ao molho de vinho Marsala e vinagre balsâmico reduzido, com risoto negro, cogumelos porcini e Grana Padano); Piccata al Limone (escalopes de filet mignon ao molho de limão, com risoto de aspargos frescos); e Vitello Bianco in Crosta (escalope de vitelo em crosta, ao molho de mostarda de frutas, com risoto negro cogumelos porcini e Grana Padano).Ou, quem sabe, você prefira um peixe, então escolha entre Pesce con Asparagi (filé de peixe grelhado ao molho de ervas, com aspargos frescos e lâminas de queijo Grana Padano gratinado); Baccalà Pompei (bacalhau Gadus Morhua ao forno, com azeite extra virgem, cebola, tomate, acompanhado de risoto de açafrão); Pesce Costiera Amalfitana (filé de peixe grelhado ao molho de ervas, azeite extra virgem e alcaparras, com risoto de limão); Pesce in Crosta (filé de peixe grelhado em crosta de queijos e ervas regado no molho de limão, acompanhado de risoto de espinafre); Gamberi Costa Smeralda (camarões grelhados ao molho de ervas finas com risoto de limão); e Gamberi Imperiali con Risotto di Zafferano (camarões grelhados ao molho de pimenta verde e ervas fina, com risoto de açafrão). Para finalizar, a Trattoria da Rosario dispõe das mais diversas sobremesas italianas: Crème Brûlée (creme à base de ovos com crosta de caramelo); Crema di Papaia con Cassis (mamão papaia batido com sorvete de creme); Frutta di Stagione (mamão ou abacaxi); Gelato Italiano (sorvetes nos sabores panna cotta com flocos de chocolate, limão siciliano, vanilla e iogurte); Panna Cotta con Crema di Frutti di Bosco (flan de creme de leite fresco cozido e coulis de frutas vermelhas); Mousse al Cioccolato con Amaretto (mousse ao chocolate meio amargo com partilha de Amaretto e calda de amarena); Petit Gateau (pequeno bolo de chocolate acompanhado de sorvete de creme); e, lógico, o delicioso Tiramisù (pavê com biscoito champagne, café, creme mascarpone e chocolate). Além da excelente gastronomia, a Trattoria da Rosário oferece uma carta de vinhos com cerca de 120 rótulos, armazenados nas duas adegas climatizadas instaladas no local. É só escolher... e se deliciar. Bon Appetit! LOGO TRATTORIA DA ROSARIOwww.trattoriadarosario.com.br
[+ detalhes]
01/07/2016
VILLA FORIA
UM JEITO DIFERENTE DE COMER PIZZAEleita duas vezes pela Veja Comer & Beber como a melhor pizzaria do Recife, PE, a Villa Foria resgatou uma antiga maneira de comer pizza: como as mãos.Conceito exclusivoComer pizza com a mão sempre agrega um sabor a mais. Foi com esse conceito que a Villa Foria Pizzeria & Ristorante foi inaugurada nas Graças, em 2013, conquistando os recifenses da zona Norte com seus discos de massa fininha, leve e crocante. Na Villa Foria, nada de garfo e faca; ao invés de talheres, a casa oferece luvas descartáveis para que o cliente fique mais a vontade para degustar as várias opções de pizzas. A proposta foi importada diretamente da Itália, especificamente de Nápole, a capital das melhores versões da receita. Mas, quem preferir a forma tradicional, a casa oferece talheres... Se bem que com as luvinhas é muito mais gostoso! A concorrida pizzaria ocupa um belo casarão restaurado, quase em frente à Paróquia Nossa Senhora das Graças. Tem pé-direito alto, janelões e portas antigas, além de uma decoração aconchegante e descontraída. Outro diferencial da Villa Foria é a massa fina e crocante. Os discos de espessura fina nos tamanhos médio e grande (com 32 e 38 centímetros de diâmetro, respectivamente) são cortados sempre em doze pedaços e passam duas vezes pela pedra refratária do forno a gás. Em uma espécie de liturgia da borda crocante, primeiro a massa pura é pré-assada por um período de três a cinco minutos. Feito o pedido, são mais três a cinco para dar o ponto, o que depende