Espanhol Português Inglês
Novidade - Cotação Online
GUIA ONLINE
DE FORNECEDORES
Consumíveis Não Cons. Serviços Empresas
Busca Geral
Participe agora mesmo
CADASTRE-SE AGORA MESMO!


Voltar

Sabor italiano em mãos madeirenses

Mãos madeirenses que compõem verdadeiras receitas italianas é o que a empresa Supremo Guloso, Unipessoal, Lda decidiu fazer através da criação do Ratatouille - Ristorante & Pizzeria, localizado no Funchal.

Marta Andrade é a mentora do negócio que tem quase três anos de existência, no qual depositou todos conhecimentos que absorveu quando trabalhou no ramo de hotelaria durante 9 anos.

Com o microcrédito do Millennium BCP aprovado, a empreendedora conseguiu avançar com a ideia e foi à procura do espaço ideal para o projecto que idealizava: um restaurante de comida típica italiana. Fizemos um estudo de mercado e encontrámos este lugar por mero acaso, vimos o espaço e achámos apropriado para aquilo que pretendíamos porque também tinha uma renda acessível, conta. O serviço de financiamento do banco rondou os 16 mil euros, no entanto, a empresária refere que o investimento para as obras do espaço rondou os 120 mil euros que foram aplicados faseadamente, atendendo a que as remodelações foram feitas à medida que a empresa ia obtendo alguma disponibilidade financeira.

Antes, a rua era morta. O Ratatouille voltou a pôr a Rua da Ponta Nova no? mapa?. Agora, rua tem um movimento incomparável em relação ao que era há três anos.

Ratatouille

A escolha do nome do restaurante foi um dos processos mais marcantes da empresa, isto porque partiu da ideia de uma criança, o filho de Marta. Tínhamos tudo: o espaço, o conceito, os fornecedores italianos, mas não tínhamos nome para dar ao restaurante. E, durante uma das muitas noites em que estive acordada para projectar tudo isto, o meu filho pergunta: Por que não chamamos de Ratatouille?. Então, fiz uma pesquisa intensa na Internet e descobri a verdadeira origem deste nome. Acabei por descobrir que tem uma origem grega e depois passa para Itália, em que é transformado num prato típico. Depois, só em França é que houve o bom por causa do filme de animação.

Além disso, o nome também foi aceite devido ao próprio prato típico italiano Ratatouille, uma refeição que foi naturalmente inserida no menu. É um prato que dá muito trabalho a fazer, o preço que a gente vende esse prato hoje em dia não paga a mão de obra necessária para o fazer. É muito requintando, mas tem apenas um custo de 6,90 euros.

Uma das nossas opções foi nós próprios formarmos. Buscamos pessoas que já tenham uma base. Na nossa sala, todas as pessoas foram formadas pela Marta. Todas as bases foram dadas por ela, são 9 anos de experiência na hotelaria.

Actualmente, o restaurante conta com 10 funcionários, mas no início abriu as portas ao público apenas com duas: a empresária, que atendia os clientes, e o chef de cozinha Rui Rodrigues. Mas, duas semanas depois, houve a necessidade de se ter mais staff e contratamos mais duas pessoas, uma para a sala e outra para a cozinha. Neste momento, estamos novamente a recrutar para duas pessoas para a sala e uma para a cozinha, vamos passar para 13 pessoas a nível de staff, desvenda.

Com um horário de funcionamento das 10 às 23 horas, sem interrupções, o Ratatouille apresenta aos clientes um espaço com 190 metros quadrados, divididos em restaurante e esplanada coberta, que também está decorada com uma pequena horta com ervas aromáticas e algumas hortaliças. 90% dos produtos que trabalhamos são provenientes de Itália?, diz Marta.

A exigência na qualidade dos produtos repercute-se no tipo de cliente que chega ao espaço. Temos um tipo de clientes de classe média/alta, que acabam por ser mais exigentes e então o nosso segredo foi estar sempre a evoluir, tanto na cozinha como na decoração, no serviço de sala, nos vinhos. Fomos aprendendo com os nossos fornecedores, clientes e tentamos sempre evoluir. O tipo de serviço de sala que o cliente tem cá não é um serviço de um restaurante italiano, é mais que isso. É o cuidado em sentar o cliente, é perguntar se está tudo o bem, é o degustar do vinho, é um tipo de serviço que não se encontra num restaurante italiano comum. É por isso que o nosso cliente não olha ao preço mas sim à qualidade daquilo que come e do atendimento.

As entregas ao domicílio são limitadas apenas à zona do Funchal por uma simples razão: Não posso deixar que o cliente tenha a primeira experiência com uma pizza nossa que esteja fria. Se pagamos balúrdios pelos ingredientes, não podemos deixar que uma entrega que atrase meia hora acabe por chegar fria e não satisfaça o cliente. Então optámos por fazer só na zona do Funchal.

Frescura é um dos mandamentos deste espaço de restauração. Não trabalhamos com enlatados, tudo o que temos é fresco e temos muito cuidado com a saúde dos nossos clientes. Como tal, substituímos os óleos alimentares por azeite, sublinha Marta Andrade. E para dar um gosto ainda mais saboroso à comida, a equipa dispõe de vários produtos da pequena horta que oferece produtos que nem sempre os fornecedores possuem durante o ano todo. Por exemplo, a rúcula no Inverno é muito difícil de conseguir. E como tenho a minha própria plantação, guardo-a para esta altura. Isto acaba por ser uma boa poupança, além de que tudo o que temos na horta é biológico, não tem qualquer tipo de químicos. Só leva água e sol e deixamos crescer, esclarece.

O cuidado com a qualidade dos produtos e confecção dos pratos é trabalhado permanentemente. O mais recente passo dado pelo restaurante foi a contratação do chef Avelino Freitas, que irá intervir na elaboração de um novo menu de refeições, já no final deste mês. Decidimos mudar de menu porque os nossos clientes querem mais e é aqui que entra a parte da evolução. Temos de ser mais e melhores todos os anos que passam. Posso dizer que o novo menu vai dar uma grande reviravolta ao nosso espaço, revela a empresária, salvaguardando os pratos que deverão sofrer alterações. O conceito italiano continuará presente, no entanto, será mais sofisticado. É nesse sentido que vamos apostar, sempre com produtos cada vez mais frescos, com mais qualidade, com pratos inovadores. Ainda vamos testar alguns pratos e algumas sobremesas muito inovadoras. O nosso objectivo é ser diferente dos outros e está a dar certo.




Telefone:

+55 11 5524-6931

Fique conectado:

Curta nossa Fanpage:
facebook.com/Revista-Pizzas-Massas

© EDITORA INSUMOS LTDA.

Av. Sargento Geraldo Santana,
567 – 1º andar
CEP 04674-225
São Paulo, SP - Brasil

001
script>