Espanhol Português Inglês
Consumíveis Não Cons. Serviços Empresas
CADASTRE-SE AGORA MESMO!


Voltar

ABIMAPI E OUTRAS TRÊS ENTIDADES DO SETOR ALIMENTÍCIO ASSINAM ACORDO COM MINISTÉRIO DA SAÚDE PARA REDUÇÃO DE AÇÚCAR EM PRODUTOS INDUSTRIALIZADOS

Associação reitera compromissos com a saúde do consumidor, elevando o valor nutricional das categorias de biscoitos e bolos.

A Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias, Pães & Bolos Industrializados (ABIMAPI), juntamente com a Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (ABIA), Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas Não Alcoólicas (ABIR) e a Associação Brasileira de Laticínios (Viva Lácteos) assinaram no dia 26 de novembro, um acordo junto ao Ministério da Saúde para a redução de açúcar nos alimentos industrializados. O objetivo é que o setor contribua com a redução do consumo de açúcares pela população brasileira para menos de 10% do total das calorias diárias ingeridas até 2022.

As metas foram calculadas a partir de seis pilares: distribuição dos teores de açúcar; necessidade de redução dos níveis máximos de açúcar; redução de teores de açúcar livre não resultante em aumento no valor energético; percentual de produtos a serem reformulados para redução; redução dos teores de açúcar livre não resultante de adição ou substituição por adoçantes; e consumo de cada produto. A cada dois anos (2020 e 2022) serão avaliados os teores médio e máximo de açúcar dos alimentos que fazem parte do acordo.

No caso dos biscoitos recheados, a indústria precisa alcançar o teor máximo de açúcares de 36,4 g/100g nos próximos dois anos. Em relação aos do tipo Maria e maisena, a meta é 25,6 g/100g até o final do ano de 2020 e 22,8 g/100g até o fim de 2022. Isso significa uma redução de até 62,4% do componente em questão.

Já os bolos industrializados simples devem alcançar o teor máximo de açúcares de 34,2 g/100g em dois anos. Os bolos recheados e/ou com cobertura precisarão apresentar 50,0 g/100g até o final do ano de 2020. Rosquinhas, wafers, biscoitos doces secos e misturas para bolos também fazem parte do acordo.

Há dez anos, a ABIMAPI em parceria com entidades congêneres, vem formalizando com o Ministério da Saúde termos de compromisso para reduzir quantidades de gorduras, sódio e açúcar nos alimentos processados. O resultado é a melhoria do valor nutricional dos alimentos.

A atenção às questões que envolvem nutrição, saúde e bem-estar é uma tendência mundial. De acordo com a pesquisa global "O que há em nossa comida e em nossa mente", realizada em 2016, pela consultoria Nielsen, a população está reduzindo o consumo de certos alimentos que não são considerados nutritivos e isso é reflexo de quatro fatores principais: o envelhecimento global; a preocupação com uma alimentação saudável, como forma de evitar doenças crônicas; o entendimento de que os alimentos podem ser remédios, usados para evitar ou lidar com doenças existentes; e, em decorrência de tudo isso, a formação de consumidores mais conscientes.

ABIMAPI E GLOBAL JUNIOR REALIZAM ESTUDO SOBRE OS PRINCIPAIS PAÍSES CONCORRENTES DO BRASIL NO SETOR ALIMENTÍCIO

O time de exportação da ABIMAPI (Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados), em parceria com a equipe de projetos da Global Júnior - programa de extensão do curso de Relações Internacionais da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) - desenvolveu uma pesquisa de benchmarking, com o intuito de identificar os principais países concorrentes do Brasil de acordo com o setor representado pela entidade.

Os tópicos abordados no estudo avaliaram priorização de mercado; perfil internacional; políticas públicas; análises de concorrência; fatores principais de competitividade, entre outros. De acordo com a análise, as categorias ABIMAPI movimentaram no país, entre 2015 e 2017, cerca de US$ 90 milhões em importações, tendo como principais mercados Itália, Bélgica e Polônia. Já em relação às exportações, no mesmo período, o movimento foi de US$ 113,2 milhões, com destinos como os Estados Unidos, Paraguai e Uruguai.