da cobertura escolhida. Finalizado o pedido, fica a critério do cliente escolher a forma de degustá-la!Cardápio variado e novos saboresSob o comando dos empresários Gustavo Leal e Maria Porto, a Villa Foria oferece mais de 20 combinações inovadoras de pizzas. Sabores tradicionais, como mussarela, calabresa, portuguesa, camarão e quatro queijos estão garantidos. Entre as criações próprias, destaque para a de Peperoni ao pesto; a Finna, com queijo brie, damascos picados e geleia de damasco; e a Villa Foria, que leva parmesão, alho crocante, manjericão e gergelim. Entre as novidades estão a pizza de Queijo do reino com salaminho; Camarão crocante com cream cheese; Filé com gorgonzola; Lombo canadense com abacaxi e bacon; e Frango com Catupiry e bacon. Há ainda as pizzas doces, como de Morango com Nutella e Ouro Branco. Mas continuam no cardápio os antigos sucessos, entre elas a de Queijo brie com damasco; Gorgonzola com geleia de pimenta; presunto de Parma com chutney de manga e gengibre; e Carne de sol com queijo coalho. São mais de 25 sabores, que incluem também discos recheados com Sonho de valsa, Delícia de abacaxi e Banana com canela.Além das pizzas, que são o carro-chefe da casa, a Villa Foria oferece antepastos, lasanha, rondelli de presunto de peru e canelone de camarão. Além de massas e uma linha light de saladas. Para quem curte um happy hour, já que a casa passou a abrir todos os dias da semana, a partir das 18h, tem mais opções de antepastos, a exemplo do Polpetone, Tartini de Parma e Couvert de Frios. Como a casa é inspirada em uma avenida de Nápoles, na Itália, as massas são outro destaque e também vêm com novidades, como o Gnocci recheado com ragu de filé e Capeletti de frango com Catupiry.Nas carnes, os pratos novos ficam por conta do Filé ao molho funghi, acompanhado de purê de açafrão, e do Filé ao molho poivre, servido com fettuccine ao perfume de ervas. Opções mais leves incluem o Filé de pescada amarela com chutney de pimenta, servido com risoto de limão siciliano. As saladas, sempre acompanhadas com cascalhos de pizzas, também estão no cardápio, incluindo a de Frango Teriaki, elaborada com mix de folhas, queijo coalho, gergelim, champignon e molho de gorgonzola. A de Filé grelhado é feita com mix de folhas, croutons e azeite de ervas. E nas sobremesas, quem estreia é o Petit Gateau de Nutella, feito com bolinho caseiro de Nutella, sorvete de creme e calda de frutas vermelhas. O Villa Foria conta, ainda, com uma carta de vinhos extensa, incluindo mais de 60 rótulos de bebidas nacionais e importadas. O espaço tem capacidade para 140 pessoas, sendo três ambientes externos e três internos, além de sala infantil, onde as crianças podem pintar, desenhar, assistir desenho animado e brincar com jogos educativos, supervisionados por uma recreadora. Nova unidadeAlém dos novos sabores no cardápio, a Villa Foria expande o conceito de comer pizza com a mão para a zona Sul do Recife, inaugurando uma nova unidade em Boa Viagem. Contando com um cardápio de pizzas com mais de 25 sabores, a casa estreia o serviço de delivery da Villa Foria, atendendo os bairros de Boa Viagem, Pina e Setúbal, inicialmente. Mas também há opção para clientes que desejarem comer no local, com uma proposta de serviço express, onde o cliente retira o pedido direto do balcão (autoatendimento, sem serviço de garçom). A estrutura da nova unidade, em um ambiente de 180 m², segue o mesmo conceito arquitetônico da matriz, sendo um local aconchegante, com nove mesas disponíveis e capacidade para 38 pessoas, aproximadamente. A Villa Foria de Boa Viagem reproduz traços do casarão das Graças, trazendo tons de terra, madeira e barro, rusticidade e sofisticação. Tudo isso para o cliente se sentir na avenida que inspirou o nome da pizzaria, localizada em Nápoles, na Itália, conhecida com a capital mundial das melhores pizzas. O cardápio da Villa Foria em Boa Viagem é exclusivo de pizzas, tendo as mesmas opções oferecidas na casa da zona Norte, que já rendeu o título de melhor pizza do Recife dois anos seguidos (2014 e 2015) pela revista Veja Comer & Beber e o título de excelência da Trip Advisor 2015.www.villaforia.com.br
[+ detalhes]
01/07/2016
XANGAI - CHINA - PIZZARIAS AO REDOR DO MUNDO
EXCELÊNCIA ITALIANA... EM XANGAIXangai, geralmente designada pela forma inglesa Shanghai, é a maior cidade da República Popular da China e uma das maiores áreas metropolitanas do mundo, com mais de 20 milhões de habitantes. Localizada na costa central da China oriental, na foz do rio Yangtze, a cidade é administrada como um município chinês, com estatuto de nível de uma província. A cidade floresceu como um centro comercial entre o Oriente e o Ocidente e tornou-se um polo financeiro internacional na década de 1930. No entanto, quando o Partido Comunista da China chegou ao poder, em 1949, a influência internacional da cidade declinou. Em 1990, as reformas econômicas introduzidas por Deng Xiaoping levaram a um intenso desenvolvimento da cidade e, em 2005, Xangai tornou-se o maior porto de cargas do mundo. É um destino turístico famoso por seus marcos históricos, como o Bund, o Templo Cidade de Deus; e o moderno e em constante expansão centro financeiro de Pudong, onde está localizada a famosa Torre Pérola Oriental, uma torre televisiva localizada no Distrito de Pudong, ao lado do Rio Huangpu, do lado oposto do Bund, e por sua nova reputação como um centro cosmopolita cultural. Xangai é o maior centro comercial e financeiro na China continental e tem sido descrita como o grande exemplo da pujança da economia chinesa.O Bund é uma área do Distrito de Huangpu, no centro de Xangai. Fica na margem ocidental do rio Huangpu, de frente para Pudong, na parte oriental do Distrito de Huangpu. O Bund geralmente se refere aos edifícios e ao cais nesta parte da cidade, bem como algumas áreas adjacentes. É um dos destinos turísticos mais famosos em Xangai. A altura das construções é restrita nessa área.É no Bund que se encontra o Goodfellas, um dos restaurantes italianos mais famosos de Xangai. A decoração é elegante e moderna. A cozinha é encabeçada pelo chefe Antonio Donnaloia e apresenta um cardápio com aromas, texturas e cores bem balanceadas, com os grandes clássicos da culinária italiana. A casa também oferece uma bela seleção de vinhos por preços menos exorbitantes do que aqueles praticados em casas brasileiras de nível semelhante. Pizzas autênticas, massas caseiras - o ravióli é soberbo! -, ossobuco e lasanha, carne australiana, carneiro da Nova Zelândia, pannacotta e Tiramisù, tudo de primeira.Encomendamos duas entradas e duas pizzas; como entradas uma Insalata Caprese e um Vitello tonnato - uma famosa especialidade piemontesa. As duas foram perfeitas! Como pizzas, escolhemos uma de cogumelos e funghi e outra Quattro Stagioni, com autêntico prosciutto di Parma para o inverno, alcachofra no lugar da primavera, azeitonas pretas para o verão e cogumelos para o outono, como manda o figurino e não como no Brasil, onde na pizza quatro estações simplesmente são colocados quatro ingredientes diferentes, sem nenhum respeito as tradições gastronômicas!As imagens falam por si só! Mais uma vez tudo foi perfeito, sem nem falar do delicioso Tiramisù que coroou esse esplendoroso almoço. Esse é, realmente, um restaurante que merece uma visita de quem for para Xangai, a passeio ou a trabalho. Está localizado no 7 Yan'an Dong Lu, a poucos metros da Zhong Shan Dong Yi Lu!