Outro ponto importante foi a análise de incentivos fiscais, que muitas vezes pode colocar em risco as operações internacionais devido às barreiras tarifárias e a volatilidade do câmbio. Entre as desonerações tarifárias, a Turquia, por exemplo, possui taxas alfandegárias nulas para produtos feitos à base de trigo e licenças especiais de importação com imposto corporativo reduzido. Já a Itália possui Isenção de impostos aduaneiros e de qualquer impedimento à importação ou exportação intrabloco e as tarifas são reguladas, majoritariamente, pela União Europeia. No caso da Índia, o país participa do programa de recompensa monetária aos exportadores, benefício recebido para ser utilizado em pagamentos de impostos e taxas relacionados ao comércio internacional.

O estudo constatou, também, que embora a Itália seja um concorrente histórico do Brasil no comércio internacional dos segmentos da ABIMAPI, a Índia e a Turquia têm surpreendido ao ganharem espaço e acirrarem a concorrência no setor. Esses países exportaram US$ 335 milhões e US$ 1,3 bilhão, respectivamente, justamente pelos incentivos governamentais e subsídios de agências nacionais de fomento à exportação.

De acordo com Rodrigo Iglesias, diretor da área internacional da ABIMAPI, quando entramos no universo da competição entre empresas, o benchmarking é uma ferramenta valiosa. "Nossa função é utilizar esse instrumento para o dia a dia, melhorando progressivamente as estratégias de gestão, processos, serviços e de produtos", conclui.

RECEITAS

LASANHA DE SALMÃO COM ESPINAFRE

Ingredientes

Para a montagem

500g de massa fresca para lasanha, cozida al dente;

salmão marinado e assado;

molho bechamel ralo;

espinafre refogado;

200g de queijo mussarela ralado;

queijo parmesão ralado para gratinar.

Salmão

800g de salmão fresco;

2 colheres (sopa) de alho amassado;

100ml de vinho branco seco;

3 colheres (sopa) de folhas frescas de tomilho limão;

sal e pimenta do reino branca a gosto;

80ml de azeite de oliva.

Espinafre refogado

3 colheres (sopa) de azeite;

1 colher (sopa) de alho amassado na hora;

1 xícara (chá) de cebola bem picada;

400g de folhas frescas de espinafre (sem talos);

sal, noz-moscada ralada e pimenta a gosto.

Molho bechamel

50gramas de manteiga sem sal;

50g de farinha de trigo peneirada;

1 litro de leite integral frio;

sal, pimenta do reino e noz-moscada ralada a gosto;

200g de creme de leite UHT (opcional);

50g de queijo parmesão ralado.

Modo de preparo

Salmão

Misture os temperos e deixe o salmão para marinar por 1 hora. Leve ao forno pré-aquecido a 180°C por aproximadamente 20 minutos. Desmanche o salmão assado em pedaços médios e utilize na montagem.

Espinafre refogado

Leve ao fogo o azeite e refogue rapidamente o alho e a cebola. Acrescente as folhas frescas de espinafre, tempere com sal, noz-moscada ralada e pimenta a gosto. Refogue rapidamente e utilize na montagem.

Molho bechamel

Em uma panela grande doure a farinha na manteiga. Junte aos poucos o leite frio e misture constantemente com o auxílio de um fouet até obter um creme. Em seguida, agregue os demais ingredientes e deixe levantar fervura. Retire do fogo, espere esfriar e bata rapidamente com um mixer. Utilize na montagem.

Montagem

Em um refratário médio, faça camadas com o molho bechamel, a massa, o espinafre, o molho bechamel, o queijo mussarela, a massa novamente, todo salmão, uma pequena porção de molho bechamel e a massa.

Repita o procedimento até acabarem os ingredientes, terminando com o molho bechamel.

Finalize polvilhando queijo parmesão e levando para assar em forno pré-aquecido a 180°C por aproximadamente 30 minutos ou até borbulhar nas laterais e gratinar. Retire do fogo, decore a gosto e sirva.

Rendimento: 6 porções.

Grau de dificuldade: médio.

Tempo de preparo: 1h e 20 minutos.