[+ detalhes]
24/06/2016
CANTINA FAMIGLIA FACIN - L'ITALIA È QUI!
CANTINA FAMIGLIA FACIN - L'ITALIA È QUI!Resgatar a boa mesa, a conversa entre amigos, brindar a vida, beber um bom vinho, este é o espaço disponibilizado pela Cantina Famiglia Faccin!Uma verdadeira experiência italianaHá indicações de que o nome italiano Facin tem sua origem no nome do patriarca, sendo uma derivação do nome pessoal Faccin, uma forma abreviada de Bonifácio, do latim Bonifacius, composto das palavras ?bônus?, que significa ?bom?, e ?factum?, que significa destino (bom destino). Salienta-se que ao final do século X, sobrenomes hereditários estavam em uso nas famílias patrícias de Veneza.Dentre as variantes do nome pode-se citar Faci, Facini e Fachin. Uma das primeiras notas deste nome é de Francesco Faci, professor de filosofia, mencionado em 1458, além de Francesco Facin, um padre e professor de leis canônica que morreu em 1505, e Franco Facin, compositor e diretor de orquestra, nascido em 1840. Além disso existe um registro nos Estados Unidos, da chegada em Nova York de Augusto Facin, em 06/02/1889, a bordo do navio ?Moravia?.Ausonio di Pietro Facin, filho de Giovanni e Filomena, nascido em Montebelluna, Treviso (Vêneto), casou-se com Ana Zorzi (Vicenza - Vêneto) em viagem, no próprio navio, rumo a América latina. Estabeleceram-se na serra gaúcha, cidade de Alfredo Chaves (atual Veranópolis), tiveram 11 filhos e fundaram a primeira empresa de fogos de artifícios da região.A paixão pela gastronomia surgiu em 1992, quando Rogério, neto de Gennaro (filho de Ausonio) em viagem à Itália, visando o passaporte europeu, trabalhou no Il Castelo di Vacone (local de veraneio entre as montanhas de Rieti e Terni, à 90 km de Roma), como auxiliar de cozinha.Após anos de gastronomia, diversas viagens à Itália (Toscana/Emilia Romagna/Vêneto), apreciador de vinhos e da boa mesa, Rogério encontrou em seu primo, Rodrigo Facin, o apoio necessário para, em família, dar início ao sonho da Cantina Famiglia Facin, juntamente com suas esposas Valéria e Nicole.O que a cantina Famiglia Facin proporciona ao público é uma verdadeira ?experiência italiana?, mergulhando em um ambiente familiar, em local mágico e surpreendente, comparando-se aos porões das mais belas cantinas medievais italianas.Arquitetura históricaDepois de abrigar, por anos, a Cervejaria Brahma. O complexo compreendendo os prédios que abrigavam administração, departamento industrial, fabricação da cerveja, casa de máquinas, depósito de matérias-primas e adegas, casa de caldeiras e chaminé, foi tombado pelo Município.Em maio de 2004, foram inauguradas as obras de restauração do prédio, onde se instalou o Shopping Total, reunindo um pool de lojas e serviços que dinamizou o entorno urbano. Além de muitas lojas, o Total abriga atualmente muitos bares e restaurantes e um Centro Cultural.Suas instalações converteram-se no epicentro para o qual converge a vida social, cultural e comercial do bairro Floresta, um dos mais tradicionais da cidade de Porto Alegre.A restauração desse importante equipamento urbano garantiu a preservação de um dos patrimônios mais sólidos da arquitetura histórica sul-rio-grandense.Em outubro de 2012, os primos Rogério e Rodrigo Facin, com suas esposas Valéria Facin e Nicole Pelissoli, receberam o desafio de Eduardo Oltramari, Superintendente do Shopping Total, de dar curso ao sonho de transformar as antigas instalações da Casa de Caldeiras da Cervejaria Brahma, localizada sob a imensa chaminé do complexo, em um ambiente que reunisse a arte da cultura histórica e a gastronomia italiana. Assim, originou-se a Cantina Famiglia Facin.Depois de um ano e meio de obras, abriram-se as portas do estabelecimento que vem resgatar, na sua construção, a história desta família italiana que veio ganhar o mundo! Um mundo não só de cultura, não só de histórias, mas também de raça, luta, competência, vontade de levar as raízes italianas a todas as culturas, ou melhor, a todos que gostam e apreciam uma boa mesa!Ambiente familiarA cantina Famiglia Facin, localizada nos subsolos da chaminé da antiga Cervejaria Continental (Shopping Total), revela para cidade de Porto Alegre uma novidade que sempre existiu, que estava ali, sem uso, quase esquecida, mas que pode viver a ?pleno vapor? na contemporaneidade. O projeto arquitetônico é assinado pelo mineiro, radicado em São Paulo, Marcelo Ferraz, que vem desenvolvendo diversos projetos no Estado, entre eles o premiado Museu do Pão em Ilópolis, RS. A execução da obra civil foi realizada pela Plus Engenharia, empresa com sede na cidade de Camaquã. A singularidade desta edificação se deve a utilização de espaço subterrâneo de um dos prédios tombados pelo patrimônio histórico. Um dos objetivos foi revelar à população porto-alegrense as estruturas abobadadas de tijolos - túneis outrora utilizados na geração de energia da antiga cervejaria - conectadas a chaminé de mais de 80 metros de altura, avistada de vários locais da cidade há mais de 100 anos, e conhecida por toda a população que vive na Capital, que hoje não solta mais fumaça, mas segue sendo um marco histórico na agitada Porto Alegre. O ambiente familiar recriado neste espaço histórico remete seus frequentadores a cozinha tradicional serrana, proporcionando uma verdadeira experiência italiana. Para tanto, fez-se uso do conhecimento dos sócios que já residiram na Itália e descendem de família tipicamente italiana. A cantina Famiglia Facin oferece produtos de fabricação própria, elaborados com carinho e amor pela boa mesa, baseado na culinária típica italiana regional, proporcionando aos clientes experimentar sabores da Itália e da serra gaúcha, em local diferenciado de clima familiar e aconchegante. Para tanto, a cantina faz uso de matérias-primas frescas de alta qualidade, buscando sempre o desenvolvimento de fornecedores seguros, preocupados com a higiene e qualidade de seus insumos, os quais são previamente testados e aprovados pela equipe de qualidade da cantina Famiglia Facin. O gosto pela boa mesaO cardápio oferecido pela Cantina Famiglia Facin é composto por antepasto, carnes, massas recheadas e tradicionais, risotos, sopas e cremes, saladas e sobremesas.A cantina recebe o público com a tradicional culinária dos imigrantes italianos preparada com técnica e cuidados contemporâneos. Massas de fabricação própria, uma adega com mais de 700 rótulos, além de receitas de família compõem o cardápio da cantina integrado ao patrimônio gastronômico, histórico e cultural do Estado do Rio Grande do Sul.As opções de carnes incluem ossobuco, feito com molho madeira especial, abóbora, aspargos e polenta cremosa; polpettone com queijo derretido, molho sugo e spaghetti; salame Colonial, composto por creme de leite e polenta cremosa (iguaria); parmegiana com taglierini Al Burro (manteiga); carne de panela ao molho taglierini ou polenta cremosa; galinhada com polenta cremosa; codorna reduzida no azeite e ervas com taglierini al burro ou polenta cremosa; escalope (contra filé) manteiga e ervas, acebolado, Alfredo (nata e queijo), alho e óleo, mostarda, gorgonzola, napolitano (queijo,tomate e