MACARRÃO DE FORNO COM BURRATA

Ingredientes

Montagem

500g de fusili de grano duro, cozido al dente;

parmesão ralado para polvilhar a gosto;

2 Burratas fatiadas ou mussarela fresca e cremosa;

800g de molho de tomates;

manjericão para polvilhar a gosto.

Molho

50ml de óleo;

50ml de azeite;

1 xícara (chá) de cebola cortada em cubos pequenos;

4 colheres (sopa) de extrato de tomate bem firme;

2 latas de tomate pelado cortado em cubos;

500ml de água;

1 envelope de caldo de legumes 0% de gordura;

6 colheres (sopa) de salsa fresca bem picada;

folhas de manjericão fresco a gosto;

folhas de louro a gosto;

sal e pimenta do reino a gosto.

Modo de preparo

Molho

Em uma panela aqueça o óleo, o azeite e refogue bem as cebolas. Acrescente o tomate em cubos, o extrato de tomate, o caldo de legumes e a água. Cozinhe em fogo médio com a panela tampada mexendo ocasionalmente até obter um molho encorpado. Junte os temperos verdes e utilize na montagem do prato.

Montagem

Em uma forma untada com azeite intercale camadas de massa com o molho e as fatias de burrata. Polvilhe com queijo parmesão ralado e leve ao forno para gratinar. Sirva bem quente.

Rendimento: 6 porções.

Grau de dificuldade: fácil.

Tempo de preparo: 30 minutos.

MACARRÃO AO MOLHO ALFREDO COM ANTEPASTO DE BERINJELA

Ingredientes

500g de massa longa cozida al dente;

2 xícaras (chá) de antepasto de berinjela ou a gosto;

1 litro de molho Alfredo;

50g de nozes tostadas.

Antepasto de berinjela

100ml de azeite;

1 xícara (chá) de cebolas roxas cortadas em cubos;

300g de erva doce cortada em cubos (funcho);

3 colheres (chá) de alho bem picado;

300g de tomate pelado sem sementes e cortado em cubos;

1/2 lata de tomate pelado cortado em cubos;

100g de salsão;

250g de berinjela sem casca e cortada em cubos;

50g de uva passas;

20g de alcaparras cortadas ao meio;

2 colheres (sopa) de mel ou melado de cana;

30ml de vinagre de arroz;

100ml de caldo de legumes;

1 colher (chá) de pimenta dedo de moça sem semente;

100g de azeitonas pretas fatiadas;

6 colheres (sopa) de salsinha fresca bem picada;

orégano e tomilho limão frescos a gosto;

1 colher (chá) de raspas de limão (opcional);

sal e pimenta a gosto.

Molho Alfredo

1 litro de creme de leite de fresco;

150g de queijo parmesão ralado fino;

sal, noz-moscada e pimenta a gosto.

Modo de preparo

Molho Alfredo

Leve ao fogo médio uma panela com creme de leite e misture constantemente até obter um creme ralo. Desligue o fogo e junte o queijo parmesão. Tempere com sal, noz-moscada e pimenta a gosto. Utilize no preparo.

Antepasto de berinjela

Em uma frigideira grande refogue a cebola, o funcho e a berinjela no azeite até que estejam transparentes. Junte os dentes de alho, os tomates, o salsão, as passas, as alcaparras e refogue até que estejam al dente. Acrescente o mel, o vinagre e ferva até evaporar. Adicione o caldo de legumes e a pimenta e deixe ferver em fogo alto até que todos os ingredientes estejam macios. Junte as azeitonas e tempere a gosto. Deixe esfriar, salpique com as raspas de limão e as ervas. Misture delicadamente, regue com azeite, coloque em um refratário e cubra com filme plástico. Deixe descansar por dois dias para aromatizar.

Montagem

Misture a massa com o molho Alfredo, coloque em um refratário e distribua pequenas porções de antepasto por cima.

Rendimento: 6 porções.

Grau de dificuldade: fácil.

Tempo de preparo: 50 minutos.




Galeria de Imagens:



Downloads:



Telefone:

+55 11 5524-6931

Fique conectado:

Curta nossa Fanpage:
facebook.com/Revista-Pizzas-Massas

© EDITORA INSUMOS LTDA.

Av. Sargento Geraldo Santana,
567 – 1º andar
CEP 04674-225
São Paulo, SP - Brasil

001
script>