orégano); frango Alla Griglia (frango grelhado) e alface America com molho especial; posta de salmão selado acompanhado de batata soutê; e bife Alla Milanese com purê de batata.O cardápio de massas recheadas é composto por Lasagna Bolognesa; Lasagna de frango; Lasagna quatro queijos com nozes; Canelone de espinafre e ricota; Canelone de presunto, mozzarella, tomate seco e molho bianco; Tortelloni de bacalhau (gratinado); Tortei; Ravioli misto com recheio de frango e carne (gratinado); e Ravioli de queijo brie, doce de pimenta malagueta e tomate seco. A cantina Famiglia Facin também oferece massas tradicionais, como Spaghetti, Taglierini, Penne, Maccheroni ou Gnocchi, servidas com as opções de molhos Alho e Óleo; Bolognesa; Pomodoro e Basilico (manjericão); Sugo (tomate); Al Burro (manteiga) e Parmesão Ralado; Camarão, Ervas na Manteiga; Frutos do Mar (salmão, anéis de lula, camarão); Carbonara; Quatro Queijos à Gorgonzola; Funghi; Panna e Parma (creme de leite, prosciutto di Parma, ervilha); Bechamel; Pesto; Creme de Leite, Champignon e Tiras de Filé Mignon; e Puttanesca. Os risotos, ou risottis, também são destaque no cardápio da cantina Famiglia Facin. As opções são Camarão com Laranja; Camarão Leite de Coco e Palmito; Risotto Frutos do Mar; Quattro Queijos ao Gorgonzola e Castanha do Pará; e Funghi.O cardápio inclui ainda, sopa de Cappelletti e creme de aspargos, além de salada de folhas (folhas verdes e tomate cereja); Caprese (tomate gaúcho, mozzarella di búfala e manjericão fresco); e de espinafre cozido, azeite de oliva, limão e parmesão.As sobremesas são tipicamente italianas: Ambrosia; Sagu com creme; Pudim de leite; Affogato (2 bolas de sorvete de creme ?Affogato? no café expresso); Zabaione con Biscotto Al Vino do Porto; Rocambole de banana e doce de leite acompanha gelato de creme; Banana caramelada com sorvete de creme; Pera Confit (vinho branco e especiarias) e sorvete de capim santo; e Palito folhado com calda quente de Nutella. O difícil é decidir qual escolher...Para acompanhar todas estas delícias gastronômicas, a cantina Famiglia Facin dispõe de uma adega com os melhores vinhos italianos, brasileiros, argentinos, espanhóis, franceses e chilenos.Os rótulos incluem desde os italianos Barolos e Brunellos, super potentes a leves e aromáticos Dolcettos, ou ainda, os vinhos de sobremesa estilo passito. Entre os brasileiros, estão Salton, Miolo, Aurora e Marson, que tiveram seus vinhos premiados no Challenge International du Vin 2001. Já os rótulos argentinos tem a uva Malbec como sua grande estrela, oferecendo sabores profundos e aromas complexos. Entre os espanhóis, a uva Tempranillo, que as vezes usada mesclada com outras uvas, como a Garnacha ou, as vezes, sozinha, produz vinhos de diferentes estilos, como Riojas frutados com toque de carvalho tostado, os ricos e complexos Ribera del Duero e os encorpados e intensos vinhos de Toro. Já os franceses oferecem os elegantes vinhos de Bourgogne ou os potentes Cabernets Sauvignons de Pauillac em Bordeaux, além do adorado Champagne, assim como os vinhos sensualmente doces atacados por botrítis em Sauternes. Entre os vinhos chilenos, o destaque é a uva Cabernet Sauvignon, que é a base de grandes vinhos, bem como os vinhos brancos à base de Chardonnay e Sauvignon Blanc.Cantina Famiglia Facinwww.famigliafacin.com.br
[+ detalhes]

Telefone:

+55 11 5524-6931

Fique conectado:

Curta nossa Fanpage:
facebook.com/Revista-Pizzas-Massas

© EDITORA INSUMOS LTDA.

Av. Sargento Geraldo Santana,
567 – 1º andar
CEP 04674-225
São Paulo, SP - Brasil

001
script>